Pontos deVistas

Nem relógio trabalha de graça.

Liberdade, onde estás? Anterior Seguinte

Liberdade, onde estás?

       Anterior Seguinte       

#General

Liberdade, onde estás? Quem te demora?
Quem faz que o teu influxo em nós não Caia?
Porque (triste de mim!) porque não raia
Já na esfera de Lísia a tua aurora?

Da santa redenção é vinda a hora
A esta parte do mundo que desmaia.
Oh! Venha... Oh! Venha, e trémulo descaia
Despotismo feroz, que nos devora!

Eia! Acode ao mortal, que, frio e mudo,
Oculta o pátrio amor, torce a vontade,
E em fingir, por temor, empenha estudo.

Movam nossos grilhões tua piedade;
Nosso númen tu és, e glória, e tudo,
Mãe do génio e prazer, oh Liberdade!

Poema «Liberdade, onde estás? Quem te demora?» de Bocage.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2587
Publicação: 2015-11-22
Grupo: Geral
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.7
Distância focal: 63 mm
Velocidade do obturador: 1/500 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

O meu Fofo Tamanho de uma cabeça de alfinete Ela é uma cobra Tinha paixão? A praia estava cheia... Quatro dentes Papel de asseio íntimo Sem som

  Escolha da semana

Questiuncas: Terminal de cruzeiros do Porto de Leixões
Questiuncas: Terminal de cruzeiros do Porto de Leixões

  Comentários

Existem 13 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Pc Silva
em 2015-11-22 22:56:01

neste momento está em recuperação. a temperatura baixou abruptamente e a liberdade constipou-se (culpa do delacroix, que não a vestiu convenientemente) :D
liberdade era essa gaivota quando sobrevoasse as cabeças das pessoas na ponte se libertasse :D

02
Gravatar Willem
em 2015-11-23 10:07:27

Lovely photo with an attractive vertical crop.

03
Gravatar João Meneres
em 2015-11-23 14:27:24

Nestes tempos conturbados pelo mundo fora, já não sei se existe LIBERDADE!

04
Gravatar Elisa Fardilha
em 2015-11-23 18:51:20

Não sei!

Sei que a foto está divinal e do alto da ponte, a maioria das pessoas, olha ou olhou para a gaivota, invejando a sua liberdade.

Beijinhos.

05
Gravatar Roadrunner
em 2015-11-24 14:55:26

Devia estar a passar por aqui...

Saudações!

06
Gravatar Lis
em 2015-11-24 20:29:25

Talvez, quem sabe quando fechas (a chave), a tua morada?
sabe-se lá...
todos temos amarras e até os pássaros ficam presos a bons lugares para se alimentar_ voam baixo por necessidade_ são presos à fome...
Te confundi? rs
um abraço_ a foto é bonita.

07
Gravatar Alex
em 2015-11-26 01:52:35

tecnicamente, foste impecável... um grafismo criado pela ponto mto interessante... as linhas dinâmicas, o elemento humano a dar escala... e a sorte do passaroco... ou encomendaste-o para o efeito? :) não me admira nada... tu tens cá com cada cunha!!!!

08
Gravatar Ana Lúcia
em 2015-11-27 22:41:00

Esta imagem causa-me vertigens. :)

09
Gravatar Luislapa
em 2015-11-27 22:43:25

Pois, tb não sei por onde anda. belo trabalho!!

10
Gravatar Pat
em 2015-12-04 19:48:21

freedom, my love!!

11
Gravatar Olivier
em 2015-12-09 12:29:00

Nice picture of Dom-Luís Bridge.

12
Gravatar Jéfferson Cezimbra
em 2015-12-23 20:12:38

As linhas horizontais no terço inferior já basava para uma boa fot, aí vem uma gaivota (me parece) para dar literalmente o ar da graça e da fotografia.
Ficou uma belíssima composição.
Abraço

13
Gravatar Remus
em 2015-12-24 09:55:09

Obrigado pelos vossos comentários e presença nesta minha vida. ;-)

Pc Silva: As coisas que o PC sabe! Se fosse Macintosh se calhar não sabia tanto... :-D
Willem: Thank you.
Lis: Foi um comentário muito filosófico. :-)
Alex: É uma gaivota amestrada e o pagamento foi feito em sardinhas. ;-)
Pat et Olivier: Merci.
Jéfferson Cezimbra: É mesmo uma gaivota.