Anjos que prometestes
Anjos que prometestes

f AnteriorSeguinte e

Até agora já existem 23 pontos de vista.
Comentar
01
Manuel Hompanera
em 2012-01-14 09:02:09

Una compo muy bien cuidada con una buena exposición.Buen trabajo Remus.

02
Iris
em 2012-01-14 13:07:16

afinal os anjos existem e revelam-se através dos nossos cinco sentidos. assim nos contas na intensidade da promessa desta imagem

03
Yz
em 2012-01-14 13:26:33

beautiful, love the framing

04
Dalmeida
em 2012-01-14 13:27:39

Linda de morrer. Uma pessoa bem pode olhar para uma coisa destas e sentir, nem que por momentos, que não precisa de mais nada na vida. Um arrebatamento.
Lindo poema, tudo perfeito.

05
Ana Lúcia
em 2012-01-14 14:18:41

Estes momentos são inesquecíveis, maravilhosos e únicos. A presença das aves deu mais dinâmica à imagem.

06
Pedro Alves
em 2012-01-14 14:41:52

Bonita. Muito bonita.
E o poema a condizer.
E parece que andamos sintonizados (mas vais ter de esperar...)

07
Dida
em 2012-01-14 15:17:48

Costumo chamar a esta hora:
"A hora das gaivotas"
Uma hora encantada. De brisa suave. De chamamento das aves que parecem seguir o guia dourado, até por fim se juntarem em bandos nas areias da praia ou nos beirais.

Enquanto ao longe, a perder de vista, as cores vão escurecendo... fica a pairar a melancolia numa promessa de um novo dia, um novo amanhecer...

Preciso dizer que gosto? ;-)

08
Willem
em 2012-01-14 16:20:10

Beautiful to see the birds in this lovely sunset photo.

09
Ruimnm
em 2012-01-14 16:53:14

lindo momento de afogamento solar.

10
Adelina Silva
em 2012-01-14 16:53:57

Olha o mar a engolir o sol... um duelo de titãs!!! A cor rubra está esplêndida!

11
Existe Um Olhar
em 2012-01-14 22:28:40

Por mais pôr-do -sol que veja sinto sempre um encantamento especial e este não é excepção. O sol que brinca ao esconde esconde, mas que encontraste com especial beleza.

12
Zekarlos
em 2012-01-14 22:32:46

Grande momento, muito bom.

13
Mfc
em 2012-01-14 22:36:35

É este o momento porque anseio quase todos os dias!
O momento em que o MEU dia começa!

14
João Mourão
em 2012-01-15 11:33:48

O poema é bom. Mas como isto é um fotoblogue, o que interessa é a foto. Em absoluto esta é a tua zona. Acho que a composição não ajuda porque o motivo é em si o por do sol. Já a foto dos garfos está sublime.

15
Roadrunner
em 2012-01-15 11:59:02

Muito bem, muito bem, está espectacular!

Saudações!

16
Nuno Monteiro
em 2012-01-15 13:51:18

Um controlo da exposição e um enquadramento exemplares.

17
Alex
em 2012-01-15 16:28:51

o poema é sublime.. a imagem está brutal. tecnicamente sem mácula...

18
Rute
em 2012-01-15 17:09:40

Um pôr-do-sol maravilhoso...fico sempre encantada com momentos como este! as cores aquecem-nos e as gaivotas, sendo apenas pequenos pontos escuros, enriquecem a fotografia. O poema é também muito belo e encaixa mesmo muito bem com a imagem. tens aqui um post repleto de sensibilidade...
1 beijo:)

19
L Reis
em 2012-01-15 18:32:52

Já venho, vou ali buscar a minha "chaise longue", uma bebidinha com algum teor alcoólico, uma mantinha para aconchegar os tornozelos e um livrito para pôr ao lado, só para enfeitar e dar um ar culto. Terapeuticamente recomendada, esta fotografia! :)

20
Sérgio Pontes
em 2012-01-15 19:14:44

Bom pôr-de-sol, também vou ter alguns brevemente no meu blog =)

Abraço

21
Richard Geven
em 2012-01-15 20:24:29

PSSSSSSSSSSSSSSSS>...........
Wonderful Remus!!!

22
Ricardo Ríos
em 2012-01-17 22:51:51

Una fotografía excelente, unos colores y un momento increíbles, enhorabuena!!

23
Remus
em 2012-01-20 19:43:41

Muito obrigado pelos vossos comentários.

yz, Richard Geven and Willem: Thanks!
dida: Acho que deu para perceber que sim. :-P
L.Reis: A Lina é culta dos pés às pontas dos cabelos.

Comentar

 

Os anjos que prometes são apenas
o rosto triste dos dias desolados.
Eu não prometo nada, sou alegria.
Aceito os anjos nos beijos que me dás,
pondo rosas nos teus dedos descuidados.

Poema «Quase Madrigal» de Eugénio de Andrade


#1519 • Publicação: 2012-01-14
Grupo: Água
Máquina: NIKON D90
Abertura: f 5.6 • Distância focal: 200 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

Já viu estas fotografias?

Uma cidadeAlimento dos deusesUma e vintePara alguns é muito mais fácilMicobionte e fotobionteSanta Maria da DevesaGarfologiaTelecadeiras


Escolha da semana

Efémera
Efémera: Explosão de cor
Explosão de cor


Ver outras escolhas da semana



As fotografias publicadas neste sítio, não poderão ser copiadas, alteradas ou distribuídas sem a autorização expressa do autor.
No images, may be reproduced, retransmitted or distributed in any way, without the prior express permission of the author.
2004 - 2014 © Pontos de Vistas
Flinpo
Google+
Facebook
Photoblogs
Coolphotoblogs
Coolphotoblogs PdV
Vfxy Photos