Pontos deVistas

Na vida o mais importante é não parar de respirar.

Nas tardes serenas Anterior Seguinte

Nas tardes serenas

       Anterior Seguinte       

#Landscape

Pelos campos fora
Caminhava sempre
Como se buscasse
Uma presença ausente.
«Onde estás tu morte?
Não te posso ver:
Neste dia de Maio
Com rosas e trigo
É como se tu não
Vivesses comigo.
A ti me enviaram
És tu meu destino
Mas diante da vida
Eu não te imagino
A ti me enviaram
E sei que me esperas
Mas só oiço a verde
Voz das Primaveras
Onde a tua imagem
Onde o teu retrato
Na manhã tão limpa?
Onde a tua imagem
Onde o teu retrato
Nas tardes serenas
Nos frutos redondos
Nas crianças puras
Nas mulheres criando
Com seus gestos vida?
Onde a tua imagem
Ou o teu retrato
Nas coisas que eu amo?
Onde a tua voz
Ou a tua presença
Na voz deste dia?
Aqui onde habito
Há o sol a pique
O mar descoberto
A noite redonda
O instante infinito.
É verdade que passas
Pela cidade às vezes
Nos caixões de chumbo:
Mas viro o meu rosto
Pois não te compreendo
És um pesadelo
Uma coisa inventada
Que o vento desmente
Com suas mãos frescas
E a luz logo apaga.
Onde a tua imagem
Ou o teu retrato
Nas coisas que eu vejo?
É verdade que passas
Pela cidade às vezes
Com teu vestido roxo
Entre velas e incenso:
Mas eu te renego e o vento te nega
Com suas mãos frescas
E eu não te pertenço.
Meu corpo é do sol
Minh’alma é da terra.
Onde está teu rosto
Ou a raiz de ti
Onde procurar-te?
E como te amarei
Tanto que em meus dedos
Tua imagem floresça
E entre as minhas mãos
O teu rosto apareça?»

Poema «Iii. Busca» de Sophia de Mello Breyner Andresen, in "O Cristo Cigano, 1961".

#Flinpo #Do nível do solo

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4711
Publicação: 2023-04-16
Grupo: Paisagens
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 18 mm (35mm equiv.: 27 mm)
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Estás só Fragmentos de existências Picador sugador fitófago Rebanho de segways Futuro é um fosso Protecção dunar Tactear as trevas Move-se em gestos sem tento

  Escolha da semana

Existe um Olhar - Geometrias
Existe um Olhar - Geometrias

  Comentários

Existem 7 pontos de vista. Quem será o próximo?
SLWAMLR
01
S
Steven
em 2023-04-17 02:19:39

Beautiful light that cast these long, dramatic shadows! I love the lines that intersect with each other.

02
L
Lis
em 2023-04-17 13:20:07

Uma réstia de sol brilhando nessa tarde serena e o poema
triste destoando ou simplesmente nos fazendo refletir sobre o que nos espera um dia qualquer... o que queremos hoje é usufruir de tardes serenas, muitas _ o quanto der!!
Boas tardezinhas, Remus

03
W
Willem
em 2023-04-17 15:39:26

Nice low angle and backlit photo, a great photo result.

04
A
Ana Lúcia
em 2023-04-17 17:10:41

Que bem que sabe olhar o horizonte e não fazer nada! :) Só sentir o calor do sol. Bonito enquadramento.

05
M
Manu
em 2023-04-17 18:48:31

Também quero usufruir deste solinho bom ;)
Deduzo que não havia vento :P
Bonito enquadramento.

06
L
Lis
em 2023-04-17 19:29:08

Deixei um textão lá sobre a fotografia que observador como é, soube bem que não era o Rio de Janeiro. Claro que vai ter muitas fotos do Rio tambpem, afinal foram mais de 20 anos naquela terrinha e naquelas paisagens solares. Mas, estou de novo junto ao mar...
Um abraço grande Remus
e vá lá porque me obrigou a responder hehehehe

07
R
Remus
em 2023-06-19 18:45:39

Steven and Willem: Many thanks.
Lis, Ana Lúcia e Manu: Muito obrigado pelos vossos comentários e visitas.