Pontos deVistas

Todos têm memória fotográfica, só que alguns não têm filme.

O mercado compra votos Anterior Seguinte

O mercado compra votos

       Anterior Seguinte       

#General

O Mercado do Bolhão é, no género, se não o maior, dos maiores da Europa. Em superfície e grandeza arquitectónica.
Está a cair. Uma vergonha e uma incompetência.
Os tectos de ambos os andares estão escorados por tubos de ferro que assentam lá em cima em tiras de madeira. O andar superior espera que o derrubem. Tudo fechado. As lojinhas devolutas apodrecem, as paredes germinam bolor e rachaduras. O ferro enferrujado. Portões, portas, escadarias, chão. Tudo caduco e podre. Só visto. Não há criatividade literária que traduza tão criminoso desleixo.
Se rondam eleições, ressurge o interesse pelo mercado: conservar, manter, requalificar!
O mercado compra votos!
Segue-se o esquecimento do desinteresse. Diz D. Isabel, vendedeira de flores, ela também uma flor: "Eles vêm cá nas eleições, depois nunca mais ninguém os vê... Vieram cá ontem, uns de manhã, outros de tarde..."
Os cabouqueiros da gestão autárquica nunca perceberam, nem perceberão, que o mercado não é só edifício, sítio de pequenos negócios. Também é alma do povo. De encontro, de vida social, de estreitamento afectivo e solidário entre gentes. O Património une o passado ao presente, invade e projecta o futuro.

Excerto do artigo de opinião «Porto: O Bolhão pertence ao povo» escrito por Alberto Pinto Nogueira.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2092
Publicação: 2014-02-08
Grupo: Geral
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 3.5
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Do acaso e da vã ilusão Em mim segue o desejo de chegar Pérolas Queque Porta ou afins Martelo & serrote Brutus Mais tempero que fruto

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: O dia em que escolhi amar-te
Arco-Íris Reloaded: O dia em que escolhi amar-te

  Comentários

Existem 21 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar João Menéres
em 2014-02-08 18:25:16

Lembro-me MUITO BEM que certas forças políticas boicotaram tudo que era renovação, Remus !
Está aí o resultado...

A propósito de mercados com dimensão e interesse arquitectónico, conhece o de Budapeste ?

Um abraço.

02
Gravatar Elisa Fardilha
em 2014-02-08 21:21:20

Há muito que não entro no mercado do Bolhão.

A foto a P&B acentuou a sua degradação.
Adorei a foto!

Beijinhos.

03
Gravatar Willem
em 2014-02-08 21:39:32

The pigeons are high and dry, beautiful b/w photo.

04
Gravatar Gonçalo
em 2014-02-09 11:13:40

Ah, também adas numa de street photography, hehe. Muito bem! Quanto à política... qual o espanto? É sempre assim...

05
Gravatar Sajjad Khani
em 2014-02-09 13:31:37

nice capture
the composition is good and wonderful B/W conversion.

06
Gravatar Adrian Laroque
em 2014-02-09 13:43:01

Gostei!

07
Gravatar Cristina Ferreira
em 2014-02-09 16:22:45

Acho lindo este Bolhão, a arquitetura e o ambiente, pena estar tão abandonado.
Ficou muito bem a fotografia em p&b.

08
Gravatar Paulo César Silva
em 2014-02-09 16:35:20

esta imagem a p&b e o abandono contrasta com a cor e a vida das minhas memórias. boa imagem

09
Gravatar Manu
em 2014-02-09 21:40:20

A escolha do P&B foi acertada já que dá uma imagem de degradação de um mercado que tinha tudo para ser um ponto de referência, pela positiva na "Invicta"

10
Gravatar Roland Theys
em 2014-02-09 21:48:26

Beautiful b/w photo rEMUS

11
Gravatar Helena Prata
em 2014-02-09 22:58:02

É sempre importante denunciar estas situações e relembrar aquilo que os "poderosos" já deviam ter resolvido... não percebo como é que um espaço que era/é a vida do Porto pode chegar a este estado.

Bom preto e branco e ainda captou uma pomba em pleno vôo, gostei :-)

12
Gravatar Roadrunner
em 2014-02-10 15:06:28

Se o mercado cai lá se vão os votos...

13
Gravatar Lis
em 2014-02-10 15:48:06

Lamentável. Mais ainda que a depredação é a falta de criatividade do povo na forma de se fazer respeitar.
Nenhum voto e boicote também ao mercado, literalmente.
Até que caia ou os feirantes cuidem de protestar com veemência,
A foto é boa.

14
Gravatar Dida
em 2014-02-11 02:21:59

O Bolhão era uma tentação a cada visita ao Porto, nem que fosse para um pacotinho de tremoços.
Faz imenso tempo, muitos anos mesmo, que não passo por lá.
Era a alma de muita gente. Um ponto de interesse para as gentes do Porto, para o turismo, faz parte da história desta cidade.
Mas como tantos locais vive de promessas - adiadas.

15
Gravatar Sérgio Pontes
em 2014-02-11 10:53:31

Adoro o bolhão!

16
Gravatar Rute
em 2014-02-11 14:33:27

A fotografia demonstra bem o estado de degradação em que está o mercado! É uma tristeza e uma vergonha que deixem chegar as coisas a este estado...:(
1 beijo

17
Gravatar Cecília Alvim
em 2014-02-11 15:14:22

Tudo deve ser feito para manter este mercado. É marco importante da nossa cidade que deve ser mantido e "protegido".
Gosto da forma como o retratou.

18
Gravatar Questiuncas
em 2014-02-12 09:29:34

Costumo dizer por brincadeira que cresci no Bolhão, espero é estar em melhor estado de conservação do que o degradado Mercado.

19
Gravatar Ana Lúcia
em 2014-02-17 22:11:55

Bonita homenagem Remus! :)
Concordo inteiramente contigo... eu adoro esses sítios. Na meu baú de lembranças está o Mercado D. Pedro em Coimbra, antes das obras... depois das obras perdeu o encanto... adorava o cheiro e as suas cores.

20
Gravatar Remus
em 2014-02-20 14:37:19

Estou muito agradecido pelos vossos comentários... e o Bolhão ainda continua na mesma.

João Menéres: Nunca fui a Budapeste, mas pelas imagens que vi na Internet, diria que é maior e que está em melhor cuidado que este.
Willem and Sajjad Khani: Thank you.
Roland Theys: Merci.

21
Gravatar Alex
em 2014-02-26 22:44:19

é uma pena deixar "cair" este símbolo do Porto... além de beleza arquitetónica, toda a historia em volta deste património, é algo que não se devia deixar "cair", sob todos os pontos de vista, incluindo o ponto de vista da engenharia :)