Pontos deVistas

Em arte, tudo está naquele "nada".

E eu amo-te Anterior Seguinte

E eu amo-te

       Anterior Seguinte       

#Graphic

gruas no cais descarregam mercadorias e eu amo-te.
homens isolados caminham nas avenidas e eu amo-te.
silêncios eléctricos faíscam dentro das máquinas e eu amo-te.
destruição contra o caos, destruição contra o caos e eu amo-te.
reflexos de corpos desfiguram-se nas montras e eu amo-te.
envelhecem anos no esquecimento dos armazéns e eu amo-te.
toda a cidade se destina à noite e eu amo-te.

Poema de José Luís Peixoto, in "Gaveta de Papéis".

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4986
Publicação: 2024-03-16
Grupo: Grafismos
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 200 mm (35mm equiv.: 300 mm)
Velocidade do obturador: 1/1000 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Cunhais de mármore Não há um raio de luz Tartufice Abneto do lobo Hora dupla Erguido no topo granítico Entre o balanço e a vibração Milho para os pardais

  Escolha da semana

Sayami.de - Trocken bis Feucht
Sayami.de - Trocken bis Feucht

  Comentários

Existem 6 pontos de vista. Quem será o próximo?
SJMRWL
01
S
Steven
em 2024-03-16 14:09:41

A towering standout against the refreshing sky! Perfect accompaniment for the poem.

02
J
Janita
em 2024-03-16 14:31:46

Ainda não compreendi porque razão o pessoal desatou todo a escrever 'Te amo' - 'Te abraço', etc, etc, etc, quando no nosso português de Portugal o 'Amo-te' tem uma sonoridade tão bela!

É isso mesmo, como tão bem definiu o JLP: Dê o mundo as voltas que der, aconteça o que acontecer: 'Eu Amo-te'.
Há lá palavra mais linda? :)

03
M
Manu
em 2024-03-16 15:59:56

O amor pela fotografia, que sobe, sobe como este guindaste :P

04
R
Roadrunner
em 2024-03-16 17:13:38

Uma grua para elevar o amor, que bem é preciso nos tempos que correm.

05
W
Willem
em 2024-03-16 17:29:00

Beautiful framed photo of this crane against the blue sky.

06
L
Lis
em 2024-03-20 00:49:59

Ela bem do alto digo também:
Amo-te, Remus