Pontos deVistas

Fotografia é a arte de escrever com a luz.

Das pétalas espalhadas pelo chão Anterior Seguinte

Das pétalas espalhadas pelo chão

       Anterior Seguinte       

#Flora

Das pétalas espalhadas pelo chão que caíram do teu ventre,
apanho-as uma a uma,

chamar-lhes-ei de vida.

E quando as coloco em vasos de cristal,
onde o sol bate desde a aurora,
vejo-as renascerem em flor,
acolhem-se então as aves fugitivas sem poiso.

Da nudez de sonhos teus, qual tafetá que te cobre,
tento agarrar algum que seja,

enquanto a noite aguarda o nascimento de uma nova estrela cadente,

chamar-lhe-ei então de encantamento.

Quantas estrelas encerras em ti, perguntar-te-ei.

Poema «Das pétalas espalhadas pelo chão» de Ricardo Pocinho.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2847
Publicação: 2016-10-30
Grupo: Flora
Câmara: COOLPIX L29
Abertura: f 6.5
Distância focal: 23 mm
Velocidade do obturador: 1/60 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Caminhos que se cruzam Dia do Vinho do Porto Usar ou não usar? F com... fluorescência Cabo condutor Ao décimo dia Efeito Dominó Voragem da estação

  Escolha da semana

To whom it may concern: Torenvalk, Falco tinnunculus
To whom it may concern: Torenvalk, Falco tinnunculus

  Comentários

Existem 14 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Chica
em 2016-10-30 10:49:25

UM SHOW de foto! Adoro ver pétalas assim... abraços, lindo dia! chica

02
Gravatar Elisa Fardilha
em 2016-10-30 11:36:46

Das pétalas espalhadas pelo chão nasceu uma delícia de foto!
O contraste entre a cores, a suavidade das pétalas e a dureza da calçada acentuou-lhe a beleza!

Beijinhos.

03
Gravatar Carlos Castro
em 2016-10-30 13:14:01

Pétalas assim espalhadas equiparo-as a bocadinhos de uma história outrora feliz e agora despedaçada.
Abraço e bom domingo.

04
Gravatar Roadrunner
em 2016-10-30 15:32:48

Suicidou-se.

Saudações!

05
Gravatar Willem
em 2016-10-30 15:49:13

Well spotted and nicely captured.

06
Gravatar Manu
em 2016-10-30 16:19:24

Adorei os tons, rosa e cinzento combinam muito bem.
Uma foto linda e própria desta altura em que há queda para haver no futuro renovação.

07
Gravatar Sérgio Nuno Pontes
em 2016-10-30 18:59:03

Gosto bastante dos tons, é pena ver a flor tão maltrada no chão, mas faz parte da vida

08
Gravatar Steven
em 2016-10-30 20:24:00

It's amazing how something so intertwined with its petals can fall apart so easily! Great find and poem to accompany it.

09
Gravatar João Menéres
em 2016-10-30 23:01:32

Sobre as pétalas e a imagem já muitos se debruçaram e disseram o que eu poderia ter escrito.
Mas, o que me continua a surpreender no REMUS, é a forma como ele desencanta tantas poesias que não muitos conhecerão.
Parabéns por isso ao REMUS e ao RICARDO POCINHO!

10
Gravatar Alex
em 2016-10-31 22:59:23

cheia de forma, cheia de volume, cor no ponto... muito harmoniosa...

11
Gravatar Ana Lúcia
em 2016-11-04 10:42:04

Quando eu era miúda recebi uma destas. Nunca mais esqueci. :)

12
Gravatar Remus
em 2016-12-07 21:01:14

Estou-vos grato pelas vossas palavras e visitas.

Willem and Steven: Thank you.
João Menéres: O segredo é a Internet. Na Internet descobre-se praticamente tudo. :-)
Ana Lúcia: Um namorado? :-P

13
Gravatar Ana Lúcia
em 2016-12-09 12:22:38

Não... mas foi a minha primeira paixão platónica e secreta. :)

14
Gravatar Remus
em 2016-12-10 19:30:53

Ana Lúcia: Platónica e secreta? Mas que enredo... Mas se ele te deu uma flor, é que porque não seria muito platónica... :-)