Pontos deVistas

Nem relógio trabalha de graça.

É uma muralha de suficiência Anterior Seguinte

É uma muralha de suficiência

       Anterior Seguinte       

#Landscape

É escusado. Cada português que se preza é uma muralha de suficiência contra a qual se quebram todas as vagas da inquietação. Conhece tudo, previu tudo, tem soluções para tudo. E quando alguém se apresenta carregado de dúvidas, tolhido de perplexidades, vira-lhe as costas ou tapa os ouvidos. Um mínimo de atenção ao interlocutor seria já uma prova de fraqueza, uma confissão de falibilidade. Quanto mais apertado o seu horizonte intelectual, mais porfia na vulgaridade das certezas que proclama. Não à maneira humilde e cabeçuda dos que se limitam a transmitir sem análise um saber ancestral, mas como um presumido doutor, impante de mediocridade.

Texto de Miguel Torga, in Diário (1979).

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3404
Publicação: 2018-11-03
Grupo: Paisagens
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 6.3
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/400 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Esquilo-vermelho Malagueta Na noite em que ficou pronta a muralha Sentir o ar puro Dia de aguaceiros Lembrar a mim como uma ponte Verão de São Martinho Contempla os reflexos do mundo

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {hino}
In' Pression a LUZ: {hino}

  Comentários

Existem 10 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Martine Libouton
em 2018-11-03 07:34:29

Très belle photo j'aime

02
Gravatar Maria Antonieta
em 2018-11-03 17:47:33

Devo ser uma ovelha que cresceu fora do redil português...
Vivo com frequentes inquietações, as dúvidas são mais que muitas e não raras vezes me sinto perplexa com o que me rodeia.

De uma coisa eu sei e não tenho a menor dúvida: a grandiosidade da fotografia, realizou o casamento perfeito com este texto de Torga. Parabéns, pois, ao sacerdote... :)

03
Gravatar Willem
em 2018-11-03 18:41:57

Nice depth in this photo, the stones lead you out of the picture.

04
Gravatar César Ribeiro
em 2018-11-03 22:51:01

Castro Laboreiro?!
Muito bonita esta paisagem, com a muralha a levar-nos pela imagem...

05
Gravatar Ana Lúcia
em 2018-11-04 21:56:15

Esse caminho é traiçoeiro, facilmente se pode tropeçar. Senti-me esmagada pelo texto. Boa combinação com a fotografia.

06
Gravatar Dida
em 2018-11-06 23:31:45

Oups...
A quem quer o Remus chamar de cabeçudo? :-)
Espero que não tenha percorrido em desvario muralha, Acredito que não.
É suficientemente cauteloso.

07
Gravatar Elisa Fardilha
em 2018-11-07 18:47:35

Uma foto bem a meu gosto.
Apetecia-me andar por ali, divagando...

Beijinhos.

08
Gravatar Roadrunner
em 2018-11-11 18:25:28

O Torga é que sabia...😉

09
Gravatar Alex
em 2018-11-13 22:03:20

adoro esta paisagem... um filtro graduado teria melhorado um bocadinho o céu... mas não é isso que me faz dizer mal da tua fotografia... bem pelo contrário

10
Gravatar Remus
em 2018-11-26 19:46:30

Estou muito agradecido pelas vossas palavras e visitas.

Martine Libouton: Merci.
Maria Antonieta: Cada um é como é... ;-)
Willem: Thanks.
César Ribeiro: Por acaso a fotografia não foi tirada em Castro Laboreiro. A fotografia foi tirada na Beira Alta, mas deixo em aberto a descoberta do local. ;-)
Dida: Só espreitei. Até porque alturas... não é coisa que aprecie. :-P