Pontos deVistas

A fotografia é um texto, com apenas uma palavra.

Nau dos Corvos Anterior Seguinte

Nau dos Corvos

       Anterior Seguinte       

#Water

A Nau dos Corvos, também conhecida por Pedra da Nau, é um rochedo localizado no Cabo Carvoeiro, o cabo mais ocidental da costa continental portuguesa a norte do Cabo da Roca. É um rochedo onde frequentemente pousam os corvos-marinhos-de-crista. E vai daí a origem do seu nome, o rochedo é como uma nau em que a tripulação serão os corvos.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3268
Publicação: 2018-05-07
Grupo: Água
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 9
Distância focal: 29 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Vi Viseu Azul e Verde Camadas ao alcance 205 vs. 131 Transparência perdida Ver as coisas até ao fundo Costurabilidade «Pieris Brassicae»

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {em sendas de mistério}
In' Pression a LUZ: {em sendas de mistério}

  Comentários

Existem 13 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar JoÃo MenÉres
em 2018-05-08 00:31:01

Só o vi uma vez.
Era tal a nortada que nem deu para fotografar.

02
Gravatar Steven
em 2018-05-08 01:00:50

Great framing of this cliff, accompanied by beautiful color and texture! I love how the plateau lines up with the horizon.

03
Gravatar Willem
em 2018-05-08 08:09:47

Attractive state of the horizon, nice verticale framing as well.

04
Gravatar Maria Antonieta
em 2018-05-08 12:17:10

Eu, que nada percebo da sublime Arte de bem fotografar, tenho de render a justa homenagem ao pormenor mágico: o terminus da rocha bem nivelado pela linha do horizonte... Belo!... :)

05
Gravatar Manu
em 2018-05-08 14:42:04

Um lugar onde costumo ir muita vez.
Gosto de contemplar a imensidão do oceano e quando vai chover ainda consigo ver as Berlengas.
Gosto deste azul a contrastar com a cor da rocha e está tudo bem nivelado.

06
Gravatar Elisa Fardilha
em 2018-05-08 18:48:05

Já a fotografei! É uma foto quase que obrigatória a quem por lá passa.

Adorei a tua foto onde a linha do horizonte bate certinha no cimo da rocha.
O contras do azuis com o castanho da rocha acentuou a beleza da foto!

Beijinhos.

07
Gravatar L Reis
em 2018-05-08 18:56:43

Eu tenho que falar no que outros já falaram, pois é o pormenor que faz toda a diferença: o alinhamento do topo da nau com a linha do horizonte. É como se a rocha fosse um pilar do céu.
Tal é a precisão da coisa, que tenho a certezinha absoluta que esta fotografia envolveu um programa MDI, instrumentos de sensoriamento, uma tabela completa de georeferências, um astrolábio, um teodolito e 2 xanax e um chá de camomila, para a mão não lhe tremer.

08
Gravatar Dida
em 2018-05-09 01:10:53

Esperaste a maré "certa"?
Colocaste régua?
A foto está muito fixe.
Parece que a linha do horizonte está a segurar o rochedo em queda.
Adorei.

09
Gravatar Ana Lúcia
em 2018-05-09 14:37:43

Ora pois conseguiste fotografar o deus Atlas. Nunca pensei em fotografá-lo assim, mas duvido que conseguisse, regra e esquadro nunca foram uma apetência.

10
Gravatar Roadrunner
em 2018-05-13 16:23:37

Bem me parecia que era ele, mal o vi identifiquei-o logo! Não estou é habituado a vê-lo rodeado de mar tão calmo...

Saudações rochosas!

11
Gravatar Omid
em 2018-05-15 20:25:16

wonderful view!

12
Gravatar Alex
em 2018-05-24 22:26:56

ora aqui está um local q ainda nao visitei :) e estou relativamente perto :) ficou muito bem.

13
Gravatar Remus
em 2018-06-01 21:05:00

Obrigado pelas vossas visitas e palavras.

Steven, Willem and Omid: Thank you.
L Reis: Não! Nada disso. Simplesmente usei uma marreta e desbastei o topo da rocha. Porque na realidade ela ficava mais alta que a linha do horizonte. :-P
Dida: Simplesmente sorte. Foi somente sorte. :-D
Ana Lúcia: O deus Atlas? Quem é esse? É outro nome para esta rocha?
Roadrunner: ... Mas estava muito vento.
Alex: Ás vezes é assim: Estamos perto das coisas e nunca lá vamos. :-P