Pontos deVistas

É melhor ser ignorante de alguma coisa do que aprendê-la mal.

Perigo nuclear Anterior Seguinte

Perigo nuclear

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

O Japão vive dias difíceis. Para além da devastação provocada pelos terramotos e maremoto (porque raio, tendo nós uma palavra em português para o fenómeno, a comunicação social continua a usar o termo estrangeiro: tsunami?) de 11 de Março, também possui o perigo nuclear.
O Japão apostou em grande na energia nuclear. Eles possuem cerca de 16 centrais nucleares e uma delas, por causa dos fenómenos sísmicos e do maremoto, entrou em colapso e corre o risco de entrar em fusão com a consequente libertação de radioactividade. Sendo o único país do mundo, que sofreu na pele as consequências de duas bombas atómicas, era esperável que fosse totalmente contra à energia nuclear. Mas não! Pelos vistos é um dos seus maiores adeptos.
E vocês; são a favor ou contra à energia nuclear?

Esta fotografia não é de uma central nuclear, mas da central termoeléctrica de Abrantes.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1308
Publicação: 2011-03-28
Grupo: Urbanismos
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 7.1
Distância focal: 63 mm
Velocidade do obturador: 1/350 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Filarmónica ou sinfónica? 340 PV5 Queria escrever um poema Burro castor Maldita entre todos Lugar para um Sé mirandense Certos olhares

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {escravelho}
In' Pression a LUZ: {escravelho}

  Comentários

Existem 18 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Roadrunner
em 2011-03-28 09:27:36

Contra. Não me importo de prescindir de 4 lâmapdas e mais alguns domésticos consumidores de energia. O exagerado consumismo é evitavel e desejavel. Esta será uma opção que irrevogavelmente terá que ser tomada quando a sustentabilidade do planeta chegar a valores realmente alarmantes.

Saudações do Roadrunner!

02
Gravatar João Mourão
em 2011-03-28 10:11:48

Terramoto e marmoto são fenómenos sismicos. Terramoto se o epicentro é em terra e marmoto se a sua origem está no mar. ambos podem produzir o efeito de ondas gigantes marinhas- tzunamis. Nada de confusões. O termo português correcto para tzunami será qualquer coisa do género - onda gigante marítima consequente de fenómeno sísmico. Confesso que tzunami dá mais jeito.
No meio desta confusão toda não entendo o Japão, tendo tanto cuidado e exigência na construção de habitações, terem aceite no seu território exposto a este tipo de alterações, construir centrais nucleares, que sendo uma energia limpa em situações ditas normais, é altamente instável se essas condições se alteram. Boa sorte para todos nós.

03
Gravatar Rue Du Lavoir
em 2011-03-28 12:29:37

A beautiful photo graphic. Beautiful from afar. Which reminds us of the harsh reality of Japanese news ...

04
Gravatar Rute
em 2011-03-28 14:03:07

É assustador pensar em tudo o que se passou no Japão e as consequências que ainda estão para vir! Apesar de reconhecer as vantagens da energia núclear, o perigo que ela representa é motivo mais do que suficiente para acabar com ela. Como vimos, o Homem não domina todas as variáveis e qualquer dia pode ser que o feitiço se vire contra o feiticeiro e que depois já seja tarde demais para a humanidade.
1 beijo

05
Gravatar Helder Ferreira
em 2011-03-28 15:19:49

É uma questão dificil. Eu sou a favor de se explorarem energias alternativas. Mas não sou contra o uso da energia nuclear, desde que se invista muito mais no estudo dos seus processos e na melhoria dos procedimentos de segurança.
Quanto à foto, quase que me assustaste! :) Mas se querias uma central nuclear, podias ter ido à fronteira Portugal-Espanha. Há uma algures para o Norte e bem velhinha.. assim daquelas que se existir uma catástrofe natural, vai de certeza dar asneira e afectar todo o Portugal...

06
Gravatar Mfc
em 2011-03-28 15:57:27

... mas temos junto à nossa fronteira uma das centrais nucleares espanholas!
Não podemos estar descansados!

07
Gravatar Willem
em 2011-03-28 16:19:49

Nice photo

08
Gravatar Clarice
em 2011-03-28 17:54:56

Energia nuclear, não obrigada!

mas... para alguns fins, todos relacionados com a vida, mas nunca com a morte!

