Pontos deVistas

A fama é um afrodisíaco potente.

Real de Água Anterior Seguinte

Real de Água

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

Para ajudar a pagar esta obra, foi criado o primeiro IVA (Imposto sobre o valor acrescentado) português. Esse imposto tinha o nome de "Real de Água" e recaía sobre praticamente todos os bens de consumo. Foi um imposto de existiu mais de três centenas de anos, e só foi abolido com a implantação da República.
Realizar esta obra foi tão dispendioso, que para além do imposto "Real de Água, foram criados outros impostos no mínimo curiosos, como por exemplo, o pagamento de uma multa a quem faltasse à procissão do Corpo de Deus.
É uma construção com uma extensão de 7054 metros, formada por quatro ordens de arcos, com 31 metros de altura, sustentados por robustos contrafortes. Na sua totalidade, possui 843 arcos e algumas galerias subterrâneas com mais de 6 metros de profundidade.

Para ver se alguém sabe, apesar de não ter dúvidas que todos sabem (pelo menos os que por lá já passaram), que obra é esta e onde é que fica situada?

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1968
Publicação: 2013-08-29
Grupo: Urbanismos
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 5.6
Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/500 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Sem cabeça Cada vez mais seco Arroz Dahlia Negra flor Desmoronando-se permanece Rio de ouro Cinema

  Escolha da semana

To whom it may concern: Torenvalk, Falco tinnunculus
To whom it may concern: Torenvalk, Falco tinnunculus

  Comentários

Existem 16 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Manu
em 2013-08-29 10:49:27

Como estive aqui há pouco tempo acho que não me vou enganar se disser que se trata do aqueduto de Elvas. O que eu não sabia era sobre os impostos que foram precisos para construir esta obra, concluindo, a história repete-se nos nossos dias, só falta obrigarem-nos a ir à missa aos Domingos, mas por este andar deve faltar pouco :P
Sobre a foto a perspectiva ficou excelente.

02
Gravatar Ana Lúcia
em 2013-08-29 11:30:13

"Real de Água"!!!! Primeiro IVA!!! Que fúria!!! Podemos não ter nada nesta vida, mas os malditos dos impostos podemos contar sempre com eles.
Eu não sei onde fica, mas vou acreditar no/a Manu.

03
Gravatar João Menéres
em 2013-08-29 11:42:22

Sim, é o Aqueduto de Elvas, a caminho de Vila Fernando!
Oh, REMUS! Então até aqui no PONTOS DE VISTAS não nos podemos esquecer dos impostos em pleno período de férias?
Francamente...

Um abraço.

04
Gravatar Questiuncas
em 2013-08-29 11:47:34

Depois de ler os comentários anteriores, posso informar que este aqueduto é o de Elvas.
As coisas que eu sei (ler).
A única vez que passei por Elvas, foi numas férias que ia a caminho de Torremolinos.
Portanto de Elvas, além do aqueduto (que fiquei a conhecer agora), conheço auto estrada e a música do Paco Bandeira.

05
Gravatar Chica
em 2013-08-29 12:28:00

Simplesmente maravilhosa essa foto! Adorei ver o céu também! abraços,chica

06
Gravatar Willem
em 2013-08-29 20:28:58

Beautiful view and photo Remus.

07
Gravatar Ana Lúcia
em 2013-08-29 21:23:51

:P O Aqueduto da Amoreira, no concelho de Elvas, classificado pela UNESCO como Património Mundial em 2012, considerado o maior aqueduto da península Ibérica. E uma vista aérea?

08
Gravatar Elisa Fardilha
em 2013-08-29 22:12:03

Não conheço ao vivo.

Magnífica foto com cheirinho a Outono.

Beijinhos.

09
Gravatar Carlos Sereno
em 2013-08-29 23:07:48

Ssssshhhhh! Não relembre essas histórias dos impostos que ainda dá ideias aos nossos governantes. :)
Não quer que ainda me obriguem a ir às procissões, à missa ou coisas assim, quer?

10
Gravatar Tossan
em 2013-08-29 23:11:12

Se ergue sobre o vale de Alcântara, um dos bilhetes postais de Lisboa, com origem na nascente das Águas Livres, em Belas, Sintra. Espero não estar enganado, já estou ficando velho.
Bela foto! Abraço

11
Gravatar Helena Prata
em 2013-08-29 23:44:41

De Elvas só conheço a música :-D e esta obra vista à distância parece já ter pouco de original... já a mania de aumentar impostos, essa é coisa que por aqui parece que vai durar mais que esse aqueduto...

12
Gravatar André M
em 2013-08-29 23:45:51

A pasta de dentes, uma vez saída do tubo, dificilmente volta atrás. É o mesmo principio dos impostos. Uma vez inventados, mudam de nome, de intensidade, mas acompanham-nos pelos séculos dos séculos... real de água, décimas, fintas, derramas, etc...
O aqueduto, diria que é em Elvas ou Estremoz...

13
Gravatar Roadrunner
em 2013-09-01 11:38:55

Elvas.

14
Gravatar Alex
em 2013-09-01 23:04:14

não teria grandes dúvidas a afirmar q é o aqueduto de elvas... há algo nesta imagem q me desgosta... a regra dos terços meia de esguelha... será isso?!

15
Gravatar Vera Cymbron
em 2013-09-04 21:07:53

Não gosto tanto... porque o muro deveria ficar direitinho com o horizonte...

16
Gravatar Remus
em 2013-09-11 09:46:48

Muito obrigado pelos vossos comentários.

A primeira pessoa a comentar, foi logo a primeira pessoa a acertar. Mas também as perguntas não eram difíceis. ;-)
Manu: Certíssimo. ;-)
Questiuncas: Estou a ver que é daqueles que prefere conhecer primeiro lá fora e só depois é que conhece cá dentro...
Willem: Thank you.
Ana Lúcia: Vista aérea? Sei que sou um anjo, mas ainda não tenho asas... :-)
Tossan: Este não é o de Alcântara. Este fica mesmo em Elvas, bem próximo de Espanha.
Alex: Sim, concordo. Não consegui tirar um bom partido do "bicho".
Vera Cymbron: Mas... se ele está inclinado. Era o mesmo que tirar uma fotografia direitinha da torre de Pisa. ;-)