Pontos deVistas

A fotografia é a resistência da memória.

Letras que escapam lentamente Anterior Seguinte

Letras que escapam lentamente

       Anterior Seguinte       

#Experiment

Com uma presunção maliciosa
As letras decidiram escapar dos livros.
Dizem que sentiam-se esquecidas.
Que eram letras ou até palavras,
escritas por alguém
e guardadas em livros fechados.
Que eram letras que preenchiam
aqueles pedaços de papel,
de uma forma que ninguém conseguia entender.
Enfim, que eram letras que já ninguém lia.

Agora que as letras são livres,
talvez formem outras palavras:
Palavras trémulas, fugazes ou até imaginárias.
Mas seja qual for destino delas,
serão sempre letras livres.
E nunca mais sentirão,
as caricias das folhas de um livro.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2163
Publicação: 2014-05-13
Grupo: Experiências
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 19.4 mm
Velocidade do obturador: 1/30 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Pombos Vira dos malmequeres Canto do cisne Firme e hirto Completamente à nora Valorização da magreza Preto + Vermelho Linha & Agulha

  Escolha da semana

Gootchaï 's Photoblog: Quand les nuages se mirent dans l'eau
Gootchaï 's Photoblog: Quand les nuages se mirent dans l'eau

  Comentários

Existem 23 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Jarek
em 2014-05-13 07:18:03

The letters dropped out of book ... What are we reading?

Great idea for a photo and perfect implementation.

02
Gravatar Oldshutterhand
em 2014-05-13 07:30:50

Where ar all the words gone? Very nice idea.

03
Gravatar Chica
em 2014-05-13 11:34:36

Footo linda,m palavras idem, e muito bem bolada! abraços,chica

04
Gravatar Willem
em 2014-05-13 12:01:38

Beautifully done, a very nice image as result.

05
Gravatar Ana Freire
em 2014-05-13 13:35:48

Grande foto, Remus! E grande ideia para uma foto...
Só não tenho a certeza se esse livro da foto, será um bom livro...
Normalmente os bons livros, são aqueles que semeiam em barda os pontos de interrogação... e esse só tem letras...
Fora de brincadeira... a ideia e a concretização estão excelentes, e acabou resultando numa foto fantástica, como sempre...
Bjs
Ana

06
Gravatar Elisa Fardilha
em 2014-05-13 13:43:11

Quanta imaginação!

Magnífica e ímpar foto!

Beijinhos.

07
Gravatar Jvm
em 2014-05-13 14:25:22

Excelente ideia!

08
Gravatar João Menéres
em 2014-05-13 14:58:23

Isto é ser CRIATIVO!
E, além disso, li um bom poema!
Não sabia que a sua veia literária ia a tão longe!
Muitos parabéns (enviados de um pequenino computador)..

Um abraço muito grande.

09
Gravatar Photo Attraction
em 2014-05-13 15:22:54

Imaginação não falta por aqui.
Uma foto muito bem conseguida e uma ideia muito bem executada.

10
Gravatar Questiuncas
em 2014-05-13 15:46:58

Há um gigantesco problema nesta fotografia/poema.
Então as letras saem/fogem do livro para a direita, de uma forma completamente desordenada e em absoluto pânico, para depois aparecerem meticulosamente reagrupadas mais abaixo à esquerda?
Deve ter sido o amestrador de letras Remus que fez tal proesa.

11
Gravatar Lis
em 2014-05-13 19:01:31

Genial!
Sua criatividade não tem limites hem?
que bacana!
Poeta também Remus?
muito bom!
abraço

12
Gravatar Marco C
em 2014-05-13 19:39:43

ta engraçadinho o remus, tá. E original tb :)

13
Gravatar Paulo César Silva
em 2014-05-13 21:51:19

assim a primeira vista, não sei se vais ser capaz de saber onde estavam as letras originalmente... :)
excelente ideia, muito engraçada a forma como "olhas" o poema! Parabéns!

14
Gravatar Manu
em 2014-05-14 01:04:07

A mim também quase se me escaparam as letras para qualificar esta foto.
F N
  A   TÁS
                T    CA
                   I

15
Gravatar Ana Lúcia
em 2014-05-16 23:30:48

Confessa lá! Tu gosta de nos deixar ruídos de inveja.

16
Gravatar Dida
em 2014-05-18 01:25:02

Você é um engenhocas!
Diz ser preguiçoso para caminhar, correr, subir, saltar...
Mas no que diz respeito a pensar e concretizar - você não para.
Que posso dizer mais?
Que gostei da ideia e das letras que aproveitou muito bem para acompanhar a bela ilustração que aqui deixou.

Feliz Domingo Remus.

17
Gravatar Roadrunner
em 2014-05-18 21:22:24

Muito bem imaginado. E as letrinhas até podiam ir directamente do livro para a sopa.

18
Gravatar Jéfferson Cezimbra
em 2014-05-18 23:13:19

Excelente ideia e muito bem concretizada.
Abraço

19
Gravatar Vera Cymbron
em 2014-05-19 14:04:20

Grande ideia... original... imagino como ficaria se pintasses as letras de preto ou se fizesses uma fotografia a preto e branco...

20
Gravatar Remus
em 2014-05-25 11:31:11

Estou muito grato pelos vossos comentários e incentivos.

Jarek and Oldshutterhand: :-) Thank you.
Willem: Thank you.
Ana Freire: Pois... Ainda não arranjei uma massa com sinais de pontuação. :-P
João Menéres e Lis: A minha veia literária é muito, mas mesmo muito curtinha. ;-)
Questiuncas: Amestrador de letras? Não! Mas se calhar são as tais palavras trémulas, fugazes ou até imaginárias. :-)
Ana Lúcia: Não o confesso... mas tem dias que gosto. ;-)
Roadrunner: E não é que foram mesmo. Aqui em casa nada se desperdiça. :-)
Vera Cymbron: Não me lembrei disso... Mas agora que falas nisso, já fiquei com outras ideias! :-P

21
Gravatar Alex
em 2014-06-03 23:48:45

DELICIOSA! :) ;)

22
Gravatar Gonçalo
em 2014-06-07 23:55:51

Foto excelentemente construída. Muito boa imaginação!

23
Gravatar L Reis
em 2014-07-22 16:15:27

Eu bem andava aqui só a ver tudo o que não consegui ver nos últimos tempos e ia clicando e passando à seguinte e assim por diante. Tenho ao meu lado kleenex, paracetamol, uma garrafa de cachaça, água das rosas para refrescar as têmporas, e até fiz um mix de especiarias, para fumar, como recurso extremo. Até me lembrei de usar o portátil, para poder estar recostada na cama em caso de sentir indícios de um qualquer malzinho mais forte. Não se pode, portanto, dizer que não me preveni, que tenho o que mereço. Não, não!! Isto só se resolve mesmo com um ato radical... qualquer dia vou ao Porto... ai vou pois!