Pontos deVistas

Se errar é humano, acertar deve ser coisa de extraterrestre.

Estamos quase lá Anterior Seguinte

Estamos quase lá

       Anterior Seguinte       

#Landscape

Quase lá, quase no ar limpo, quase numa mesquita,
sem imagens, quase quase numa esterilizada
capela de hospital, a escrever a branco no céu,
sem colete-de-forças.

Quase o azul, quase a manhã,
não podes dizer "quase Mário"
porque é justamente o contrário de Mário o que pretendes:
uma escrita ametafórica, com palavras-coisas e palavras-actos
e nada de representações barrocas.
Que o relâmpago abrase
que a palavra "leite" alimente
que a palavra "perdão" perdoe. E que a salvação salve.

Excerto do poema «Quase lá» de Maria Estela Guedes

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1226
Publicação: 2010-11-29
Grupo: Paisagens
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 5.6
Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/750 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Meter a bola Lanças de Cupido Um dia no caminho Ó sino da minha aldeia Tamanho não importa CND «Dryopteris Filix-mas» Dia mágico

  Escolha da semana

Omid: |||||.|||||
Omid: |||||.|||||

  Comentários

Existem 24 pontos de vista. Quem será o próximo?
RCSRDUCDMPFATCMRPRAAERDC
01
R
Richard Geven
em 2010-11-29 09:08:50

Endless.......... love this shot!

02
C
Ci
em 2010-11-29 10:41:51

e está a ser difícil? :) pela fotografia valeu a pena!

03
S
Sandra Rocha
em 2010-11-29 10:48:32

Só falta um bocadinho assim :)
Se estivesse este briol não estavas aí a tirar esta bela imagem :)
Beijos

04
R
Rute
em 2010-11-29 11:45:24

E sem qualquer tipo de 'representação barroca', para não contrariar a poetiza, com esta fotografia deixas-nos a olhar para quase tudo o que quisermos! Gostei muito, Remus... e às vezes é dificíl expressarmo-nos com mais do que isto...gostei tanto...é o melhor que consigo agora :)
1 beijo

05
D
Didier
em 2010-11-29 12:06:58

une image d'une grande finesse, pleine de beauté brute !! j'adore !!

06
U
Uminuto
em 2010-11-29 13:32:37

um olhar infinito...que se prolonga dentro de nós
beijo

07
C
Clarice
em 2010-11-29 14:33:51

uma janela com vista para mim... para cada um de nós... vou voltar aqui e dizer tudo o que me apetecer, esta imagem é isso: um lugar onde se pode gritar sem que ninguém nos oiça, ou veja, ou sei lá o quê... hoje é só isso que eu quero, um lugar assim!

08
D
Dalmeida
em 2010-11-29 15:01:11

Poema intrigante... :-). A foto, uma tentação. Eu que adoro caminhar, amei a sensação sugerida.

09
M
Manuel Hompanera
em 2010-11-29 19:26:05

Buen punto de vista,te hace preguntarte que es lo que hay debajo.Saludos.

10
P
Pedro Ferreira
em 2010-11-29 21:11:51

Com o andamento que o Remus dá a este blog, eu diría que não está quase, ja está lá... em resposta ao seu comentário, só posso dizer que sou eu quem fica com uma enorme dor de cotovelo, de cada vez que visito este blog, a cada dia que passa encontro mais um excelente post, sempre uma grande imagem, complementada com palavras à altura. Tiro-lhe o chapéu pela dinâmica que dá a este espaço, que me deixa a pensar como é que uma única pessoa consegue aliar tanta quantidade (um post por dia) a tanta qualidade... um abraço e obrigado pela visita ao meu canto :)

11
F
Fernando Santos ( Chana )
em 2010-11-29 22:48:07

Bela fotografia...Espectacular....
Um abraço

12
A
Adrian Laroque
em 2010-11-30 00:21:22

Eu já lá estou!

13
T
Tossan
em 2010-11-30 01:24:48

O poema é genial e a foto também! O importante é que a nossa emoção sobreviva em todos os horizontes! Abraço

14
C
Ci
em 2010-11-30 10:37:58

os desenhos que aparecem em cada um dos comentários que não apresentam a fotografia do autor são fenomenais. gosto imenso.

15
M
Mfc
em 2010-11-30 14:43:05

Que vontade de estar aí...

16
R
Ruimnm
em 2010-11-30 17:12:18

gosto da imensidão que transmite.

17
P
Paulo Marcelino
em 2010-11-30 21:20:14

Lá? Lá aonde Remus? a ondulação do terreno dinamizou a foto assim como o azul do céu.

18
R
Roadrunner
em 2010-11-30 22:57:21

Convém não mencionar a localização para não dar ideias (más) a alguém...

Saudações do Roadrunner!

19
A
Adelino Reis
em 2010-12-01 15:21:08

Do extinto ARTC, mas sempre por aí.
Não podia deixar de comentar esta fotografia.
Quem me dera que fosse minha!!! Acho que diz tudo!!

Até breve.

20
A
Alex
em 2010-12-03 23:58:36

bem... esta imagem é fecunda... a bonanza depois de desbravar todo um caminho ardiloso... :)

ceu mto bonito... e aquele pedacinho de terra no (quase) meio, faz toda a diferença.

21
E
Earnest
em 2010-12-05 18:03:22

On top of the world.

22
R
Remus
em 2010-12-06 11:13:07

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

ci: Vale sempre a pena... Em relação aos desenhos dos monstrinhos é uma funcionalidade do Gravatar.:-)
Richard Geven and Earnest: Thanks!
Sandra Rocha: Estava fresco, mas não estava este briol! :-)
didier: Merci!
Pedro Ferreira: Em abono da verdade, não é um post por dia, mas sim, uma fotografia nova a cada dia e meio. :-)
Paulo Marcelino: No sitio que quiseres... :D
Adelino Reis: Tenho pena que o ARTC tenha sido extinto... :-(

23
D
Desfocado
em 2010-12-12 21:35:07

gosto do gradiente azul do céu e do tender para infinito.

24
C
Chica
em 2017-03-21 09:17:03

Gostei muito da foto! abraços, chica