Pontos deVistas

Somos feitos de carne, mas temos de viver como se fôssemos de ferro.

Não sei como Anterior Seguinte

Não sei como

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

Não sei como chegar à tua casa perdida,
a tua casa emaranhada nas antenas
como um trapo miserável, esquecido.

Não sei como entrar no teu bairro na tua vida,
a tua vida de puzzles e de palmeiras,
o teu bairro de lata e de armaduras.

Não sei como ir da minha vida à tua rua,
a tua rua cheia de perguntas,
a minha vida estranha sem respostas.
Mas chegarei. Porque tu me chamas.

Poema «Não sei como» de Belén Sánchez

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1847
Publicação: 2013-03-22
Grupo: Urbanismos
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 13.7 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Varzim «Diospyros Kaki» Vai à fava A cruz Dentro do possível... Fino mas resistente Be gay * Hora do lanche

  Escolha da semana

Omid: crab plover
Omid: crab plover

  Comentários

Existem 24 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Photo Attraction
em 2013-03-22 23:23:30

Não sei do que gosto mais... se do poema se da fotografia.
E "casam" os dois muito bem!

02
Gravatar Tossan
em 2013-03-22 23:28:40

Com a genialidade do poema eis uma foto
com o mesmo padrão, isto é, genial também
além de bonita! Abraço

03
Gravatar Rute
em 2013-03-23 01:07:18

Poema intenso...gostei muito! A fotografia parece que foi feito para ele, ou vice-versa. Belo post, Remus
1 beijinho

04
Gravatar The Dear Zé
em 2013-03-23 01:29:41

parabólica fotografia em tons de roupa a secar...

05
Gravatar Marina Linhares
em 2013-03-23 02:53:32

Nossa! Como que um poema se encaixou tão bem em uma foto! Ou vice-versa.
Sublime.

06
Gravatar Vera Cymbron
em 2013-03-23 04:06:46

Amei. BW muito bom. E só pode ser no Porto. Tenho convite para aparecer por estas bandas... quem sabe lá mais para Setembro.

07
Gravatar Questiuncas
em 2013-03-23 10:32:18

Mais um belo casamento - fotografia e poema.
Não estou a dizer que o Remus é padre.

08
Gravatar Yz
em 2013-03-23 12:13:40

great mood

09
Gravatar Ana Lúcia
em 2013-03-23 13:49:20

O poema e a fotografia nasceram um para o outro! :)

10
Gravatar Helena Prata
em 2013-03-23 15:26:27

Linda imagem e lindo poema, como já foi referido foram feitos um para o outro.

11
Gravatar Willem
em 2013-03-23 16:19:45

Beautiful exposed and also a nice conversion in sepia, lovely photo as result.

12
Gravatar Manu
em 2013-03-23 18:08:38

Eu também não sei como consegue esta perfeita conjugação entre poema e foto...mas quem sabe sabe :)

13
Gravatar Cr
em 2013-03-23 18:14:30

Uma palavra apenas: Excelente!

14
Gravatar Lis
em 2013-03-24 16:05:06

Gosto dessas ruelas estritas e dessa liberdade de roupas ao vento...muito interessante essa mania que por aqui não é bem vista,( roupas pessoais só no fundo do quintal e áreas de serviço),aí histrionicamente visíveis.:)
também "não sei como" chegar á sua casa Remus rs

15
Gravatar Margot Félix
em 2013-03-25 15:49:03

Foto evocativa... despertou-me imensa saudade da terrinha!
Também o poema é belíssimo!

16
Gravatar Elisa Fardilha
em 2013-03-26 18:38:13

Uma foto que me agradou imenso.

Belíssima!

O P&B favoreceu-a,tornando real a sua ancestralidade.

O pormenor da roupa balançando ao vento está fantástico!

Beijinhos.

17
Gravatar Dida
em 2013-03-26 19:52:22

Tenho a certeza que está um excelente trabalho e muito bem combinado.
Parabéns

18
Gravatar Tiago Braga
em 2013-03-26 20:57:51

Muito interessante e bem conseguido este registo, gostei dos efeitos e tratamentos e tambem do texto que vem a acompanhar, como sempre muito culto e com algo a ensinar ;)

19
Gravatar Dom Lortha
em 2013-03-27 09:38:18

Fantastic composition, and great BW! I love this picture!
Have a nice day.

20
Gravatar Remus
em 2013-03-30 16:50:29

Muito obrigado pelos vossos comentários. E fico muito feliz por terem gostado das palavras. Descobri-las, são sempre a parte mais difícil das minhas fotografias.

Vera Cymbron: És pior que o pessoal do Jet-7. Tens convites para ir para todo o lado. :-P
Yz and Willem: Thank you.
Lis: Neste lado do mundo, mostramos tudo. Desde que já esteja lavadinho... :-)
Dom Lortha: Merci.

21
Gravatar Roadrunner
em 2013-04-02 10:34:31

Um verdadeiro mix de antiguidade/modernidade: estendais versus parabólicas!

Saudações!

22
Gravatar Rian
em 2013-04-17 17:40:12

sure is a nice poem for this scene, i can almost hear the sheets ruffling in the wind.. very nice.

23
Gravatar Alex
em 2013-04-18 10:38:26

amo.... linda linda linda... e a edição ficou perfeita... (este tom, q nem sei se é sépia...... LINDA!)

24
Gravatar Mariam
em 2018-05-26 16:52:19

Tão bonito. Tudo. Bjs