Pontos deVistas

Somos feitos de carne, mas temos de viver como se fôssemos de ferro.

O ser de Vide Anterior Seguinte

O ser de Vide

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

Por iniciativa do rei D. Dinis e concluído em 1327 já no reinado de seu filho, Afonso IV, Vide passou a ter um castelo. E dizem que foi assim que Vide passou a Castelo de Vide. O castelo situa-se no canto sul das fortificações medievais que integravam o primitivo burgo, constituindo as suas muralhas o prolongamento da antiga cerca urbana. Os muros desenham um polígono ligeiramente trapezoidal que apresenta a Torre de Menagem, de secção rectangular. A torre apresentou-se esventrada durante muitos anos em resultado de uma explosão que a mutilou no ano de 1705, quando os espanhóis a ocuparam. Mais tarde, com o terramoto de 1755 voltou a sofrer ainda mais danos. Após várias intervenções, as obras de reconstrução da torre, foram dadas como concluídas em 1978.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1572
Publicação: 2012-03-24
Grupo: Urbanismos
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 28 mm
Velocidade do obturador: 1/2 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Suspiro dos cativos Bebida refrescante Galo e cruz «Holstein Frísia» Proporção 70/0.008 Espaço da janela «Feria V in Coena Domini» Colorido especial

  Escolha da semana

Omid: crab plover
Omid: crab plover

  Comentários

Existem 16 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Tiago Braga
em 2012-03-24 15:20:08

Muito boa fotografia, caro colega da blogosfera. Gostei imenso estes ponte de luz bastante forte, ajudam a criar uma mistura entre nocturno e contra luz, muito boa prespectiva.

Forte Abraço

02
Gravatar Rute
em 2012-03-24 15:56:30

...no nosso pais, as obras nunca se podem dar como concluídas!...adiante...Gosto muito deste nocturno, tem umas cores lindas e o tom azul do céu está fora do comum! O Castelo é muito bonito e o resto da vila também.
1 beijo:)

03
Gravatar Ruimnm
em 2012-03-24 17:41:32

um belo nocturno, ou quase, porque apesar de ser já noite para os olhos de quem fotografou a câmara ainda conseguiu aquele bonito azul.

04
Gravatar Dida
em 2012-03-24 19:36:24

Uma imagem sedutora.
Faz promessas de revelação e deixa o resto à imaginação.
Gosto. Parabéns.

05
Gravatar Willem
em 2012-03-24 20:20:59

Wonderful "blue hour" photo.

06
Gravatar Mfc
em 2012-03-24 23:59:55

Bestial... fiquei aqui a olhar!!

07
Gravatar Roadrunner
em 2012-03-25 02:07:51

Bela terra! Já fui muito feliz em Vide.

Saudações!

08
Gravatar Ana Lúcia
em 2012-03-25 02:28:36

Parece um rei lá em cima! :)

09
Gravatar João Menéres
em 2012-03-25 08:35:59

O comentário do Rui é bem certeiro.
O "segredo" está no tempo de exposição.
Castelo de Vide e o Castelo, a Fonte da Vila, a Judiaria, as ruas íngremes, a Praça D. Pedro V
( se a memória não me atraçoa ) e a Matriz.

Bom momento este.

Um abraço.

10
Gravatar Iris
em 2012-03-25 11:54:42

é, a câmara fotográfica suplanta o olho humano no reconhecimento do esplendor da hora azul (é o esplendor da fotografia)

11
Gravatar Fabrizio
em 2012-03-26 09:41:29

powerful light interpretation here... perfect in its totality

12
Gravatar Sérgio Pontes
em 2012-03-26 23:05:17

Não conheço essa terra, mas agora fiquei curioso

13
Gravatar Sandra Rocha
em 2012-03-27 10:09:08

Fantástico, bom aproveitamento da luz.

14
Gravatar Remus
em 2012-03-29 21:56:01

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

ruimnm: Quem te disse que era de noite? Era quase de noite, mas ainda havia uns restos de luminosidade do sol. :-)
Willem and fabrizio: Thanks.
João Menéres: É isso mesmo. ;-)

15
Gravatar Alex
em 2012-03-30 16:52:48

um nocturno quente... céu poderoso...

16
Gravatar Janita
em 2017-11-23 14:49:21

É caso para apelar com orgulho: Vi(n)de ver o Castelo de Vide.
Com um restauro com menos de quarenta anos deve ser dos castelos mais 'novos' do nosso país.
Bela fotografia, obtida ao lusco-fusco, com o céu ainda azulinho e as luzes brilhando do seu tom de ouro. Será lícito dizer-se ouro sobre azul? Nã... Ouro sob Azul... Ou, Azul sobre Ouro... :)

É uma honra poder vir apreciar - não revisitar, isso é para os que já haviam visitado antes - o Passado do Pontos de Vistas.
:)
(não são permitidas babas... não há cá lenços)