Pontos deVistas

Amigos são familiares que cada um escolhe sozinho.

Regresso ao ponto de partida Anterior Seguinte

Regresso ao ponto de partida

       Anterior Seguinte       

#Graphic

Por agora chegamos à última cópia de uma fotografia da Manu. E termino da forma como esta história realmente começou. Com uma fotografia tirada na estrada 246-1 que liga Marvão a Castelo de Vide. Em boa verdade, acho que esta fotografia é uma cópia, à cópia da minha própria fotografia. Esta história já começa a ser um enredo com muitas cópias ou universos paralelos, pelo que não interessa para nada. :-p
Mas se esta brincadeira toda de cópias tem um motivo, é o de realçar que ninguém é dono de nada. Ninguém pode invocar que fulano de X copiou a fotografia de fulano de Y. E porquê? Porque não somos máquinas fotocopiadoras. Todas as fotografias, mesmo que pareçam iguais, foram tiradas em momentos diferentes, por pessoas diferentes, por máquinas diferentes, com condições diferentes. Com tanta diferença, como podemos criar cópias? Todas as fotografias são únicas e todas ocupam o seu espaço próprio, mesmo que esse espaço seja somente o nosso pequenino e mesquinho mundo.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2969
Publicação: 2017-04-09
Grupo: Grafismos
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 39.5 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Moda 2017 Teus passos Amai-me e odiai-me! Sem gaivota, nem milagre Homem pavão é o novo cliché Paus de fricção Tapar os buracos «Rhododendron subg. Pentanthera»

  Escolha da semana

Digit@l Pixel: Os caracóis da D. Cenoura
Digit@l Pixel: Os caracóis da D. Cenoura

  Comentários

Existem 27 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar João Menéres
em 2017-04-09 10:08:08

O texto do REMUS tem a minha total concordância.
Também eu tenho há dezenas de anos um slide desta estrada e nunca calhou de a editar.
Quem me virá dizer que se trata de uma cópia, mesmo antecipada por anos e anos?
Ponto Final.

02
Gravatar Manu
em 2017-04-09 10:12:42

Confesso que gostei desta brincadeira, pena que o motivo não tenha sido pelas melhores razões e certamente muitos dos teus comentadores não entenderam, mas faço questão de explicar.
Uma donzela da blogosfera resolveu acusar-me de copiar as fotos dela e a atitude do Remus, foi uma questão de solidariedade que agradeço do fundo coração.
E ironia das ironias, para amanhã tenho agendada uma foto de uma flor, será que o ataque vai continuar?
Muito obrigada Remus!

03
Gravatar Elisa Fardilha
em 2017-04-09 11:35:09

Uma brincadeira com principio, meio e fim!
Não faço a mínima ideia se alguma vez "copiaram" alguma foto minha. Eu nunca o fiz! Tenho fotos tiradas nos mesmos locais onde alguém já tirou.
O caso mais parecido, foi uma escada em caracol tirada em S. Tiago de Compostela. No mesmo dia eu e João Menéres tirámos a foto à escadaria e de cima para baixo. Estivemos no cimo ao mesmo tempo. Eu tirei a foto primeiro.

Como já tinha dito adorei as duas fotos. Podem ser parecidas, mas não iguais.

Beijinhos.

04
Gravatar Elisa Fardilha
em 2017-04-09 12:21:32

Fui à procura da minha foto da escadaria do Museu Del Pueblo Gallego em Santiago de Compostela.
Publiquei-a em 2013
Se reparares João Menéres está no cimo da escada, quando tirei as fotos: Recordando...
Beijinhos.

05
Gravatar Clarice
em 2017-04-09 15:27:19

A minha estrada de eleição!!

06
Gravatar Willem
em 2017-04-09 17:11:00

Beautiful colors and depth in this picture full of repetitions, well seen.

07
Gravatar João Menéres
em 2017-04-09 21:13:19

ELISA FARDILHA

E não é que sou mesmo eu???...
Estou com um colete de salvação enfiado?
E eu a pensar que ea um ser que existia só na mente de algumas pessoas...
Que desgosto ser assim de carne e osso!
Mas se incluiste na fotografia e a publicaste sem a minha autorização, vais ter uma conversinha com os meus advogados, ah se vais...
A não ser que me mandes xicolate!....
(Mas tem que Black!).

