Pontos deVistas

Não vemos as coisas como são: vemos as coisas como somos.

Nau dos Corvos Anterior Seguinte

Nau dos Corvos

       Anterior Seguinte       

#Water

A Nau dos Corvos, também conhecida por Pedra da Nau, é um rochedo localizado no Cabo Carvoeiro, o cabo mais ocidental da costa continental portuguesa a norte do Cabo da Roca. É um rochedo onde frequentemente pousam os corvos-marinhos-de-crista. E vai daí a origem do seu nome, o rochedo é como uma nau em que a tripulação serão os corvos.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3268
Publicação: 2018-05-07
Grupo: Água
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 9
Distância focal: 29 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Alguém inventou uma luz No cimo de uma colina Ai, Lurdes! Camadas ao alcance Arroz do fundo Existe sempre dois lados Ver as coisas até ao fundo Ablepsifobia

  Escolha da semana

Gootchaï 's Photoblog: La coque!
Gootchaï 's Photoblog: La coque!

  Comentários

Existem 13 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar JoÃo MenÉres
em 2018-05-08 00:31:01

Só o vi uma vez.
Era tal a nortada que nem deu para fotografar.

02
Gravatar Steven
em 2018-05-08 01:00:50

Great framing of this cliff, accompanied by beautiful color and texture! I love how the plateau lines up with the horizon.

03
Gravatar Willem
em 2018-05-08 08:09:47

Attractive state of the horizon, nice verticale framing as well.

04
Gravatar Maria Antonieta
em 2018-05-08 12:17:10

Eu, que nada percebo da sublime Arte de bem fotografar, tenho de render a justa homenagem ao pormenor mágico: o terminus da rocha bem nivelado pela linha do horizonte... Belo!... :)

05
Gravatar Manu
em 2018-05-08 14:42:04

Um lugar onde costumo ir muita vez.
Gosto de contemplar a imensidão do oceano e quando vai chover ainda consigo ver as Berlengas.
Gosto deste azul a contrastar com a cor da rocha e está tudo bem nivelado.

06
Gravatar Elisa Fardilha
em 2018-05-08 18:48:05

Já a fotografei! É uma foto quase que obrigatória a quem por lá passa.

Adorei a tua foto onde a linha do horizonte bate certinha no cimo da rocha.
O contras do azuis com o castanho da rocha acentuou a beleza da foto!

Beijinhos.

07
Gravatar L Reis
em 2018-05-08 18:56:43

Eu tenho que falar no que outros já falaram, pois é o pormenor que faz toda a diferença: o alinhamento do topo da nau com a linha do horizonte. É como se a rocha fosse um pilar do céu.
Tal é a precisão da coisa, que tenho a certezinha absoluta que esta fotografia envolveu um programa MDI, instrumentos de sensoriamento, uma tabela completa de georeferências, um astrolábio, um teodolito e 2 xanax e um chá de camomila, para a mão não lhe tremer.

08
Gravatar Dida
em 2018-05-09 01:10:53

Esperaste a maré "certa"?
Colocaste régua?
A foto está muito fixe.
Parece que a linha do horizonte está a segurar o rochedo em queda.
Adorei.

09
Gravatar Ana Lúcia
em 2018-05-09 14:37:43

Ora pois conseguiste fotografar o deus Atlas. Nunca pensei em fotografá-lo assim, mas duvido que conseguisse, regra e esquadro nunca foram uma apetência.

10
Gravatar Roadrunner
em 2018-05-13 16:23:37

Bem me parecia que era ele, mal o vi identifiquei-o logo! Não estou é habituado a vê-lo rodeado de mar tão calmo...

Saudações rochosas!

11
Gravatar Omid
em 2018-05-15 20:25:16

wonderful view!

12
Gravatar Alex
em 2018-05-24 22:26:56

ora aqui está um local q ainda nao visitei :) e estou relativamente perto :) ficou muito bem.

13
Gravatar Remus
em 2018-06-01 21:05:00

Obrigado pelas vossas visitas e palavras.

Steven, Willem and Omid: Thank you.
L Reis: Não! Nada disso. Simplesmente usei uma marreta e desbastei o topo da rocha. Porque na realidade ela ficava mais alta que a linha do horizonte. :-P
Dida: Simplesmente sorte. Foi somente sorte. :-D
Ana Lúcia: O deus Atlas? Quem é esse? É outro nome para esta rocha?
Roadrunner: ... Mas estava muito vento.
Alex: Ás vezes é assim: Estamos perto das coisas e nunca lá vamos. :-P