Pontos deVistas

O bom fotógrafo não tira fotos. Eterniza momentos.

Luto Anterior Seguinte

Luto

       Anterior Seguinte       

#General

Donde vem esta doce esperança, este desejo profundo,
Este anseio pela imortalidade?
Donde vem este medo secreto, este horror íntimo,
De cair no nada?
Porque se retrai a alma,
E estremece diante da destruição?
É a divindade que se agita em nós;
É o céu que aponta o Futuro e anuncia a eternidade ao Homem.
ETERNIDADE! Pensamento doce e horrível!

Addison, citado por Blavatsky (s.d., p.267)

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1311
Publicação: 2011-04-01
Grupo: Geral
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 6.3
Distância focal: 42.8 mm
Velocidade do obturador: 1/1000 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

340 PV5 Helicicultura Já te foste Perigo nuclear Porta fechada Integrais O muito amado Redondos & calóricos

  Escolha da semana

Omid: crab plover
Omid: crab plover

  Comentários

Existem 20 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Helder Ferreira
em 2011-04-01 13:42:49

É o medo da imortalidade que não conseguimos compreender.

02
Gravatar Rute
em 2011-04-01 14:14:35

Dá que pensar, este texto...dá que pensar a todos nós, simples mortais! Seremos?!...
Desta vez vou dizer ao contrário : gostei muito da imagem que escolheste para ilustrar as palavras que aqui nos deixaste.
1 beijo:)

03
Gravatar Ruimnm
em 2011-04-01 16:14:32

há que o fazer, para seguirmos em frente.
chorar, de raiva às vezes; lembrar, sempre, mas não ficar parado nos arrependimentos.
alguém nosso parte, é doloroso, mas quereria ele que continuássemos a nossa vida.
a eternidade existe até quando pelo menos uma pessoa pensar em nós!

(ligado ao fim-de-semana? :(

04
Gravatar Pixeluz
em 2011-04-01 19:26:13

As garrafas vermelhas destacando-se nesse fundo de mármore fazem uma linda composição.

05
Gravatar Mfc
em 2011-04-01 19:34:30

A perplexidade perante a morte é o alimento das religiões!

06
Gravatar Existe Um Olhar
em 2011-04-01 20:28:53

E no entanto tudo é imortal e impermanente, resta apenas viver o momento e aproveitá-lo o melhor possível.
Eu fiz agora a minha parte, partilhei o teu olhar e nele me revi consciente da minha mortalidade.

Beijos
Manu

07
Gravatar Rue Du Lavoir
em 2011-04-01 21:04:40

Un jeu de matières et de couleurs en harmonie.
Cette photo me rappelle les peinture de nature morte.
Ta photo est construite comme une toile de maître.
Superbe composition.

08
Gravatar Willem
em 2011-04-01 21:40:50

Wonderful composition

09
Gravatar Sérgio Pontes
em 2011-04-01 22:39:13

A imagem está fabulosa e é muito intensa

10
Gravatar Cr
em 2011-04-02 07:34:46

Uma imagem poderosa com excelentes contrastes a ilustrar um magnífico texto.
Abraço.

11
Gravatar Zekarlos
em 2011-04-02 11:27:45

Grande foto carregada de simbolismos e com uma composição *****

12
Gravatar Alex
em 2011-04-02 11:46:12

um rectÂngulo dentro de outro rectângulo.. graficamente sugestivo... gosto dor elevo no painel da parede.. o vermelho das velas da cor... há grafismo... há historia...

13
Gravatar Bean Fely
em 2011-04-02 22:37:49

A MORTE É SEM DUVIDA O MEU PRINCIPAL MEDO ....... BELO TEXTO E COM UMA FOTO EXCELENTE

14
Gravatar The Dear Zé
em 2011-04-02 22:44:17

ora aqui esta uma bela composição, uma foto com historias para contar...

15
Gravatar Yz
em 2011-04-03 20:36:19

very well composed

16
Gravatar Iris
em 2011-04-04 23:53:50

fantástica foto e texto e título. estremece-se

17
Gravatar João Reis
em 2011-04-05 11:52:51

Belissima composição. Adorei. E o texto faz-me pensar que detesto o que não explicação. Abraço.

18
Gravatar Domlortha
em 2011-04-05 19:52:02

Great composition, with a nice background.
Have a nice day.

19
Gravatar Remus
em 2011-04-08 21:22:44

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

ruimnm: Sim.
Rue Du Lavoir et DomLOrtha: Merci!
Willem and yz: Thanks!

20
Gravatar Ana Freire
em 2014-06-26 14:34:29

Se compreendêssemos a eternidade... já saberíamos tudo...
Quando se sabe tudo... a vida deve ser muito entediante...
Prefiro não saber tudo... e ir descobrindo um dia de cada vez...
Grande composição, que torna a imagem bem forte, com o vermelho das velas, a atraírem para si a atenção.
Imagem bem adequada ao texto. A conjugação está excepcional!
Parabéns, Remus!
Bjs
Ana