Pontos deVistas

A vida já é curta, mas nós tornamo-la ainda mais curta, desperdiçando tempo.

Flor em água de outono Anterior Seguinte

Flor em água de outono

       Anterior Seguinte       

#Flora

Ali, sozinho
no recanto daquele velho lago
de águas contaminadas e negras
dum jardim que já ninguém visita,
cresceu o nenúfar.
E desabrochou em flor...
uma flor
que contra toda a evidência
teima em edificar um molhe,
qual couraça,
que só ela sabe indispensável à vida.

Cada dia,
em silêncio,
apoderou-se dos olhares sequiosos
de uma ou outra criança que por ali passava
e o tentava roubar,
com mão insegura, hesitante mas atrevida,
à quietude do velho lago.

Cada noite,
em segredo,
contemplou o porte altivo daquele candeeiro
de luz mortiça que o tempo esqueceu,
também ele abandonado à esquina
dum jardim que já ninguém visita
onde, debaixo dele, montou residência fixa
um vagabundo errante
e esquecido da vida.

Cada noite,
cada dia,
em silêncio e em segredo
decorou o eco dos passos vazios
que deixavam poemas de dor e solidão escritos
nas pedras daquela calçada;
cada dia,
cada noite,
contemplava as pedras desse lago
e lia nelas signos impossíveis de traduzir
o outono da vida
que não tardaria a chegar.

Como tu
que tantas vezes, e sempre, caminhas
erecta e firme
sem te dobrares ao tempo, se te é agreste,
sem te dobrares aos espinhos da vida
que se atravessam no teu caminho,
construindo a luz
quando o dia tem mais bruma,
semeando estrelas no mapa da vida
mesmo quando ela tem mais espinhos.

Excerto do poema da música «Nenúfar, mulher, navio, onda, poema» de Álvaro Giesta.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2088
Publicação: 2014-02-03
Grupo: Flora
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5.6
Distância focal: 105 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Nas trevas Barco negro Quando a cabeça não tem juízo Não te deixes apagar Porta ou afins Canguru no trono Que me acalma a ansiedade Ninguém leva a mal

  Escolha da semana

Efémera: Alta Velocidade
Efémera: Alta Velocidade

  Comentários

Existem 20 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Photo Attraction
em 2014-02-03 11:30:02

Bem bonita.
E gosto especialmente do contraste entre a beleza da flor contra a tristeza das folhas mortas.

02
Gravatar Questiuncas
em 2014-02-03 13:39:04

Excelente composição.
Só uma pergunta, a ponta da folha do lado dieito, não está branca demais?
E também excelente escolha da semana.

03
Gravatar Rute
em 2014-02-03 14:06:13

Sabes, adorei o título! Só por si é já um poema. concordo com as palavras do Pedro em relação ao contraste. é uma fotografia que muito me agrada.
1 beijinho

04
Gravatar Elisa Fardilha
em 2014-02-03 15:57:57

Num prenúncio de morte renasce a vida!

Magnífica foto!

Beijinhos.

05
Gravatar Kaipiroska
em 2014-02-03 16:26:21

O nenúfar é tão perfeito que até parece de plástico. Mas não é, pois não, hã... hã??...

06
Gravatar Willem
em 2014-02-03 17:40:59

Photographed from a stunning high point, lovely photo as result.

07
Gravatar Roland Theys
em 2014-02-03 17:53:22

Wonderful!

08
Gravatar Ana Lúcia
em 2014-02-03 21:20:00

Mas que linda Remus! Mesmo um "cheirinho" quente para aquecer estas noites frias e chuvosas. :)

09
Gravatar Manu
em 2014-02-03 22:01:39

Lindo este contraste entre as folhas velhas e o nenúfar que nasce sempre nos lugares mais pantanosos. Este amarelo deu vida à foto, está perfeita!

10
Gravatar Clarice
em 2014-02-03 22:29:07

Adoro as folhas... é que as flores têm sempre a mania que são as mais belas do mundo, sempre achei as flores assim para o vaidoso e quantas são as vezes são as folhas o mais bonito da flor... :)

11
Gravatar Cristina Ferreira
em 2014-02-03 23:44:36

O contraste da folha seca com a juventude da flor.

12
Gravatar Lis
em 2014-02-04 13:03:51

Muito bonita Remus
E e a letra da música é também expressiva.
Feliz a musa que a inspirou.
Bela escolha!
um abraço

13
Gravatar Marco C
em 2014-02-04 18:02:10

é que não podias mesmo dizer mais nada no shoot me! aos outors seguidores eu juro que não ando combinado com o remus p publicar florzinhas...mas parece. Esta flor está com um detalhe incrível e é tão simétrica que parece feita à mão

14
Gravatar Helena Prata
em 2014-02-05 00:11:46

Uma flor de uma perfeição incrível muito bem registada. Bom nível de detalhe.

15
Gravatar L Reis
em 2014-02-05 10:30:43

Tenho a certezinha absoluta que a Kaipiroska tem razão. Ele anda com florzinhas de plástico dentro do bolso, para as colocar em sítios com "água de outono" e folhas secas que se despedem até outra primavera... agora que falo nisso aquelas folhas também têm um ar suspeito...

16
Gravatar Alex
em 2014-02-05 18:41:04

até fica estranho no meio de "tanto castanho" esta linda flor... :)

17
Gravatar Dida
em 2014-02-07 12:40:35

Está maravilhosa. Adoro

18
Gravatar Roadrunner
em 2014-02-10 15:10:27

Poesia fotográfica...

19
Gravatar Remus
em 2014-02-15 16:41:43

Muito obrigado pelos vossos comentários.

Questiuncas: Está. A fonte de luz estava posicionada à esquerda e para tentar encontrar algum equilíbrio de luz na fotografia, já que o lago estava relativamente na sombra, tive que sacrificar as pontas das pétalas que estavam mesmo de frente para a luz. Estou desculpado? ;-)
Kaipiroska e L Reis: É um nenúfar completamente verdadeiro.
Willem: Thank you.
Roland Theys: Merci.

20
Gravatar Rue Du Lavoir
em 2014-02-19 13:14:57

Excellent. A marvel. My compliments.