Pontos deVistas

A vida já é curta, mas nós tornamo-la ainda mais curta, desperdiçando tempo.

Não foi! Anterior Seguinte

Não foi!

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

De morte natural nunca ninguém morreu.
Não foi para morrer que nós nascemos,
não foi só para a morte que dos tempos
chega até nós esse murmúrio cavo,
inconsolado, uivante, estertorado,
desde que anfíbios viemos a uma praia
e quadrumanos nos erguemos. Não.
Não foi para morrermos que falámos,
que descobrimos a ternura e o fogo,
e a pintura, a escrita, a doce música.
Não foi para morrer que nós sonhámos
ser imortais, ter alma, reviver,
ou que sonhámos deuses que por nós
fossem mais imortais que sonharíamos.
Não foi.

Excerto do poema «A Morte, o Espaço, a Eternidade» de Jorge de Sena, in "Metamorfoses".

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3629
Publicação: 2019-08-25
Grupo: Urbanismos
Câmara: COOLPIX L29
Abertura: f 3.9
Distância focal: 6.9 mm
Velocidade do obturador: 1/100 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

É um ele Não dês ao meu barquinho... «Buxus Sempervirens» Leiteira Gonfrena Sem letras, sem princípios, sem sinais Vida na colmeia O que a noite nos fez

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg
To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
WROSJALMRAA
01
W
Willem
em 2019-08-25 15:24:50

Photographed from a beautiful perspective.

02
R
Roadrunner
em 2019-08-25 15:26:02

É por isso que eu continuo a retardar o meu nascimento.

Saudações!

03
O
Omid
em 2019-08-25 19:10:08

such beautiful frame, lights & graphics!
Amazing!

04
S
Steven
em 2019-08-25 19:55:18

A gorgeous view!

05
J
Janita
em 2019-08-26 11:57:07

Não foi; porque nascemos para viver, sim... porém, o final da história que cada um escrever de si e à sua maneira, terá sempre as mesmas duas palavras...:
The End...

06
A
Ana Lúcia
em 2019-08-26 12:39:50

Gostei do poema e da fotografia, que deixo a curiosidade de saber onde é, mas não encontro associação entre os dois.

07
L
Lis
em 2019-08-28 01:06:46

A fotografia remete ao luxo das construções antigas que acampam por aí. Um bom ângulo do teto oval, iluminado.

08
M
Martine Libouton
em 2019-08-28 09:23:14

J'aime beaucoup ta photo et vraiment très belle en noir et blanc

09
R
Remus
em 2019-10-07 14:46:44

Não foi, mas os vossos comentários foram e são sempre, muito bem recebidos da minha parte. Obrigado!

Willem, Omid and Steven: Thanks!
Janita: Ou seja, então o final de todos nós, será sempre em inglês! :-D
Ana Lúcia: A fotografia foi realizada dentro de um cemitério. Este é o ossário do cemitério de Agramonte, no Porto.
Martine Libouton: Merci.

10
A
Ana Lúcia
em 2019-10-08 17:16:22

Agora compreendo a associação com o poema.

11
A
Alex
em 2019-11-12 20:28:11

adoro a dinâmica de linhas...