Pontos deVistas

97% da população não acredita nos políticos, e os outros 3% são os políticos.

Creio no mundo como num malmequer Anterior Seguinte

Creio no mundo como num malmequer

       Anterior Seguinte       

#Flora

O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de, vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...

Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...

Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar...

Poema «O Meu Olhar» de Alberto Caeiro, heterónimo de Fernando Pessoa, in "O Guardador de Rebanhos - Poema II".

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3540
Publicação: 2019-05-01
Grupo: Flora
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5
Distância focal: 70 mm
Velocidade do obturador: 1/1000 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Não vem da lata Não tenho jeito... Já sei! Luzente de flores Perdi meu reflexo A terra, o sol, o vento, o mar Directamente da árvore «Bougainvillea Glabra» Luz no prenúncio de mau tempo

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: In the woods
Arco-Íris Reloaded: In the woods

  Comentários

Existem 12 pontos de vista. Quem será o próximo?
ORMWSADMAORM
01
O
Omar
em 2019-05-01 09:31:44

Lovely! Great DOF and lights. Spring is starting!

02
R
Roadrunner
em 2019-05-01 10:38:54

Depois não digas que te arrependes.

Saudações do guardador de rebanhos.

03
M
Maria Antonieta
em 2019-05-01 17:15:43

Será necessário que eu repita o quanto gosto de margaridas-mal-me-queres e bem-me-queres? :D ... Não, pois não? Então, estas são para mim!

Essa frase, cá pra mim, significa que o Remus não acredita no mundo. Os mal-me-queres são tão mentirosos... quando os desfolhamos, ao som da cantilena: "bem-me-quer - mal me quer- muito, pouco ou nada", calha sempre «muito»...
ehehehehe

04
W
Willem
em 2019-05-01 19:44:16

Fine exposure and depth of field, a beautiful flower photo.

05
S
Steven
em 2019-05-01 23:17:50

Beautiful marigolds!! They appear illuminated.

06
A
Ana Lúcia
em 2019-05-02 21:51:09

Um bonito "muro" de malmequeres; a baixa profundidade de campo ainda lhes deu mais ênfase.

07
D
Dida
em 2019-05-02 23:12:33

Já eu desconfio do mundo, do malmequer e do Remus.
Sinto-me desconfiada. :-) que fazer?
Mas confio no ensinamento de Fernando Pessoa. Gosto para onde nos leva as suas palavras. Aquelas que diz e ainda as que se atreveu a contradizer.
Adoro este recanto de malmequeres de olho lilás e da foto conseguida.

08
M
Manu
em 2019-05-02 23:14:24

Oh malmequer mentiroso, quem te ensinou a mentir? Lembra-se da canção? Por isso não acredito nos ditos
Só acredito e está aqui a prova de que conseguiu uma bela foto. 🙂

09
A
Alex
em 2019-05-04 17:07:53

simples e eficaz!

10
O
Omid
em 2019-05-07 19:48:38

such beautiful focus, DOF, colors & lights!
Lovely flowers.

11
R
Remus
em 2019-06-03 20:54:31

Agradeço do fundo do coração as vossas visitas e palavras.

Omar, Willem, Steven and Omid: Thank you.
Maria Antonieta: É um facto que cada vez acredito menos no mundo. :-(
Manu: Lembro. Ela já apareceu numa outra fotografia com malmequeres. ;-)

12
M
Maria Antonieta
em 2019-06-04 10:28:20

...não se entristeça Remus...amanhã é outro dia, e nada como um dia atrás do outro...