Pontos deVistas

Nem relógio trabalha de graça.

Aprendi a ser raiz Anterior Seguinte

Aprendi a ser raiz

       Anterior Seguinte       

#Black&White

Eu pertenço à fecundidade
e crescerei enquanto crescem as vidas:
sou jovem com a juventude da água,
sou lento com a lentidão do tempo,
sou puro com a pureza do ar,
escuro com o vinho da noite
e só estarei imóvel quando seja
tão mineral que não veja nem escute,
nem participe do que nasce e cresce.

Quando escolhi a selva
para aprender a ser,
folha por folha,
estendi as minhas lições
e aprendi a ser raiz, barro profundo,
terra calada, noite cristalina,
e pouco a pouco mais, toda a selva.

Excerto do poema «O caçador de raízes» de Pablo Neruda.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2516
Publicação: 2015-08-21
Grupo: Preto e Branco
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/60 sec
Flash: Disparado

  Mais fotografias

A São Pedro Pressiona-me CMYK Esta noite esperas por mim? Radiação electromagnética «Cygnus Atratus» Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és Entre a névoa e a luz

  Escolha da semana

Questiuncas: Terminal de cruzeiros do Porto de Leixões
Questiuncas: Terminal de cruzeiros do Porto de Leixões

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Willem
em 2015-08-21 10:46:39

Interesting composition and beautiful monochrome.

02
Gravatar Ana Freire
em 2015-08-21 10:58:10

Pois, que se saiba ser raiz... sem sermos baixos.
Infelizmente... ser baixo, não de altura, mas de carácter... evidentemente... é sempre bem mais fácil, do que ser raiz.
Excelente registo, bem combinado com as palavras fortes e apaixonantes de Neruda.
Obrigada pela visita e comentário, lá no meu canto...
Até...
Ana

03
Gravatar Rute
em 2015-08-21 12:51:44

As palavras são lindíssimas e aliadas à imagem ainda se tornam mais reais. As raízes parece que respiram...lindo!
1 beijo

04
Gravatar Martine Libouton
em 2015-08-22 07:35:10

Un superbe B&W j'aime beaucoup les textures!!!

05
Gravatar Manu
em 2015-08-22 17:35:22

Raízes que seguram, que são o suporte de vidas que crescem, umas profundas e fortes , outras mais frágeis, mas nem por isso menos importantes.
Gostei desta profusão de raízes aliado ao belíssimo poema de Neruda.

06
Gravatar Elisa Fardilha
em 2015-08-23 19:56:59

Um post de luxo. Magnífica foto, soberbamente legendada.

Gosto de criar raízes!!!

Beijinhos.

07
Gravatar Lis
em 2015-08-24 23:02:55

Resultou muito bem o P&B.
Bela, Remus

08
Gravatar Alex
em 2015-09-03 22:11:01

gosto "bué"... apenas desgosto daquela sombra do lado esquerdo... mas vá... é só para dizer mal :D

09
Gravatar Ana Lúcia
em 2015-09-07 16:51:55

:( parece que sou a única que não decifrei o que está representado.

10
Gravatar Remus
em 2015-09-18 08:40:07

Estou grato pelos vossos comentários. Eles são sempre uma parte essencial. Obrigado!

Willem: Thank you.
Martine Libouton: Merci.
Ana Lúcia: São raízes. É um pedaço de terra, como uma parede, onde existiam raízes à mostra.

11
Gravatar Joao Meneres
em 2016-04-21 22:57:28

Depois da explicação do REMUS, PERCEBI!
... E GOSTEI!