Pontos deVistas

De erro em erro, vai-se descobrindo toda a verdade.

Eternidade Anterior Seguinte

Eternidade

       Anterior Seguinte       

#Water

Devagar, o tempo transforma tudo em tempo.
O ódio transforma-se em tempo, o amor
transforma-se em tempo, a dor transforma-se
em tempo.

Os assuntos que julgámos mais profundos,
mais impossíveis, mais permanentes e imutáveis,
transformam-se devagar em tempo.

Por si só, o tempo não é nada.
A idade de nada é nada.
A eternidade não existe.
No entanto, a eternidade existe.

Os instantes dos teus olhos parados sobre mim eram eternos.
Os instantes do teu sorriso eram eternos.
Os instantes do teu corpo de luz eram eternos.

Foste eterna até ao fim.

Poema «Explicação da Eternidade» de José Luís Peixoto

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1497
Publicação: 2011-12-16
Grupo: Água
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 8 mm
Velocidade do obturador: 1/30 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Ponte Velha A cópia Nexo Coisas de menino Brilha uma voz Difícil e pesada Santa Maria da Devesa Condomínio fechado

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg
To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg

  Comentários

Existem 22 pontos de vista. Quem será o próximo?
YWPJJCTERFJRNAMDIRDHJJ
01
Y
Yz
em 2011-12-16 08:45:54

love this shot

02
W
Willem
em 2011-12-16 09:11:54

Lovely shot with beautiful reflections

03
P
Pedro Alves
em 2011-12-16 09:45:47

Tu sabes que eu nem gosto de reflexos...
Muito boa!
A propósito: gostas mais do esquema dos comentários ?

04
J
Jmv
em 2011-12-16 12:05:31

Belíssima fotografia e belíssima escolha a do JLPeixoto.

05
J
João Mourão
em 2011-12-16 14:03:19

Gosto particularmente da luz desta foto. Grande reflexo e muito bem captado

06
C
Clarice
em 2011-12-16 14:35:02

quando os reflexos se eternizam no nosso olhar... as imagens transformam-se em tempo...

E as palavras do José Luís Peixoto encantam ainda mais esta imagem ... parece coisa de fadas ...

Gosto Muito!

07
T
The Dear Zé
em 2011-12-16 15:12:56

a eternidade acaba amanhã, ouvi dizer, dela só restam reflexos...

saludos

08
E
Existe Um Olhar
em 2011-12-16 17:55:29

Gosto deste tear outonal onde o céu espreita dando uma luz perfeita à foto.

09
R
Rute
em 2011-12-16 23:47:25

Caramba...este poema arrepiou-me! O JLP ainda vai ser um grande 'gigante' da literatura mundial. Desculpa estar a comentar as palavras antes de me referir à fotografia...é que saiu-me...a fotografia está perfeita e em total simbiose com as palavras, é maravilhosa! Não será a eternidade um (ou mais)reflexo da nossa ânsia de permanecer? Sei lá, ocorreu-me...
1 beijo:)

10
F
Fábio Martins
em 2011-12-17 01:54:35

Andei de cabeça à roda para tentar ver se tinhas colocado a imagem de patanas para o ar :P

Gosto do título para esta foto

11
J
José Carlos Caria
em 2011-12-17 11:09:43

Luz fantástica. Foto fantástica.
Parabéns.

12
R
Ruimnm
em 2011-12-17 15:26:33

uma luz que aquece. gosto muito.

13
N
Nuno Monteiro
em 2011-12-17 22:56:10

Lindos tons. A luz está óptima.

14
A
Alex
em 2011-12-18 00:09:58

um reflexo lindo..o pormenor da folha.. a diferenciação entre o real e o reflectido... uma luz dourada.. linda... parabéns!!!

15
M
Mfc
em 2011-12-18 15:25:44

Uma foto belíssima!

16
D
Dinis
em 2011-12-18 22:43:47

Lindo trabalho

17
I
Iris
em 2011-12-18 23:20:54

"... eu acreditava que nascem lugares para o amor e que, nesses jardins etéreos, a salvação é uma brisa que cai sobre o rosto suavemente." (também é do José Luís Peixoto).
a eternidade é o tempo deste pó de luz que se entranha no corpo

18
R
Remus
em 2011-12-22 09:27:21

Estou muito agradecido pelos vossos comentários. Eles são sempre muito importantes.

yz and Willem: Thanks!
Rute: Essa pergunta é algo em que deve meditar e colocar a resposta em palavras.

19
D
Domlortha
em 2011-12-31 11:03:21

Fantastic and feeric reflection! LOve the golden light over this picture. Nicely done.
Have a nice day.

20
H
Helder Ferreira
em 2012-01-07 15:25:15

Grande foto Remus! Já sinto o meu cotovelo a doer! grrrrrr

21
J
Janita
em 2017-09-17 22:53:49

Se o Remus acredita que a 'fotografia será sempre um remédio para a alma', eu digo que esta que, neste momento contemplo, é um verdadeiro bálsamo para as dores d'alma, sim senhor!
Esses reflexos do sol penetrando por entre os ramos, parecem de ouro puro. Magnífica foto.
Parabéns, até me parece uma palavrinha pouca, para tanta agradecer tamanha beleza...

22
J
Janita
em 2017-09-17 22:57:41

Veja só que até me enrolei toda e escrevi uma palavra a mais no final do comentário, olhe... fica tanta e tamanha, para ser maior ainda o meu espanto!... :)