Pontos deVistas

O homem é o único animal que pensa que pensa.

Banalidade Anterior Seguinte

Banalidade

       Anterior Seguinte       

#filmphoto  #Water

Joga todo o teu ser na breve ideia
que incerta entre o corrente te procura
pra lá do que banal te prende e enleia
e pelo destacá-la emerge pura.

Fazê-lo é dar-lhe já o que perdura.
Porque a banalidade que a medeia
como à pedra vulgar por entre a areia
esquece o que em tomá-la a rareia.

Ser homem é escolher o que o oriente
e ser-lhe o mais a margem que lhe mente.

Poema «Joga Todo o Teu Ser na Breve Ideia» de Vergílio Ferreira in "Conta-Corrente 1".

Fotografia tirada pela máquina analógica Pentax P30 e com um rolo AgfaPhoto APX (rolo preto e branco) - ISO 100.
Distância focal: 50mm

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4214
Publicação: 2021-08-06
Grupo: Água
Câmara: Pentax P30
Abertura:
Distância focal:
Velocidade do obturador:
Flash:

  Mais fotografias

Moradas habitadas Douradinho Bar Ná De boca aberta Esquecido e falido Fruto verde Rosa de Pedra Sedosa Amizade

  Escolha da semana

Existe um Olhar: Que caminho devo seguir?
Existe um Olhar: Que caminho devo seguir?

  Comentários

Existem 9 pontos de vista. Quem será o próximo?
ASRRMWMLR
01
A
Ana Lúcia
em 2021-08-06 08:34:15

Chamar a esse lago que fará parte dos jardins do Rei é uma afronta chamar-lhe "banalidade". Um lago com 2, com 2 vejam lá repuxos. é algo que só a realeza possui. Não é para qualquer um. Cá para mim o Remus está com uma grande dor de cotovelo. ;)

02
S
Steven
em 2021-08-06 12:24:22

An inviting oasis so full of serenity! One can hear the splashing water above the chaos of the day.

03
R
Ryk rdo
em 2021-08-06 13:44:18

Imagem lindíssima. Poema deslumbrante
Fraternos cumprimentos

04
R
Roadrunner
em 2021-08-06 15:32:31

Uma boa notícia - o rolo não estava caducado. 😋
Para quando um Fujifilm?

05
M
Manu
em 2021-08-06 18:53:52

Dois foguetes de água que deram beleza a este lago.

06
W
Willem
em 2021-08-06 20:09:00

Very well photographed.

07
M
Michael Rawluk
em 2021-08-06 21:17:50

Very well done.

08
L
Lis
em 2021-08-08 22:49:37

Os jatos d'água são enfeites que refrescam (aqui poderia ter muitos), mas não temos. São sempre bonitos ver essa água subir descer rsrs não deixa de ser uma banalidade que pode significar uma irrelevância, tipo futilidade. Já o poema não me disse muito não _meio confuso como os poetas gostam rs
um abraço, Remus

09
R
Remus
em 2021-09-19 21:32:49

Obrigado por terem vindo ver esta banalidade e por terem deixado os vossos comentários.

Ana Lúcia: Realmente não andaste muito longe. É que uns metros mais a cima, existe um castelo. O castelo de Santa Maria da Feira. :-D
Steven, Willem and Michael Rawluk: Thank you.
Roadrunner: Muitas vezes pediu fotografias pelo rolo Fujifilm, que já lhe concretizei o desejo.