Anti-enfartamento
Anti-enfartamento

f AnteriorSeguinte e

Até agora já existem 9 pontos de vista.
Comentar
01
Roadrunner
em 2010-08-27 10:06:42

Muito bem, mas se fosse Sagres melhor seria. Gases à parte gosto muito da água de Vidago.

Saudações do Roadrunner!

02
Desfocado
em 2010-08-29 15:11:02

Não acho que a foto tenha ficado bem conseguida, o foco está estranho, mas o texto e a pesquisa como de costume estão óptimos !

03
Ams
em 2010-08-29 15:39:04

Com este calor escorregava bem um pneu... com muito gelo, se faz favor!

04
Alex
em 2010-08-31 22:43:17

cores vibrantes... profundidade de campo no nível certo... e obrigada pela história... ;)

05
Remus
em 2010-09-13 08:11:44

Muito obrigado pelos vossos comentários. Eles são sempre muito importantes.

06
Richard Geven
em 2011-10-11 16:23:22

Perfect composition Remus!!

07
Fábio Martins
em 2011-10-11 18:15:31

Fresquinha bebe-se bem mas prefiro frize de groselha :-)

Concordo com o desfocado no que toca a focagem, a tua intenção secalhar era focares as "bolhas" do copo mas acho que pela tua proximidade com o objecto ou outro detalhe, não tenha ficado a 100% mas fora isso, conseguis-te criar uma composição simples mas bem pensada!

08
Rute
em 2011-10-11 21:14:01

...logo quando eu me estava a interessar pela história...ela acabou...:(....Gosto da foto, está bem imaginada e as cores 'casam' muito bem umas com as outras, refiro-me particularmente ao verde e ao laranja.
1 beijo:)

09
Helder Ferreira
em 2011-10-17 13:09:47

A minha preferência vai para as águas das pedras. :P

Comentar

 

Em 1863, Manuel de Sousa, lavrador da aldeia de Vidago, vindo de uma das suas propriedades, ao passar pelo Souto, terreno pertencente a João das Fragas e Aurélia Rita, denominado «Palheiros», debruçou-se sobre uma pequena poça para beber água, a qual nem para regar era aproveitada, visto a sua nascente ser insuficiente, perdendo-se na terra lavrada. Manuel de Sousa, fosse pela sede que levava, fosse pelo destino que o celebra como achador da água, bebeu dela e achou-a picante, logo encontrando boa disposição no seu estômago, do qual sofria de enfartamento. Já que havia encontrado tal alívio, continuou a beber da mesma água, transmitindo depois o achado à sua parente D. Júlia Vaz de Araújo, que foi quem as levou, logo de seguida, ao conhecimento do Dr. Domingos Vieira Ribeiro, que tinha a sua residência em Chaves.
No mesmo ano da sua descoberta foram levadas para análises 12 garrafas de água mineral, alguns espécimes de rocha, terra e resíduos, para o Laboratório da Escola Politécnica. Logo que as águas foram descobertas, e quando se faziam as respectivas análises nos laboratórios químicos de Lisboa e Porto, o Dr. António Vítor de Carvalho e Sousa, da Aldeia de Vila do Conde, olhava com admiração a nascente da qual brotava a água que amainava o seu padecimento de gota que tanto o atormentava. Então, o Dr. Carvalho e Sousa, maravilhado com tão bom resultado deste achado, mandou fazer à sua custa a fonte que primeiro teve a honra de figurar no local da emergência.

Em Junta de Freguesia de Vidago


#1161 • Publicação: 2010-08-27
Grupo: Geral
Máquina: KODAK DX6490
Abertura: f 2.8 • Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

Já viu estas fotografias?

Da outra cidadeVassouraCCCAUm de muitosUnião faz a forçaTemor urbanoSilvaldeFérias que já lá vão


Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded
Arco-Íris Reloaded: Flower
Flower


Ver outras escolhas da semana



As fotografias publicadas neste sítio, não poderão ser copiadas, alteradas ou distribuídas sem a autorização expressa do autor.
No images, may be reproduced, retransmitted or distributed in any way, without the prior express permission of the author.
2004 - 2014 © Pontos de Vistas
Flinpo
Google+
Facebook
Photoblogs
Coolphotoblogs
Coolphotoblogs PdV
Vfxy Photos