08
Gravatar Omid
em 2017-04-09 21:57:54

such beautiful frame, perspective, colors, lights & shadows!
Lovely path!

09
Gravatar Elisa Fardilha
em 2017-04-09 22:01:34

João Menéres

E não é que apenas reparei depois de ter agendado o post??? Mal se vê... mas, ao que parece, és inconfundível!!!
Lembraste do passeio??? O tempo passa... VOA!
Poucos subimos as escadas.
Mesmo com a minha compacta consegui umas fotos apresentáveis. (para mim)
Não fales em xicolates... se o Remus ouve???

Beijinhos.

10
Gravatar Elisa Fardilha
em 2017-04-09 22:02:30

Emendando...

Lembras-te

11
Gravatar João Menéres
em 2017-04-10 00:10:42

Do passeio?
- Então havia de me esquecer?

O REMUS, como é Domingo de Ramos, não ouviu nada!
Chuta lá o xicol...!

12
Gravatar Steven
em 2017-04-10 03:19:51

Splendid PoV captured here that adds incredible depth to this composition!!

13
Gravatar Remus
em 2017-04-10 10:49:21

Mas o que vem a ser isto? Vocês apanham-me fora da loja durante um dia e fazem logo uma vista até Santiago de Compostela, tiram fotografias uns aos outros, comem xicolates e eu fico aqui a mamar no dedo!?
Não me parece bem. Nada bem...
Como forma de paga pelos danos morais sofridos, aquilo que o João Menéres receber em xicolates, eu tenho direito a receber em dobro.
:-D

Mas agora, o João vai ter que procurar nas fotografias dele, se a Elisa Fardilha também aparece em alguma delas. Se aparecer, mostre-a também ao mundo. Não se acanhe. :-)

14
Gravatar João Menéres
em 2017-04-10 10:56:34

Não aparece, não!
E quanto a receber xicolates... tire o cavalinho da chuva, pois a E.F. é uma sovinas nunca vista por estas bandas!
Mas eu pagaria em dobro e com o maior prazer, Remus!

15
Gravatar Ana Lúcia
em 2017-04-10 14:18:24

Bonito caminho... talvez preferisse as árvores sem essas pinturas, mas devem servir para condutores distraídos.

16
Gravatar Camerando
em 2017-04-10 19:18:44

Acompanhei toda a saga das cópias e posso afirmar que me rendeu boas risadas! Este sitio deveria cobrar ingresso, muitos dos comentários são melhores que muitos filmes que se propõe à comédia.

Quanto ao desfecho, concordo com Remus, tecnicamente por serem fotografias, a cópia só é possível a partir do arquivo original.

Certa vez eu estava a fotografar uma grande paisagem e nada estava bem fotograficamente... até que encontrei o lugar e enquadramento que julguei ideal. Descobri na mesma semana que aquela fotografia que eu havia feito era idêntica, em ângulo e enquadramento, ao principal cartão postal do local do local.

Sobre esta última fotografia, apenas fiquei curioso a saber do que se trata aquela sombra retangular que não aparece na fotografia da Manu. Seria o tapete mágico do Sr. Remus, esquecido pairando entre as árvores?

17
Gravatar Camerando
em 2017-04-10 19:22:59

Vejam... "do local do local"... a teoria dos universos paralelos estava certa! Está começando aqui no Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... Pontos de Vistas... dizem que são 8, mas acho que são INFINITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSSSSS ...........................................................................................................................

18
Gravatar L Reis
em 2017-04-10 21:00:45

Ããhh! Não sei se dominei o enredo... Andava a Manu a copiar, descansadinha da vida, quando lhe apareceu uma cavaleiro andante de nome Remus. "Bela donzela, permitis que eu convosco copie?" Ela disse que sim e copiando foram, pela estrada fora, no corcel do cavaleiro. Nisto, aparece-lhes João Menéres dependurado numa escada com um colete de salvação olhando para Elisa que, emboscada no rés-do-chão, com uma sacola de chocolates, tenta passar despercebida, para que ninguém lhos roube. Entretanto o Steven chega, vindo sabe-se lá de onde e diz que o PoV está excelente que é como quem diz: "Está um tempo porreiro!"
Toda a ação passa então para Santiago de Compostela com o dono do blog a chuchar, freneticamente, no dedo. Percebe-se que por lá faz mau tempo, pois o João diz para o Remus tirar o corcel da chuva ao mesmo tempo que aproveita para chamar sovina à Elisa. É então que, no meio da confusão geral, se faz silêncio. É que atrás de umas moitas está o Camerando, numa posição estranha a tentar tirar uma fotografia que acabou por ser um grande postal. Toda a cena se desenrola com uma personagem que se move furtivamente em segundo plano. É a Clarice que anda a ver se consegue fanar a estrada, sem ninguém dar por isso. Percebi tudo??
Posto isto, também eu tenho a pergunta do Camerando: O que é aquela pala de sombra. Não me digam que ainda andavam por ali seres de outro mundo, para complicar mais a história...

