Pontos deVistas

Dizem que todos nós temos um lado bonito... portanto eu sou um círculo.

Ilusões de claridade Anterior Seguinte

Ilusões de claridade

       Anterior Seguinte       
Há em todas as coisas
a marca estranha
da minha presença.

Sons, palavras, imagens,
tudo eu desfiguro e torno falso.

As pessoas, à minha volta,
deslizam vagamente como sonâmbulos
- fantoches ocos de lenda...

Os sons,
se logram atravessar portas e janelas,
partem-se
no lajedo frio dos meus olhos.

Vai-se o sol
Onde o meu pensamento das trevas se poisa.

Oh! as minhas ilusões de claridade!

Poema «Indução» de Fernando Namora.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1537
Publicação: 2012-02-07
Grupo: Preto e Branco
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5
Distância focal: 82 mm
Velocidade do obturador: 1/200 sec
Flash: Disparado

  Mais fotografias

Eternidade Árvore de sombra O Espírito do amor Uma e vinte Duas moscas Deixo escorregar Dias de luz perfeita Bicolor

  Escolha da semana

Questiuncas: P52-A - 47
Questiuncas: P52-A - 47

  Comentários

Existem 17 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Cr
em 2012-02-07 12:53:54

Grande foto, grande poema!
Abraço.

02
Gravatar Willem
em 2012-02-07 16:25:29

Pretty fragile and delicate picture

03
Gravatar Rian
em 2012-02-07 17:03:53

Eu gosto da simplicidade capturado e apresentado nesta imagem de vocês .. bom tiro .. :)

04
Gravatar Rute
em 2012-02-07 17:46:17

É um poema triste e belo, com muito sentimento. a escolha do P&B acentua esse sentimento de tristeza ou de melancolia...algo por aí...gosto muito da simplicidade da fotografia. O conjunto está em perfeita sintonia e 'mexe' cá dentro.
1 beijinho:)

05
Gravatar Fábio Martins
em 2012-02-07 18:06:11

Foto caseira?
Ficou interessante até mas gostava de ter visto a cores. Uma flor sem cor é como uma vida sem mulheres :o)

06
Gravatar Clarice
em 2012-02-07 20:35:25

Muito bonito, Remus... mais uma palavra minha e estrago o que leio por aqui... :)
(É das minha preferidas)

07
Gravatar Anna's Gallery
em 2012-02-07 21:11:52

Gosto muito da opção do preto e branco dando realce das diferente tonalidades das folhas... em cinzento.

O cigarro está presente porque o tem a da sessão era os vícios :)

08
Gravatar Manu
em 2012-02-07 21:57:05

Tudo a condizer..foto e poema.
A prova que coisas simples dão grandes fotos.

09
Gravatar Iris
em 2012-02-07 22:55:15

são coisas assim que por vezes nos fazem não querer nada com a realidade. bela fotografia, com poema e sem poema. seja como for, a nudez nunca engana a beleza

10
Gravatar Tossan
em 2012-02-08 02:24:03

Gostei do fundo branco, a foto é excelente! O poema é muito profundo! Abraço

PS: Meu nome é Fernando e também namoro....rs...

11
Gravatar Hellag
em 2012-02-08 11:13:00

poema e foto que dão para pensar :)

12
Gravatar Yz
em 2012-02-08 11:44:12

i can feel the light wind

13
Gravatar Dida
em 2012-02-08 21:47:46

Dias em que a claridade ofusca a cor e a esbate tornando-a num quase cinza, ou numa quase qualquer coisa, que pode ser, o pensamento do poeta.
Abraço e obrigada pela simpatia - essa sim - colorida.

14
Gravatar Roadrunner
em 2012-02-08 22:19:31

Já vi que estamos numa de flora poetisada...

Saudações!

15
Gravatar Alex
em 2012-02-09 01:16:24

uma high key mto bem conseguida... grandes detalhes... e contraste perfeito!

16
Gravatar Mfc
em 2012-02-10 19:33:17

Que mais é preciso que o simples... quando é belo?!

17
Gravatar Remus
em 2012-02-14 13:36:36

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

Willem, yz and rian: Thanks!
Fábio Martins: Se por foto caseira, quiseres dizer uma fotografia tirada dentro de casa, então a resposta é não. A fotografia foi tirada ao ar livre e com as folhas ainda presas aos ramos da árvore. :-)
clarice: Um obrigado especial. :-)
tossan: Ainda bem que assim é. :-P