Pontos deVistas

É melhor ser ignorante de alguma coisa do que aprendê-la mal.

Japoneira Anterior Seguinte

Japoneira

       Anterior Seguinte       

#Flora

A cameleira é um arbusto ou árvore pequena, com origem nas florestas do sul do Japão, precisa de solos ácidos e de muita chuva, mantém a folhagem todo o ano e dá flores no Inverno. São flores sem cheiro mas de uma perfeição inigualável. Todas estas características a fizeram vingar no Norte de Portugal e na Galiza. Sendo que no Norte de Portugal, até se dá o nome de japoneira à cameleira.
Mas como é que as camélias chegaram à Europa?
A teoria oficial diz que Kamel, um missionário jesuíta nascido na Morávia, mandou sementes da China e redigiu um tratado sobre a planta. Em 1734, o reconhecimento dos botânicos ao trabalho de Kamel, levou à denominação de Camélia para designar a planta.
Outra teoria a ganhar cada vez mais adeptos, diz que foram os jesuítas portugueses no século XVI que trouxeram as plantas vivas nas naus, durante as viagens marítimas. Sabemos que foram levadas para o Japão e aí plantadas pela primeira vez algumas plantas de que os jesuítas a viver no Japão sentiam especial apego, como a oliveira, a figueira, o marmeleiro e o pessegueiro; e por sua vez traziam outras. A cameleira pode ter sido uma dessas árvores. Uma das provas que ajuda a sustentar essa tese, é que existem azulejos no Palácio Fronteira, construído por volta de 1668, onde aparecem camélias floridas e ainda em botão, o que prova que as camélias já eram por cá conhecidas bem antes de Kamel ter nascido.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2627
Publicação: 2016-01-14
Grupo: Flora
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 15.6 mm
Velocidade do obturador: 1/350 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Gema História do burro De castelo a santuário Dia da Paz Para venda, antes que caia a baixo Alivias a minha queda? Ou é boi ou vaca In memoriam: Kopernik

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {escravelho}
In' Pression a LUZ: {escravelho}

  Comentários

Existem 12 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Manu
em 2016-01-14 15:13:48

Gosto muito de camélias e esta ficou bem apelativa com uma cor fantástica, mas o que eu gosto mais nas cameleiras são as folhas, parecem envernizadas.

02
Gravatar João Meneres
em 2016-01-14 16:12:30

Há uma razão para as folhas, não há, REMUS?
E o amarelo?...

A camélia está impecável, obviamente!

03
Gravatar Pc Silva
em 2016-01-14 21:49:57

ah! pensei que a camélia era a mulher do camelo... mas pelos vistos estou errado! isto porque no Japão não há camelos.
Por cá... bem por cá... é melhor estar calado! :)
por acaso a japoneira é uma árvore muito bonita, e embeleza quando não há mais flores!

04
Gravatar Roadrunner
em 2016-01-14 23:41:54

E eu a julgar que a cameleira tomava conta de camelos... Enfim, tem algumas parecenças com a rosa.

Saudações!

05
Gravatar Elisa Fardilha
em 2016-01-15 15:40:45

Um sonho de foto! Adorei!

Em Santo Tirso de 2 em 2 anos há, em Janeiro, A expo-Camélia.

Fotografo sempre. São belíssimas.
Beijinhos.

06
Gravatar Willem
em 2016-01-15 15:50:52

Lovely photo.
Beautiful sharpness and pleasing framing.

07
Gravatar Alex
em 2016-01-16 19:06:59

esta tem uma flor espetacular...

08
Gravatar Rute
em 2016-01-18 00:19:48

Que beleza! Adoro as pétalas e a forma como estão dispostas Um mimo!
1 beijo

09
Gravatar Pat
em 2016-01-18 15:35:07

A little summer flower is nice! beautiful sideways glance

10
Gravatar Ana Lúcia
em 2016-01-18 22:57:08

Prefiro a branca. :D

11
Gravatar Jéfferson Cezimbra
em 2016-01-25 02:40:17

Bela flor e bela foto. Vi uma coisa nela que o horário não me permite dizer rsrrs
Fica na minha imaginação.
Abraço

12
Gravatar Remus
em 2016-02-19 17:04:00

Estou muito grato pelos vossos comentários.

João Meneres: Queria que tirasse as folhas à pobre da cameleira? :-P Ora, o amarelo é da velhice das próprias folhas. Elas são como nós. :-)
Willem: Thank you.
Pat: Merci.
Jéfferson Cezimbra: Aqui não existe horário... Pode dizer sempre tudo. Apesar que convém usar os termos científicos da "coisa". :-P