09
Gravatar Jorge Monteiro
em 2011-03-28 18:03:10

Seja de onde for a fotos, está excelente... gostei muito, mesmo!
Parabéns.

10
Gravatar Iris
em 2011-03-28 23:36:19

tenho pensado nisso mas não tenho a opinião completamente formada. é uma questão simples de resposta complexa, a exigir muita informação (mas fica completamente excluída desta reflexão a questão do armamento) .
em relação a isto, como a muitas outras coisas (como o nosso modelo de organização social, por exemplo, que tanto tem feito sofrer o mundo, e muito para além do ocidental), penso que tem que haver uma clara consciência dos limites do poder do ser humano sobre a natureza e sobre si próprio. a ambição económica (é sempre disso que se trata) "esquizofreniza" o mundo, cria realidades parcelares e paralelas nas quais, inevitavelmente, deixaremos de nos reconhecer mais tarde ou mais cedo.
a favor ou contra a energia nuclear? uma questão que poderá ter que ser atalhada com outras questões. para "investigar" e chegar a respostas consistentes, que não se esqueçam depois de agora.
a foto é muito expressiva, tem cheiro e um pouco de falta de ar.

11
Gravatar Tossan
em 2011-03-29 03:19:56

Isso dá um medo meu amigo, mesmo acontecendo lá do outro lado do mundo...A foto é que interessa agora e é excelente. Abraço

12
Gravatar The Dear Zé
em 2011-03-29 12:01:32

pois, o cagaço é grande. mas sobra sempre o problema da energia que não temos...

13
Gravatar Alex
em 2011-03-29 13:12:13

é uma energia limpa.. mas a sua "limpeza" contrasta com a sua perigosidade... ainda para mais em paises tao atreitos a sismos e afinn, é um perigo... apesar de nao ter uma opiniao mto formada, acho q sou contra..

14
Gravatar Óscar
em 2011-03-29 17:13:52

Até hoje ........achva que era um mal necessário...

Agora e tendo em conta a evolução dos desastres naturais e a sua dimensão...cada vez mais e cada vez maiores...É URGENTE desactivar todas as centrais nucleares....
Certamente passaremos uma decada de muitas dificuldades......fome, guerra entre outras, mas é possível continuar, doutra forma caminhamos a passos largos para uma catastrofe à escala mundial...

15
Gravatar Ruimnm
em 2011-03-30 18:02:34

o João já explicou que maremoto e tsunami não são a mesma coisa. está explicado.

agora, centrais nucleares em Portugal? Mas JÁ AS TEMOS! bem perto da nossa fronteira, em Espanha. E em caso de acidente não há fronteiras que nos valham! há que não esquecer isto quando se discute o perigo desta tecnologia.

16
Gravatar F3lixp
em 2011-03-30 21:01:01

Não, não concordo, já vimos que existem imensas alternativas e felizmente somos dos melhores a países a colocar grande parte em prática. ;)

17
Gravatar Quetzal
em 2011-04-03 14:51:41

Acho que para além deste perigo relacionado com catástrofes naturais, a energia nuclear não pode ser considerada ecológica como muitos cientistas têm vindo a dizer, a menos que encontrem uma solução definitiva para destruir os resíduos de urânio empobrecido que estas centrais produzem...

18
Gravatar Remus
em 2011-04-04 20:07:04

Muito obrigado pelos vossos comentários e opiniões.

Eu sei que a Espanha tem centrais nucleares, mas isso não quer dizer que ache que Portugal também o deveria ter. Acho que Portugal está a fazer uma aposta acertada nas energias renováveis e que a deverá manter, em detrimento de uma aposta no nuclear.
Em relação à questão do maremoto versus tsunami, não concordo com as vossas explicações. O próprio dicionário diz que são a mesma coisa:
«Maremoto: Alteração da superfície do mar, com altura elevada e poder destrutivo na costa, provocada por um sismo, por uma erupção vulcânica ou por um desmoronamento submarino; tremor do mar. = tsunami».
«Tsunami: Alteração da superfície do mar, com altura elevada e poder destrutivo na costa, provocada por um sismo, por uma erupção vulcânica ou por um desmoronamento submarino. = maremoto».
A título de exemplo, desde a primária que aprendi que em 1755 aconteceu um terramoto e um maremoto em Lisboa. Só recentemente é que passei a ouvir falar em Tsunamis. Mas pelos vistos é mais um estrangeirismo que veio para ficar.
Rue Du Lavoir: Merci!
Willem: Thanks.