Pontos deVistas

A vida não é nem feia, nem bonita, mas é original.

Eu gosto de olhar as pedras Anterior Seguinte

Eu gosto de olhar as pedras

       Anterior Seguinte       

#filmphoto  #Experiment

Eu gosto de olhar as pedras
que nunca saem dali.
Não desejam nem almejam
ser jamais o que não são.
O ser das pedras que vejo
é só ser, completamente.
Eu quero ser como as pedras
que nunca saem dali.
Mesmo que a pedra não voe,
quem saberá de seus sonhos?
Os sonhos não são desejos,
os sonhos sabem ser sonhos.
Eu quero ser como as pedras
e nunca sair daqui.
Sempre estar, completamente,
onde estiver o meu ser.

Poema «Stone song» de Caio Fernando Abreu.

Fotografia tirada pela máquina analógica Praktica MTL 5 e com um rolo AGFA Optima II Prestige, expirado em Dezembro de 2003 (9 anos e 10 meses antes da fotografia ter sido tirada).
ISO: 100.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3065
Publicação: 2017-08-13
Grupo: Experiências
Câmara: Praktica MTL 5
Abertura:
Distância focal:
Velocidade do obturador:
Flash:

  Mais fotografias

Quando saíres O mágico veneno Dolce far niente Que as palavras entrem pela chaminé Em todas as partes Urze protectora Quanto és falsa Lassa frota

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {vereda}
In' Pression a LUZ: {vereda}

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Roadrunner
em 2017-08-13 18:08:16

Sempre é melhor que ficar com a pedra. Ou não?

Saudações!

02
Gravatar Redonda
em 2017-08-13 19:07:17

Gostei do poema e da fotografia - nela vemos mesmo as pedras :)

03
Gravatar Willem
em 2017-08-13 19:44:40

Fantastic and nice focus work.

04
Gravatar Janita
em 2017-08-13 21:05:49

Será que o foi por o rolo que o Remus usou, estar já fora de prazo, que a foto ficou desfocada? ;) :)
Também gosto de olhar para as pedras, sobretudo, para não tropeçar nelas e dar um tombo, como me aconteceu há dias.

05
Gravatar Elisa Fardilha
em 2017-08-13 21:07:23

Atravessando uma fase complicada, espreito o teu post mesmo sem tempo para comentar.
Hoje, voltei aqui e só agora vi que a minha foto foi mais uma vez premiada com o teu destaque. Fiquei sem palavras. Obrigada Remus!

Adorei a tua foto, lembrando-me, as pedras que tenho que tentar ultrapassar.
Gostei do desfoque, ficando o principal (as pedras) em primeiro plano. O poema, que desconhecia, é belíssimo.

Beijinhos.

06
Gravatar Rute Saraiva
em 2017-08-14 19:35:52

Gostei da ideia e do desfoque ao longo de praticamente toda a área da fotografia. Acho que abusaste um bocadinho na saturação... mas isto são gostos :)
1 beijinho

07
Gravatar Existe Um Olhar
em 2017-08-14 21:33:51

Gosto destas pedras fazem-me lembrar uma paisagem lunar, escondi a parte de cima e só olhei para o empedrado que ficou muito bem.

08
Gravatar Omid
em 2017-08-14 22:15:20

such beautiful composition, focus, DOF, colors & lights!
Lovely shot!

09
Gravatar Ana Lúcia
em 2017-08-17 08:47:35

Eu desconfio que o ar condicionado te afectou, agora gostas de olhar as pedras, sinceramente e ainda por cima estas, em meio citadino :) Eu gosto de observar as rochas e pensar nas histórias que já viveram. :D

10
Gravatar Alex
em 2017-08-29 06:48:23

E ainda bem q gostas, pq depois aparecem imagens como esta. Com um toque de não "sei quê "... :)

11
Gravatar Remus
em 2017-09-15 21:15:15

Obrigado pelas vossas visitas e palavras.

Roadrunner: Penso que sim. Ou então, apanhar com uma pedra na cabeça também seria mau. :-D
Willem and Omid: Thank you.
Janita: Mas a focagem está nas pedras em primeiro plano (em baixo). Agora, se é a focagem que deveria ser, se foi uma boa opção artística, isso já será outra questão. ;-)
Rute Saraiva: Acho que abusei mesmo. :-D