Pontos deVistas

Para ser insubstituível, tem de ser diferente.

Luz que ela espalha Anterior Seguinte

Luz que ela espalha

       Anterior Seguinte       

#Experiment

Símbolos? Estou farto de símbolos...
Mas dizem-me que tudo é símbolo,
Todos me dizem nada.
Quais símbolos? Sonhos.
Que o sol seja um símbolo, está bem...
Que a lua seja um símbolo, está bem...
Que a terra seja um símbolo, está bem...
Mas quem repara no sol senão quando a chuva cessa,
E ele rompe as nuvens e aponta para trás das costas,
Para o azul do céu?
Mas quem repara na lua senão para achar
Bela a luz que ela espalha, e não bem ela?
Mas quem repara na terra, que é o que pisa?
Chama terra aos campos, às árvores, aos montes,
Por uma diminuição instintiva,
Porque o mar também é terra...

Bem, vá, que tudo isso seja símbolo...
Mas que símbolo é, não o sol, não a lua, não a terra,
Mas neste poente precoce e azulando-se
O sol entre farrapos finos de nuvens,
Enquanto a lua é já vista, mística, no outro lado,
E o que fica da luz do dia
Doura a cabeça da costureira que pára vagamente à esquina
Onde se demorava outrora com o namorado que a deixou?
Símbolos? Não quero símbolos...
Queria — pobre figura de miséria e desamparo!
—Que o namorado voltasse para a costureira.

Poema «Símbolos» de Álvaro de Campos, heterónimo de Fernando Pessoa, in "Poemas".

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4016
Publicação: 2020-11-22
Grupo: Experiências
Câmara: COOLPIX L29
Abertura: f 14.5
Distância focal: 13.5 mm
Velocidade do obturador: 1/100 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Iogurte líquido Olhar azul 16.º aniversário do Pontos de Vistas Tem um gosto Os olhos Se me falta o chão em que piso Tom rosado Proibida para...

  Escolha da semana

A Left-Eyed View: Intersecting Buildings?
A Left-Eyed View: Intersecting Buildings?

  Comentários

Existem 9 pontos de vista. Quem será o próximo?
WJAMRROLO
01
W
Willem
em 2020-11-22 15:34:11

The light diffused through the tree is perfectly photographed.

02
J
Janita
em 2020-11-22 15:55:58

Tão altruista, esse heterónimo de Pessoa!
Adorei o poema e concordo com tudo nele escrito.
Quais símbolos, qual carapuça... as coisas são o que são, valem pelo que valem.
Também o Sol se infiltrou, por entre os ramos secos da
árvore, e nem por isso lhe deu ramagem. Por outro lado... quase me cegava!

Bom Domingo, Mr. Remus. :)

03
A
Ana Lúcia
em 2020-11-22 21:57:14

Uma estrela! ;)
Será a dos Reis Magos?! Que nos guie até à esperança...

04
M
Manu
em 2020-11-23 00:26:55

O brilho é um símbolo de luz que transborda neste conjunto de ramos e que me deixou a sonhar.
O que estará por detrás daquilo que não vejo, mas que pressinto ser muito belo.
☀️

05
R
Roland Theys
em 2020-11-23 08:15:06

I like bw shot!

06
R
Roland Theys
em 2020-11-23 08:15:46

Excellent photo!

07
O
Omar
em 2020-11-24 08:36:54

Wonderful, the rays through the tree, I love this kind of shots.

08
L
Lis
em 2020-11-25 02:50:32

Quando a intensidade da luz provoca esse branco-limite, dizem-se estouro ou seja 'branco saturado' Eu, sempre achei bonito esse estouro da luz solar.
O p&b dos galhos da árvore ajudou no brilho certo _ a explosão!
Gostei, Remuzinho

09
O
Omid
em 2020-11-25 20:24:15

Lovely!