Pontos deVistas

É necessário que as coisas acabem, para que coisas novas aconteçam.

Templo de fé Anterior Seguinte

Templo de fé

       Anterior Seguinte       

#Experiment

Tendo em conta a falta de luminosidade no lugar e que a fotografia não foi tirada com a ajuda de um tripé, nem com nenhum outro tipo de suporte que não o meu corpo e as minhas mãos, acho que a fotografia até nem ficou muito tremida. É claro que poderia ter ficado muito melhor, mas acho que dá para o gasto. :-)
Onde foi tirada a fotografia?
O primeiro a acertar, tem direito a prémio. :-)

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 799
Publicação: 2009-03-05
Grupo: Experiências
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 2.8
Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/8 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Sonho da Vida Áporo Sem licença Balde com tromba Cata-ventos Um em milhões Ilusão Ponto de vista

  Escolha da semana

To whom it may concern: .....
To whom it may concern: .....

  Comentários

Existem 11 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Alex
em 2009-03-05 17:56:45

pois nao tenho o premio seguramente, pq nao faço ideia de onde seja... :) mas o registo está magnifico, para quem não usou tripé... não lhe vejo qualquer "tremidela"... boa boa... a luz está mto bem aproveitada... e as pessoas.. foram a cereja em cima do bolo ;)

02
Gravatar Ana Lúcia
em 2009-03-05 20:49:28

Concordo plenamente com a alex. ;)

03
Gravatar Sandra Rocha
em 2009-03-05 22:40:40

Eu gosto, não vejo onde esteja tremida, a luz na imagem é espectacular dá-lhe um toque de mistério.

Gostei :)

Beijokas.

04
Gravatar Yanneck
em 2009-03-05 23:09:43

Está uma boa fotografia...

De nervoso não tens nada...(deve ter sido milagre da Nossa Senhora do Sameiro) ;)

Um abraço

05
Gravatar Jorge Monteiro
em 2009-03-06 15:37:38

A foto foi tirada dentro de uma igreja... com toda a certeza. Vou ficar à espera do prémio.
Abraço.

06
Gravatar Donelia Pérez
em 2009-03-06 18:49:51

Bonita luz, alumbrando solo el altar...La verdad es que estas tomas son colplicadas al haber tan poca luz...

07
Gravatar Desfocado
em 2009-03-06 21:49:58

A luz e cores do altar estão muito boas, assim como o cenário e as pessoas (por trás :P). Foi pena ficar tão escuro dos lados, mas só com photoshop é que conseguias alterar isso provavelmente.

08
Gravatar João
em 2009-03-06 22:46:17

Tchiiii, é pena o Jorge já ter acertado. Foi numa Igreja, pois claro (eh, eh, eh). Posso repartir com ele o prémio?

Bem, agora a sério. Eu gosto, sinceramente, desta foto. A luz e o contraste entre zonas de luz (parte central) e as zonas de sombra estão definidas de forma suave. Isso ficou bem, a meu ver.

As cores, neste caso, ficaram como podia ser. Ainda assim, estão muito bem. Nestas condições, se fosse comigo ficaria mais tremida. Digo eu.

Há pouco tempo comprei uma objectiva Nikon 1.8 50mm. Penso que é apropriada para este tipo de fotos, não é?

Saudações.

09
Gravatar Daniel
em 2009-03-14 19:12:16

Good use of available light. I like the colours.

10
Gravatar Remus
em 2009-03-16 19:45:39

Muito obrigado pelos vossos comentários.

Temos vencedor!! O único a acertar foi o Yanneck e por isso ele tem direito a prémio. Mas o que deverá ser o prémio? O que sugerem? ;-)
desfocado: Não se pode ter tudo... :-)
João: Penso que sim. Mas de objectivas também percebo pouco. :-p
Daniel: Thanks!

11
Gravatar Ana Freire
em 2014-04-20 19:23:46

Lindíssima foto, e o edifício é belíssimo!
Mas sou agnóstica. Para mim os templos de fé encontram-se em toda a parte, inclusive à beira das pedras do caminho... elas foram lá deixadas para tropeçarmos nelas, por qualquer motivo, ou para tapar buracos para não cairmos mais fundo, ainda.
Nunca consegui associar o Cristo da cruz, à riqueza, grandiosidade e ostentação de qualquer edifício, construído em Seu nome.
Nem creio que Se sentisse melhor representado por tal facto.
Respeito, mas na minha cabeça, não fazem sentido. Sorry.
Enquanto foto... enquadramento, luzes, cores e contrastes na maior perfeição.
Abraço
Ana