Já não vivo, só penso
Já não vivo, só penso

f AnteriorSeguinte e

Até agora já existem 28 pontos de vista.
Comentar
01
Luís Lapa
em 2012-03-21 23:49:54

Bonita perspetiva!!

02
João Menéres
em 2012-03-22 00:52:25

Imagem muito bem pensada e executada.

Parabéns e um abraço.

03
Mfc
em 2012-03-22 01:04:42

Intrigante... mas lindo na mesma!

04
Carlos Sereno
em 2012-03-22 08:34:01

O resultado final é bastante interessante, mas confesso que não consigo perceber o que é. A verdadeira essência do abstracto :-)

Obrigado pela sua visita e comentários no meu blog.

Carlos Sereno

05
Dix
em 2012-03-22 10:16:01

Não uso tanto quanto devia... mas a 50mm é uma lente fantástica!
Abraço

06
Hellag
em 2012-03-22 14:29:24

e por pensares, VIVES! :)

07
Willem
em 2012-03-22 16:42:43

Excellent focus, as always.
Nice b/w editing.

08
Rute
em 2012-03-22 17:14:22

Depois de ler o poema associei-o à imagem e vi-a como se fosse uma visita ao interior do nosso cérebro...vi este abstracto como fios ou linhas do pensamento e as bolinhas como as ideias que saem deles, tudo num constante movimento...grande imagem para ilustrar o pensamento! Uau...Adorei:))
1 beijo

09
Alex
em 2012-03-22 23:03:50

olhei... olhei... gostei... ainda gostei mais... e fiquei sem perceber o que é... :)

10
Zekarlos
em 2012-03-22 23:22:21

Bolas, que grande composição e perfeita PC. Gosto mesmo muito desta foto. Abraço

11
Paulo | Photos
em 2012-03-23 00:02:24

muito engraçada a composição!

gosto! :)

12
Ruimnm
em 2012-03-23 18:07:10

um grande abstracto.
oparece que caem e se enterram nas nossas cabeças...

13
Ana Lúcia
em 2012-03-25 00:38:58

Faz-me lembrar uma marimba. ;)

14
Kaipiroska
em 2012-03-25 02:11:48

Gosto gosto gosto. Cada vez mais gosto deste tipo de fotos, em que não sabemos o que é, mas que gostamos do que vemos ;)

15
Janina
em 2012-03-25 07:18:54

Intriguing. I like.

16
Iris
em 2012-03-25 11:09:49

para o melhor e para o pior, a vida para o ser humano só se dá com pensar e sentir. nesta fotografia sente-se uma chuva de ideias prestes a tocar subtil mas firmemente na pele no nosso cérebro :-). muito bela e um belíssimo pensamento, uma belíssima ideia

17
Max
em 2012-03-26 12:25:03

Original!
I like your photoblog.

18
Sérgio Pontes
em 2012-03-26 22:06:05

Muito gira mesmo, o que é?

19
Remus
em 2012-03-27 07:37:48

Muito obrigado pelos vossos comentários.

Carlos Sereno, alex. e Sérgio Pontes: Nem eu sei se a peça tem alguma utilidade especifica, por isso acho que é uma peça meramente decorativa.
Willem, Max and janina: Thanks.

20
Sandra Rocha
em 2012-03-27 09:13:21

Adorei, está fantástica esta perspectiva.

21
Jmv
em 2012-03-27 09:58:04

Gosto bastante desta,decididamente!

22
Rue Du Lavoir
em 2012-03-28 14:50:30

Photo very graphic and minimalist. I love this composition.
Simple at first. Very subtle on a second reading. Great photo!

23
Alex
em 2012-03-30 15:54:41

mesmo assim nao disseste o que é!!! :)

24
Remus
em 2012-03-30 16:45:17

Alex.: A peça é isso que se vê: Uns arames com umas bolas nas pontas, que formam uma espécie de molho.

25
Domlortha
em 2012-03-30 18:44:18

I don't know what it is, but it's reaaly nice!! Great find and composition!
Have a nice day.

26
Quetzal
em 2012-04-02 13:03:40

Fantástica imagem, as vezes a imagem mais simples é aquela com mais impacto!

27
Nuno Monteiro
em 2012-04-07 15:02:38

Espetacular a composição e o DoF. Vou-te roubar a foto para o desktop :)

28
L Reis
em 2012-04-22 18:19:45

...este é o problema de eu ir de férias...é que sofrer um bocadinho em cada dia é uma coisa, outra é sofrer por atacado, como está a acontecer nos últimos 20 minutos...sendo que esta me deixou num frenezim pouco digno...
Absolutamente espetacular!

Comentar

 

Já não vivo, só penso. E o pensamento
é uma teia confusa, complicada,
uma renda subtil feita de nada:
de nuvens, de crepúsculos, de vento.

Tudo é silêncio. O arco-íris é cinzento,
e eu cada vez mais vaga, mais alheada.
Percorro o céu e a terra aqui sentada,
sem uma voz, um olhar, um movimento.

Terei morrido já sem o saber?
Seria bom mas não, não pode ser,
ainda me sinto presa por mil laços,

ainda sinto na pele o sol e a lua,
ouço a chuva cair na minha rua,
e a vida ainda me aperta nos seus braços.

Soneto «Já não vivo, Só penso» de Fernanda de Castro


Partilhe:

 

#1570 • Publicação: 2012-03-21
Grupo: Preto e Branco
Máquina: NIKON D90
Abertura: f 4 • Distância focal: 50 mm
Velocidade do obturador: 1/60 sec
Flash: Não Disparado

Já viu estas fotografias?

Prancha deslizanteDestino universalExistência dupla«Holstein Frísia»
Irreprimível naturezaBicolorEstudo da locomoção«Anthurium Andraeanum»


Escolha da semana

To whom it may concern
To whom it may concern: IJsvogel, Alcedo atthis
IJsvogel, Alcedo atthis


Ver outras escolhas da semana



As fotografias publicadas neste sítio, não poderão ser copiadas, alteradas ou distribuídas sem a autorização expressa do autor.
No images, may be reproduced, retransmitted or distributed in any way, without the prior express permission of the author.
2004 - 2014 © Pontos de Vistas
Flinpo
Google+
Facebook
Photoblogs
Coolphotoblogs
Coolphotoblogs PdV
Vfxy Photos