Pontos deVistas

Se a miséria é triste em fotografia, imagine no estômago.

Silêncio a tremeluzir Anterior Seguinte

Silêncio a tremeluzir

       Anterior Seguinte       

#Black&White

As horas pela alameda
Arrastam vestes de seda,

Vestes de seda sonhada
Pela alameda alongada

Sob o azular do luar...
E ouve-se no ar a expirar -

A expirar mas nunca expira -
Uma flauta que delira,

Que é mais a idéia de ouvi-la
Que ouvi-la quase tranquila

Pelo ar a ondear e a ir...
Silêncio a tremeluzir...

Poema «As Horas pela Alameda» de Fernando Pessoa, in «Cancioneiro».

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4185
Publicação: 2021-07-01
Grupo: Preto e Branco
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.6
Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Caí Pauta vazia Recomeça... Sem causa a infância ri Ouvir o mar Bons sonhos Folha evoluída De boca aberta

  Escolha da semana

Digit@l Pixel: Prision break
Digit@l Pixel: Prision break

  Comentários

Existem 8 pontos de vista. Quem será o próximo?
DRJMSWAL
01
D
Dida
em 2021-07-01 12:45:15

Gostava eu de, tremeluzir em palavras escritas com a sensibilidade do Fernando, mas...
Cada macaco no seu galho.
O meu é de nariz no ar a saborear esta avenida de árvores frondosas e belas sombras.

02
R
Ryk rdo
em 2021-07-01 14:02:55

Se o poema é fascinante, a foto, na minha opinião, é ainda superior. Simplesmente lindíssima.

03
J
Janita
em 2021-07-01 15:08:17

Tremeluzindo e tremelicando,
para o fim vamos caminhando.

Interessante o título que o Remus escolheu para esse caminho entre aucaliptos (?)... não sei! Mas gostei.

04
M
Manu
em 2021-07-01 17:49:16

São de seda esta vestes na alameda vestidas
São contos e encontros de dia ou ao luar
São histórias que se contam neste caminhar
São tudo o que gosto de contemplar :)

05
S
Steven
em 2021-07-01 18:44:36

Beautiful tones and contrasts accompanied by nice shadow dancing here! Your PoV also adds great depth.

06
W
Willem
em 2021-07-01 21:19:52

Beautiful monochrome, wonderful lighting and depth in this attractive photo.

07
A
Ana Lúcia
em 2021-07-02 15:59:03

Lembre-me de uma brincadeira "parva" a meu ver, em que se fazia duas filas paralelas de crianças frente a frente fazendo um corredor e uma criança passava pelo corredor e ia levando cauduços até descobrir quem lhe batia... eu não gostava de brincar aquilo. Mas este corredor de troncos valorizados pelo pb é lindíssimo e já tão difícil de ver.

08
L
L Reis
em 2021-07-03 17:09:39

Fico sempre surpreendida (positivamente) como o que o preto branco faz às paisagens. Dir-se-ia que a cor não é, afinal, a alma da paisagem, ou então que outra alma se revela, quando aquela desaparece, e nasce esta outra de sombras, luz e textura. É que esta formação, de soldados vegetais alinhados, ficou mesmo muito bem.