Fado pelas vielas Anterior Seguinte
Fado pelas vielas

f AnteriorSeguinte e

Até agora já existem 16 pontos de vista.
Comentar
01
Alex
em 2010-02-22 15:07:53

andas mto poeta... :) para conseguires ter luz suficiente nas partes de sombra, aquela zona com mais luz ficou um bocado estoirada... de qq forma uma fotografia bem enquadrada... bem conseguida... expressão fiel da ruela de uma cidade... ;)

02
Vitor Martins
em 2010-02-22 18:18:07

Bonita imagem. Gosto imenso destas vielas e esta está muito bem fotografada.

03
Sérgio Aires
em 2010-02-22 21:08:46

Para mim este é um "daqueles sítios"... Excelente!

04
Francisco Oliveira
em 2010-02-22 22:25:39

O Porto de que eu tanto gosto.
Bem haja.

05
Uminuto
em 2010-02-23 15:36:44

apesar do excesso de luz na parte superior da foto, gostei muito deste p/b, bem como do poema de Maria Mamede
um beijo

06
Ci
em 2010-02-23 15:42:42

bonita viela.

07
Ruimnm
em 2010-02-23 18:19:44

Também gosto muito destas vielas do Porto, mas a nível de luminosidade é sempre difícil conseguir-se uma óptima imagem.

08
Leonel
em 2010-02-23 19:26:36

Muito bom este p&B. Sempre o Porto tão cheio de oportunidades de bons cliks.Nesta destaco o momento do disparo.

09
João Reis
em 2010-02-23 20:11:33

E como é lindo. Bela foto. Gostei do p&b.
Abraço

10
Caçador
em 2010-02-24 00:50:35

É, é isto um fado. Malfadada vida.

11
Mfc
em 2010-02-25 16:27:34

O preto e branco acentua o tipicismo.

12
Sandra Rocha
em 2010-02-28 10:38:12

A bela é bela representa esse mundo só é pena no lado superior ter estoirado.
Beijinhos.

13
Desfocado
em 2010-02-28 16:14:21

céu estourado, mas isso já sabias quando fizeste o "post". De resto, deixa-me cá umas saudades do Porto... :)

14
Remus
em 2010-03-06 17:30:18

Muito obrigado pelos vossos comentários. É um facto que ficou um bocado estoirada na parte do céu, mas dificilmente conseguiria compensar melhor as grandes diferenças de luminosidade presente na fotografia.

15
Maria Mamede
em 2010-08-04 09:16:03

Olá, bom dia.
Somente hoje, inadvertidamente, encontrei o seu Blog, por ter dado de caras com um excerto do meu poema "A Minha Cidade" e AMEI a sua fotografia. Por isso trd palavras...Parabéns e Obrigada!
Abraço
Maria Mamede

16
Helder Ferreira
em 2011-04-08 06:47:14

Acho que os comentários atrás já te disseram tudo.. :) resta-me apenas dizer que sou um fã destas vielas no Porto. ;-)

Comentar

 

Da minha cidade nasce o Norte
alcantilado, insubmisso
e o sol, quando chega, penetra-a
delicadamente, carinhosamente,
depois de vencido o nevoeiro...
Na minha cidade também há pregões,
gatos, pombas, castanhas assadas e iscas
e fado pelas vielas, pendurado com molas,
como roupa a secar nos arames...
A minha cidade tem também tardes languescentes,
coretos nas praças
velhos jogando cartas em mesas de jardim
e o revivalismo de viuvas e solteironas
passeando de eléctrico...
É bem verdade que na minha cidade
a luz, não é como a de Lisboa
mas a luz da minha cidade
é um frémito de amor do astro-rei
a beijá-la na fronte, cada manhã!...

Excerto do poema "A minha cidade" de Maria Mamede.


Partilhe:

 

Informação técnica

#1033 • Publicação: 2010-02-22
Grupo: Urbanismos
Máquina: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2 • Distância focal: 13.7 mm
Velocidade do obturador: 1/60 sec
Flash: Não Disparado


Já viu estas fotografias?

Quarta sestaLupercáliaBurrosVaga de luz de fora
IdiotaIdentidadeRosa sem espinhosRolha de cortiça


Escolha da semana

Disto e Daquilo: EncapsuladoDisto e Daquilo: Encapsulado

Ver outras escolhas da semana



As fotografias publicadas neste sítio, não poderão ser copiadas, alteradas ou distribuídas sem a autorização expressa do autor.
No images, may be reproduced, retransmitted or distributed in any way, without the prior express permission of the author.
2004 - 2014 © Pontos de Vistas
Google+
Facebook
Flinpo
Photoblogs
Coolphotoblogs
Coolphotoblogs PdV