Hiperbolóides truncados
Hiperbolóides truncados

f AnteriorSeguinte e

Até agora já existem 20 pontos de vista.
Comentar
01
The Dear Hunter
em 2011-05-30 22:16:57

"hiperbolóides truncados" titulo fantástico para um conto de ficção cientifica ou coisa assim. e o 2º capitulo seria "diagonais pixelizadas"...

02
Fábio Martins | Fotografia
em 2011-05-30 22:40:04

Gosto mais da do lado direito pois ficou com um azul mais bonito em relação ao azul da outra imagem. A perspectiva é interessante Remus.

03
Rute
em 2011-05-30 22:50:31

Grandes fotos! Também gosto mais da que está do lado direito do monitor, por causa dos tons, tanto do azul como do branco que estão muito mais 'fortes' e radiosos.
1 beijo:)

04
Existe Um Olhar
em 2011-05-30 22:51:08

Senhor engenheiro:)))..gostei da explicação e mesmo com toda a boa vontade não sou capaz de dar solução ao problema que expõe, contudo uma coisa eu sei, estes detalhes ficaram soberbos:)))

05
Existe Um Olhar
em 2011-05-30 22:52:32

Ah..e agora reparo na escolha da semana..uma rosa amarotada, velha, já gasta e cansada:)))
Muito obrigada pela simpatia

06
Anna's Gallery
em 2011-05-31 01:00:37

São duas perspectivas diferentes e compreendo a sua história, no entanto a nível fotográfico confesso que a fotografia da direita é mais atractiva, talvez devido aos tons do céu :)

07
Mfc
em 2011-05-31 08:32:09

E assim a fotografia subverte a realidade!

08
Willem
em 2011-05-31 10:13:53

Beautifully done

09
Nuno Monteiro
em 2011-05-31 12:14:55

Nicely done. Belo enquadramento que encontraste.

10
Manuel Hompanera
em 2011-05-31 14:44:54

Unos puntos de vista magníficos.Buen trabajo.

11
Aa
em 2011-05-31 19:18:40

Desta vez nem vou dizer nada das fotos... apenas que adorei este título!!! Muito à frente mesmo!!! LOL

12
Jorge Monteiro
em 2011-05-31 20:02:09

Gostei muito das perspectivas e dos conrtastes entre luzes e sombras. Se estas fotos fossem minhas... já estavam a p&b...
Parabéns por mais duas excelentes fotos.
Um abraço.

13
Helder Ferreira
em 2011-06-01 20:12:39

Gosto das perspectivas, mas não gosto do recorte que algumas faces têm (linhas brancas estouradas que definem a fronteira entre o azul e o branco da ponte).
Provavelmente foram causados pela hora do dia em que tiraste a foto. Eu vou apostar que era meio dia. :)

14
Iris
em 2011-06-01 22:15:39

a Ponte de S. João como nem ele próprio alguma vez a viu! apesar de gostar mais do contraste da segunda, a primeira é fantástica - a perspetiva e a luminosidade merecem uma dimensão, tipo... gigante... :-)

15
Quetzal
em 2011-06-03 16:15:07

Boa cor e nível de contraste, achei interessante a imagem composta. Agora esse título parece o nome de um filme futurista looool

16
Zus
em 2011-06-03 22:21:20

Beautiful white bridge (?) against clear blue sky. Shots from opposite side are nicely shown.

17
Ruimnm
em 2011-06-04 16:18:06

excelente perspectiva. de um lado e do outro do sol (que estourou um pouco, aqui e acolá as imagens).
vista assim, parece um grande martelo de espeleologia! ;)

18
Alex
em 2011-06-05 13:02:11

ainda deu para aprenderes alguma coisa sobre hiperboloides :D a matemática a dominar... ;) :)

gosto da imagens, particularmente a do lado direito... mto fixe...

19
Remus
em 2011-06-06 18:45:40

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

the dear Hunter: Com mais dois capítulos, já podíamos publicar um livro. :-)
Willem and Zus: Thanks!
Helder Ferreira: Não deves ter falhado por muito. :-P
alex.: Tu vês matemática em tudo... :-)

20
Rue Du Lavoir
em 2011-06-08 11:15:13

Des lignes graphiques superbe. Un duo de photos très réussie...

Comentar

 

A ponte ferroviária de São João e os seus viadutos de acesso têm uma extensão total de 1140 metros. O tabuleiro da ponte está estabelecido à cota de 66 metros. Os dois pilares principais, cada um dos quais foi fundado sobre 130 micro-estacas de betão armado, constituídas por 5 varões de aço com 50 mm de diâmetro e com 12 metros de extensão, cravadas no fundo rochoso do rio. Sobre as cabeças das micro-estacas foi construído um maciço de embasamento, em betão armado, com 14 metros de diâmetro. Nesse embasamento nasce o pilar oco, em betão armado, que começando por ter a forma circular com 12 metros de diâmetro, se desenvolve como hiperbolóide truncado por 4 superfícies parabólicas.

Devido à junção das duas fotografias e consequente redimensionamento, as linhas diagonais da ponte ficaram algo «pixelizadas». Se alguém souber explicar como minimizar esse efeito, fico agradecido.

Informação exif da fotografia do lado direito: Abertura: f 5.6 • Velocidade do obturador: 1/750 sec • Distância focal: 6 mm


 

#1352 • Publicação: 2011-05-30
Grupo: Urbanismos
Máquina: KODAK DX6490
Abertura: f 4 • Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/750 sec
Flash: Não Disparado

Já viu estas fotografias?

Como um sorrisoCertos olharesCastelo de VideMomento de gulaEspera proveitosaHá gente«Zinnia Elegans»Pousa pés


Escolha da semana

Efémera
Efémera: Explosão de cor
Explosão de cor


Ver outras escolhas da semana



As fotografias publicadas neste sítio, não poderão ser copiadas, alteradas ou distribuídas sem a autorização expressa do autor.
No images, may be reproduced, retransmitted or distributed in any way, without the prior express permission of the author.
2004 - 2014 © Pontos de Vistas
Flinpo
Google+
Facebook
Photoblogs
Coolphotoblogs
Coolphotoblogs PdV
Vfxy Photos