Pontos deVistas

Viver sem amigos não é viver.

Maga & Min Anterior Seguinte

Maga & Min

       Anterior Seguinte       

#Graphic

A Maga Patalójika é uma vilã do universo de Patópolis, criada por Carl Barks. Como uma feiticeira do mal, Maga apareceu pela primeira vez na história "The Midas Touch" em 1961, com o objectivo de obter a famosa Moeda Número 1 do Tio Patinhas, a fim de a transformar num amuleto para dar-lhe o toque de Midas.
Nesta história também aparece a Madame Min, que é uma bruxa do bosque, simpática e muito poderosa.

Isto tudo porque a L.Reis decidiu escolher "Banda desenhada", como tema do desafio desta semana do Flinpo. Não teria sido mais fácil, se ela tivesse escolhido uma qualquer florzinha?
:-)

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3189
Publicação: 2018-01-23
Grupo: Grafismos
Câmara: COOLPIX L29
Abertura: f 3.2
Distância focal: 4.6 mm
Velocidade do obturador: 1/25 sec
Flash: Disparado

  Mais fotografias

Soprador Bambi Uma orquídea floriu De Proteu Amedrontam-me as tempestades Até onde vai o olhar? Abóboranaval Ano do Cão

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: In the woods
Arco-Íris Reloaded: In the woods

  Comentários

Existem 16 pontos de vista. Quem será o próximo?
JSQWMALCCEMOAJDR
01
J
JoÃo MenÉres
em 2018-01-23 22:53:49

Pois o REMUS tem toda a razão!
De banda desenhada já não resta nada por cá...

02
S
Steven
em 2018-01-24 00:37:56

Great use of selective coloring in this challenge!!

03
Q
Questiuncas
em 2018-01-24 08:36:00

O que a L. Reis provoca no Remus
Até faz que ele utilize uma técnica, que agora não me lembro do nome, de ter parte da fotografia a cores e outra a pb.
Bendita L. Reis e bendito Flinpo.

04
W
Willem
em 2018-01-24 09:41:36

Fantastic color editing, superb photo as a result.

05
M
Manu
em 2018-01-24 11:29:56

Também ando às voltas com a banda desenhada, mas aqui o Remus conseguiu dar a volta por cima e resultou numa foto bem interessante!

06
A
Ana Lúcia
em 2018-01-24 14:57:08

Eu gostava das histórias dessas duas :) e que tal emprestares-me esse livrinho de BD. Vê lá emprestar não é dar :P oh, forreta.

07
L
L Reis
em 2018-01-24 15:48:05

Eeheheheheheheh! (Este é o meu riso mais poderoso e terrível do género: vamos fazer os participantes suar as estopinhas para arranjar uma fotografia) Nesta fotografia, gosto de imaginar o Remus a tentar equilibrar a máquina no alto da cabeça, onde previamente colocou um pano da loiça, e a tirar a fotografia só com uma mão e a coisa a não sair bem e a ter que repetir 50 vezes, pelo menos!!! (e que ninguém me venha dizer que ele usou um tripé) Para além deste devaneio, tenho que dizer duas coisas: 1 - Excelente escolha de personagens - o meu sonho é reformar-me e poder andar pela rua com o ar da madame Min 2- Excelente ideia para o tema. O destaque dado, às coloridas páginas da BD, pelo preto que as enquadra, ficou espetacular.

08
C
Camerando
em 2018-01-25 05:13:19

Sei que minha palavra já não vale nada, especialmente em se tratando de fotografias, ramo onde não sou ninguém.
Já não sou capaz de chamar atenção daquele que estimo como fotógrafos - com raras excepções... Isto reduz ainda mais o meu valor.
Mas ainda com energia para proferir algo, preciso dizer, com vossas desculpas, que esta fotografia nada me comove. Exclusivamente para mim (ao que parece), esta imagem carrega consigo apenas o número de registro neste sitio. Nada mais...

09
C
Camerando
em 2018-01-25 05:15:54

ERRATA

*...daqueles que estimo...

10
E
Elisa Fardilha
em 2018-01-25 15:52:21

Leitura que fez parte da minha juventude!

Para o Remus foi "canja", o desafio.

Beijinhos.

11
M
Mário
em 2018-01-25 17:35:03

A Maga, a Min, o Peninha e o Pateta eram as personagens que mais gostava. A mão que segura o livro deu um toque especial, um sabor a saudosismo ainda mais realçado pela opção P&B.

12
O
Omid
em 2018-01-25 20:47:30

:)
Memorable & lovely!

13
A
Alex
em 2018-01-25 23:10:03

eu lia disto!!! oh que saudosismo.. :)

14
J
JoÃo MenÉres
em 2018-01-27 00:22:36

L. REIS (se o REMUS der autorização, claro!)

Não sabes que o Remus foi mineiro e tem experiência à força de colocar fontes luminosas à cabeça?
Neste caso, foi ginja para ele substituir a lanterna pela maquineta fotográfica!
A mim é que me deste um trabalho dos diabos!!!

15
D
Dida
em 2018-01-29 12:27:09

Ficas-te a ler banda desenhada na cama à luz do candeeiro?
Parece!
Eu ficava. E quando ouvia passos. Desligava a luz e fazia que dormia ;-)
Gostei

16
R
Remus
em 2018-02-16 21:22:51

Estou-vos grato pelas visitas e comentários.

Steven, Willem and Omid: Thank you.
Questiuncas: A técnica chama-se cut-out, ou pelo menos, conheço-a por esse nome. Apesar de eu ser do contra, acho que esta fotografia ficou a ganhar com o uso dessa técnica. Estou errado?
Ana Lúcia: E será que tu estimas o livro? Este livro já é vintage. Já terá perto ou até mais que 30 anos. :-)
L Reis: A vantagem de usar a máquina compacta, é que é leve e consigo segura-la com uma única mão sem problemas. Por isso não usei tripé, mas tive que usar o flash. E não tirei 50 fotografias/tentativas, mas tirei perto de 20. :-D
Camerando: :-D :-D Muito bom! :-D :-D Tão bom... Que com esse floreado todo até nem percebi nada. :-|
Dida: Dito assim, até parece que na sua casinha era proibido ler banda desenhada. :-D