Pontos deVistas

Não há fotografia que revele o que meus olhos possam ver.

«Juncus» Anterior Seguinte

«Juncus»

       Anterior Seguinte       

#Water

Muito comum nas costas do Mar Mediterrâneo, o junco, foi em tempos a base das trocas comerciais de muitos povos. Eram usados para tecer cestos, barcos e até para fazer pavios de velas.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 672
Publicação: 2008-08-20
Grupo: Água
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.6
Distância focal: 60.8 mm
Velocidade do obturador: 1/350 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Tenho razão Peluda e elegante Assisto à minha passagem Paixão lendária 8:45 Memórias USB Questão de profundidade

  Escolha da semana

Digit@l Pixel: Prision break
Digit@l Pixel: Prision break

  Comentários

Existem 6 pontos de vista. Quem será o próximo?
MPJARR
01
M
Mario Silva
em 2008-08-20 20:36:22

Há um ano atrás, passeando pela zona de Alcobaça, tive o privilégio de observar uma senhora a fazer cestos com junco.

Observei, analisei e fiquei rendido ao seu trabalho; Conclusão comprei um cesto no qual muito uso lhe dou !!!!

02
P
Pedro Alexandre
em 2008-08-20 22:41:17

tive de férias 1 semanita, gostei dos juncus, eu infelizmente não sei fazer cestos.

03
J
John Maslowski
em 2008-08-21 14:58:07

Composição interessante. Você diz que estiveram usados para tecer cabazes e barcos. Estas devem ser plantas muito fortes.

04
A
Ana Lúcia
em 2008-08-21 16:30:33

Espero que não tenhas molhado os pés em nenhum paul para conseguir a imagem ou enterrado os pés na lama! :)

A nível técnico parece-me bem, a cor, luz e nitidez dos juncos estão satisfatórias. :) O fundo com pouca profundidade de campo.

Aprovado!!!

05
R
Remus
em 2008-08-29 19:34:25

Muito obrigado pelos vossos comentários eles são sempre muito apreciados.

06
R
Ryk rdo
em 2021-07-29 09:05:41

Nasci algures no Ribatejo, Portugal. Nos valados existiam (e existem) verdadeiras searas de juncos. O meu pai (e outras pessoas) ceifam-no, punham a secar ao sol, para depois venderam por um pouco de tostões. Outros tempos.
Quando colocados ao sol tinham que ser virados de dois em dois dias para os de baixo não apodrecerem e, assim, também secarem
Cumprimentos