Pelas ruas de Évora Anterior Seguinte
Pelas ruas de Évora

f AnteriorSeguinte e

Até agora já existem 19 pontos de vista.
Comentar
01
Jarek
em 2015-02-02 08:35:23

Wonderful light. Nice photograph :-)

02
Elisa Fardilha
em 2015-02-02 11:20:08

Genial! De Mestre!

Uma cidade que adoro.

Beijinhos.

03
João Menéres
em 2015-02-02 12:17:29

Évora, a Cidade Museu.

04
Ana Freire
em 2015-02-02 13:36:51

Eu, por estes dias, será mais nas ruas da amargura até descobrir um problema que me surgiu no computador.
Até o descobrir, não há posts, nem comentários, nem mails para ninguém...
Vai ser um descanso, por uns tempos... porque não sou expert em cibernética...
Ora digam lá, que a Net não é uma maravilha?... Here today, gone tomorrow...
Por aqui?... Está mais que visto, e sem qualquer admiração... porque outra coisa não seria mesmo de esperar... mais uma foto fantástica, com um enquadramento e iluminação perfeitos... à La Remus...
Até um dia destes... esperemos...
Ana

05
Manu
em 2015-02-02 14:56:11

Todo o Alentejo é lindo, e Évora é uma cidade que me encanta, tal como me encantou esta foto cheia de luz e de uma alvura imaculada.

06
Willem
em 2015-02-02 16:54:27

Wonderful so against the blue sky, a lovely exposed photo.

07
Ana Lúcia
em 2015-02-02 17:49:43

:) Sinto-me o Homem Aranha aqui!

08
Omar
em 2015-02-02 18:49:27

Great deep and nice colors

09
Paulo César Silva
em 2015-02-02 22:16:03

adoro estas ruas de Évora... tenho boas recordações dos tempos de adolescente (e mais não digo) :)
adorei a foto!!!

10
Rute
em 2015-02-02 22:50:14

Esta cidade é toda ela bonita, não tem nada de que pudéssemos prescindir! a tua fotografia faz-lhe jus, o branco das casas, alvissímo e o azul do céu... linda! Se fosse eu teria apanhado um pouco mais da parte de baixo das casas, talvez até a ver-se um pouco do chão da rua. Mas isto sou eu a imaginar, porque na verdade quem lá estava eras tu ;)
Beijinhos

11
João Menéres
em 2015-02-02 23:10:24

Compreendo a observação da RUTE.
Mas esta imagem é DIFERENTE e por isso me deixou fascinado!

12
Roadrunner
em 2015-02-03 14:17:15

Uma rua muito familiar, muitas vezes já por ali almocei...

Saudações!

13
Questiuncas
em 2015-02-03 15:10:50

Évora, terra quente.
Com tantas janelas, varandas e nenhuma acalorada a evidenciar as curvas???
Parece que vou ter de ficar pelas curvas dos prédios.

14
Pat
em 2015-02-03 21:37:34

it is a beautiful city Evora in Portugal! when I've been in the summer, I had very very hot!!! stifling

15
Dida
em 2015-02-05 01:58:00

Talvez tenha sido intensional escolher o enquadramento superior, em direcção ao céu azul em contraste com o branco e as barrinhas amarelas.
Gosto de ver as pedras das calçadas, ou as ruas. Mas também gosto de pouca gente, ou quase nenhuma (muito complicado). Uma opção, mostrar a rua de Évora e não as pessoas de Évora.
:-)

16
Jéfferson Cezimbra
em 2015-02-08 23:25:03

Com toda certeza o enquadramento desta forma foi intencional, porém, para quem não conhece Évora como eu, adoraria ver como são as calçadas e ruas de uma cidade que ainda irei conhecer.
Abraço

17
Dalmeida
em 2015-02-14 17:34:00

Interessante este excerto!...
Bela foto! Bem enquadrada e luminosa! Bem escolhido o ângulo e o nível de horizonte.
Estive nesta rua há uns 2 anitos... saudades...

18
Alex
em 2015-02-16 22:07:24

e que bem que captaste o branco do casario.. contra um azul céu mto suave...

o "nosso" alentejo tão bem "apanhado"!

19
Remus
em 2015-02-17 09:47:55

Obrigado pelos vossos comentários.

Jarek, Willem and Omar: Thank you.
Ana Freire: Sempre à volta dos problemas de computador, quando a origem do problema, está sempre entre o teclado e a cadeira. :-D
Paulo César Silva: Ui... estou a ver que é uma história que promete. :-P
Rute, Dida e Jéfferson Cezimbra: Carros! A rua tinha muitos carros estacionados. Por isso este enquadramento mais para o alto. ;-)
Pat: Merci.

Comentar

 

«Conhecendo certo dia que não poderia esforçar a voz de modo que despertasse um coração sonolento, porque a enfermidade o tinha prostrado de todo, mandou suplicar ao Infante que o tivesse por escusado, pois a debilidade tinha tomado posse do seu corpo e da sua rasão. Respondeu Sua Alteza, que não havia necessidade de que falasse, mas que subisse, levado em braços, ao púlpito, de onde pregava mudamente seu exemplo, e levantava mais o brado do que o escândalo quizera. Quiz o Infante Cardeal fazer um como que alarde de toda a sabedoria, para que o santo Borja viesse juntar n'um ramilhete todas as sciencias e as insígnias próprias, estendendo as águias suas pennas. Mandou que viessem todos ao seu palácio, de onde sairiam formados em fileiras vistosas. Concorreu toda a juventude e nobreza, de gala, e o cabido honrou esta pompa, saindo a fechar o esquadrão Sua Alteza, que illustrava cada insígnia com o reflexo da sua purpura. Ia ao seu lado o venerável padre Leon Henriquez, reitor do collegio e da universidade, e seu confessor, deixando-se ver pelas ruas de Évora respeitada e movediça a sabedoria.»

Excerto do livro «Portugal e os estrangeiros - Segunda Parte» de Manuel Bernardes Branco.


Partilhe:

 

Informação técnica

#2364 • Publicação: 2015-02-02
Grupo: Urbanismos
Máquina: NIKON D90
Abertura: f 8 • Distância focal: 52 mm
Velocidade do obturador: 1/400 sec
Flash: Não Disparado


Já viu estas fotografias?

Museu de Arte ContemporâneaDeixo-vos a ver estrelinhasOlho e sigo as linhas do infinitoCor, para vos alegrar o dia
Fruta conservadaAtacadoresMais adianteNão tem girafas...


Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: Amo o desenho das aves gravado no céu
Arco-Íris Reloaded: Amo o desenho das aves gravado no céu


Ver outras escolhas da semana



As fotografias publicadas neste sítio, não poderão ser copiadas, alteradas ou distribuídas sem a autorização expressa do autor.
No images, may be reproduced, retransmitted or distributed in any way, without the prior express permission of the author.
2004 - 2015 © Pontos de Vistas
Google+
Facebook
Bloglovin
Flinpo
Photoblogs
Coolphotoblogs
Coolphotoblogs PdV