Pontos deVistas

A fotografia é a resistência da memória.

Render da Guarda Anterior Seguinte

Render da Guarda

       Anterior Seguinte       

#General

Depois do fim da Grande Guerra [1914-1918], emergiu em diversos países a ideia de render homenagem aos soldados cujos corpos não tinham sido identificados.
Os primeiros a concretizar essa ideia foram os franceses. A decisão de inumar os restos mortais de um soldado não identificado morto no "Campo de Honra", no decurso da guerra, sob o Arco do Triunfo, em Paris, foi tomada pelo parlamento francês em 1920.
Em Portugal, a 18 de Março de 1921 o Governo autorizou a transladação de dois Soldados Desconhecidos, um da França (Flandres) e outro da África (Moçambique), para o Panteão do Mosteiro da Batalha. Foi, ainda, decidido que a cerimónia seria efectuada no dia 9 de Abril de 1921 com muita pompa e circunstância e para tal decretou-se esse dia como feriado nacional.
Porém, um ano depois, quase diariamente aparecia nos jornais notícias sobre o abandono em que se encontrava votado pelos Poderes Públicos os Soldados Desconhecidos no Monumento da Batalha. O Parlamento deliberou informar o Ministro da Guerra para que tomasse medidas para evitar o facto vexatório desta situação e que era observada pelos estrangeiros e as delegações de países estrangeiros que vinham visitar o Mosteiro da Batalha e encontravam os Soldados Desconhecidos completamente ao abandono. Foi desde essa altura que o Túmulo do Soldado Desconhecido no Mosteiro da Batalha passou a ter sempre uma guarda de honra e uma vela acesa como sinal do respeito pelos que caíram no cumprimento do dever.

#Flinpo #De costas voltadas

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2840
Publicação: 2016-10-21
Grupo: Geral
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 6.3
Distância focal: 70 mm
Velocidade do obturador: 1/160 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Amoras silvestres Prefiro o verde no jardim Amarílis Vale do Rio Paiva O muro à espera da hera Folhetim de Outono Desenhei um sol Lá na minha aldeia

  Escolha da semana

Gootchaï 's Photoblog: Quand les nuages se mirent dans l'eau
Gootchaï 's Photoblog: Quand les nuages se mirent dans l'eau

  Comentários

Existem 12 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar João Menéres
em 2016-10-21 14:35:48

Claro que o REMUS me deu mais uma lição, pois ignorava toda a história!
Muito obrigado e um abraço.

02
Gravatar Manu
em 2016-10-21 15:01:14

Mais um facto que desconhecia.
Vejo-os sozinhos agora, mas não sabia porquê.
Como sempre por aqui há boas fotos e o cariz pedagógico está muitas vezes presente o que é de louvar.

03
Gravatar Willem
em 2016-10-21 20:05:06

Interesting image.

04
Gravatar Elisa Fardilha
em 2016-10-21 20:20:26

Aprendi mais um pouco.
A foto está magnífica... rara!

Beijinhos.

05
Gravatar Ana Lúcia
em 2016-10-22 10:13:43

Uma história impressionante numa imagem também excelente.

06
Gravatar Steven
em 2016-10-23 02:38:12

Beautiful colors, light and motion captured in this shot!! Great background information to go along with this accompanying shot as well.

07
Gravatar Alex
em 2016-10-23 20:00:05

lá 'tas tu a vir à Batalha e a não convidares... :)

gosto da sensação de movimento... muito bem captada

08
Gravatar Olivier
em 2016-10-26 12:35:27

This is a photo of paparazzi! They will return, careful...
The military run very fast... ;-)

09
Gravatar Roadrunner
em 2016-10-30 15:40:25

Ficou com um efeito giro.

Saudações!

10
Gravatar Dida
em 2016-11-04 01:30:25

Passei por lá este verão.
Os "desgraçados" que estavam de guarda ao túmulo (fazia um calor...) quase adormeciam de pé o que me fez rir da situação (afinal entramos e olhamos para os soldados, já que o espaço em si, nada tem que nos deixe encantados.
Conversei com um dos soldados que estava pronto a render o que fazia a guarda e que confessou ser uma hora longa e insuportável de passar.

Já vi também na Turquia o MAUSOLÉU DE ATATURK (é milhões de vezes pior que na Batalha), muito mais importante. A praça é enorme e é descoberta, os "desgraçados" dos soldados (muitos) faziam a "ronda" sobre um calor de 50 graus.
Curiosidades...

11
Gravatar Remus
em 2016-11-28 11:57:25

Obrigado pelos vossos comentários.

Willem and Steven: Thank you.
Olivier: Merci.
Dida: Estou a ver que a Dida é muito dada a conversas... principalmente com homens de farda. :-D

12
Gravatar Dida
em 2017-01-18 23:55:26

E não é que me respondem.
Sou assim, dada a confiança(s).
Deve ser bom ter conhecimentos com tipos de patentes, ou não?
;-)
Safadinho...