19
Gravatar João Menéres
em 2017-04-10 21:54:39

Então, L. REIS, não conheces os alentejanos?
Aquela sombra é a passadeira para os peões!
Como eles andam sempre muito apressados, nunca dão tempo para pintar as listas e assim ficou uma banda negra unicamente.
A

20
Gravatar Kaipiroska
em 2017-04-11 12:44:39

Passamos a vida a copiar e a ser copiados, sem nem nos apercebermos. Cópia ou não, gosto muito da simetria e sensação de caminho a fazer que esta foto nos traz. Além disso, esta estrada faz-me lembrar as estradas regionais aqui da ilha, em que as árvores também são assim pintadas, ou melhor, eram, pois hoje em dia já a tinta quase nem se vê.

21
Gravatar Omar
em 2017-04-11 15:23:14

grandios! great structures and shawods. As car driver you can get dizzy of this sucking road (-;

22
Gravatar Dida
em 2017-04-12 01:07:35

Iguais os modelos, diferentes penteados.
As folhas da Manu parecem de início de Primavera, as folhas das árvores do Remus já desciam pelos ombros das árvores.
Quanto a cópias?
Se a gente se preocupasse muito com isso não usava roupa de boutique. Os padrões, as cores e os modelos são iguais. :-) Já quem a veste faz de cada peça, uma peça única.
Haja boa disposição.

23
Gravatar Questiuncas
em 2017-04-12 10:42:49

Esta sim, esta é que é uma verdadeira cópia da fotografia da Manu.
Tenho reparado que a Manu tem colocado uma marca pessoal em algumas das suas fotografias, muita luz, por vezes quase a estourar os brancos.
Apesar desta fotografia e da 2381 terem a mesma abertura, distância focal e velocidade, acho que esta tem mais luz. Parece-me assim, que esta é uma melhor cópia da fotografia da Manu, devido às características que acima referi da fotografia da Manu.

24
Gravatar Lis
em 2017-04-13 02:27:19

Deu ibope essa fotografia da Manu_ achei muito parecida com a sua ou vice versa_nao sei quem fotografou primeiro As duas estão bonitas-O local é bonito!
grande abraço, Remus
(ser copiado por ti é bacana), ou seja passar pelos mesmos lugares e copiar tal qual tu fizestes. Gostaria... rs

25
Gravatar Rute Saraiva
em 2017-04-13 18:35:11

ehehehehehehehe... o que eu tenho andado a perder! Curiosamente também tenho uma fotografia desta estrada... não sei se a vou postar ou se roubo esta do Remus, avançando depois para a casinha da Manu e roubo tb a dela. São todas iguais...
1 beijinho ao anfitrião :)

26
Gravatar Remus
em 2017-05-08 22:09:08

Estou-vos grato pelas palavras e presença.

Willem, Omid, Steven and Omar: Thank you.
Camerando: Devia cobrar ingresso? Mas acha que alguém pagaria? :-)
Em relação à sombra, lamentavelmente já não sei dizer o que é. Esta fotografia já é antiga, já deverá ter uns bons 7 anos. A estrada atravessa campos de cultivo, pelo que poderá ser algum tractor parado ou algo do género. Mas neste momento estou simplesmente a supor, porque efectivamente já não lembro-me, nem nas outras fotografias que tirei na altura, mostram o que existiria naquele sitio.
L Reis: Genial! Excelente resumo deste filme. Como eu adoro isto. :-D
Rute Saraiva: Essa vontade do querer roubar, é resultado das más companhias. A companhia da Clarice anda-lhe a fazer mal. ;-) :-P

27
Gravatar Alex
em 2017-05-09 19:37:27

adoro adoro adoro!