Pontos deVistas

A vida não é nem feia, nem bonita, mas é original.

De raro a habitual Anterior Seguinte

De raro a habitual

       Anterior Seguinte       

#Fauna

No passado o flamingo (Phoenicopterus roseus) era muito raro em Portugal, mas desde o final da década de 1980 a presença de grandes bandos de flamingos passou a ser habitual nas principais zonas húmidas portuguesas, não sendo raro observar concentrações de muitas centenas de indivíduos. Embora não nidifique no nosso país, pode ser observado ao longo de todo o ano. Os movimentos algo erráticos desta espécie não permitem classificá-la como residente nem como invernante.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3129
Publicação: 2017-11-05
Grupo: Fauna
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5.6
Distância focal: 170 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Flores ao vento Lassa frota Toca a acordar! Entendo bem o sotaque das águas Abscisão Telha lusa Nariz de tomada No limiar do labirinto

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {vereda}
In' Pression a LUZ: {vereda}

  Comentários

Existem 15 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar João Menéres
em 2017-11-05 20:28:28

Dizem que até os há na Ria de Aveiro, mas ainda não tive oportunidade de confirmar.

02
Gravatar Steven
em 2017-11-05 21:34:58

Awesome color, clarity and light captured in this shot!!

03
Gravatar Willem
em 2017-11-06 17:50:07

Fantastic.
Beautiful exposure and sharpness, nice to look at Remus.

04
Gravatar Janita
em 2017-11-06 19:04:26

Nunca vi um flamingo ao vivo, mas este parece um bocado 'álvoreado' - isto é alentejanês e significa: alvoroçado - não parece?
É uma ave bonita e elegante. :)

05
Gravatar Manu
em 2017-11-06 20:41:17

Parece que te está a fazer uma vénia, grande exibicionista, hem?
Desconfio que lhe fizeste algum feitiço :P
Uma ave que adoro e sei que as há aqui para os meus lados, mas nunca consegui fotografar nenhuma.
Este modelo fotográfico ficou fantástico!

06
Gravatar Ana Lúcia
em 2017-11-06 20:53:11

mas as patinhas da ave onde estão???!!! quer-me parecer que alguém ou alguma coisa estava agarrar o pobre flamingo para ele não fugir!!!??? Está vestido de gala.

07
Gravatar Clarice
em 2017-11-07 00:34:27

Tá bem, a mim não me engana o Sr. Remos! Isto é um peluche e a pilhas!! Qual Phoenicopteru roseus (este roseus cheira-me a vinho) qual carapuça!?!

08
Gravatar Elisa Fardilha
em 2017-11-07 16:52:19

Chegou e disse:
Aqui estou Sr. Remus!

Foi só clicar e o resultado foi esta magnífica foto!

Beijinhos.

09
Gravatar Omid
em 2017-11-07 17:58:49

very nice portrait!
L O V E L Y!

10
Gravatar Dida
em 2017-11-08 01:34:17

São mais giros em bando e ao longe.
É o que sinto.

11
Gravatar L Reis
em 2017-11-08 15:39:05

Os meus primos alentejanos tinham um flamingo, em tamanho natural, no hall de entrada... ainda hoje dou comigo a pensar naquela criatura cor-de-rosa e de olhos esbugalhados, mais alto do que os meus 5 anos de idade e a razão daquele despropósito. Agora já percebi: afinal era uma raridade!
Vai daí, e independentemente deste trauma de infância que podia muito bem ter sido a minha desgraça, gosto muito de flamingos e da cor fabulosa que têm.
Como eu já tinha recuperado, psicologicamente, do flamingo de plástico do hall, agora fico com este de asa aberta e de carne e penas... acho que não me dão alta tão cedo...

12
Gravatar Alex
em 2017-11-13 19:13:46

e são bem lindos... em bando ali para os lados de alcochete.. :)

13
Gravatar Paulo Vasco Pereira
em 2017-11-14 00:00:14

Tenho tanta dificuldade em captar momentos destes. Ou devo dizer paciência?

14
Gravatar Remus
em 2017-12-04 20:05:48

Obrigado pelas vossas visitas e palavras.

Steven, Willem and Omid: Thank you.
Janita: Este estava somente a esticar as asas. :-)
Manu: Acho que o apanhei no momento em que ele apanhava banhos de sol. Por isso não foi preciso feitiço... nem suborno. :-)
Ana Lúcia: Esta fotografia foi de momento. Foi aproveitar o esticar das asas. ;-)
Clarice: Como sempre, a Clarice descobre tudo. Não lhe consigo esconder nada. :-P
Paulo Vasco Pereira: Para além de paciência também é preciso sorte. E isso nunca depende de nós. ;-)

15
Gravatar Ana Lúcia
em 2017-12-04 21:04:00

Entendo-te, também faço dessas (muitas até).