Pontos deVistas

Sem chuva não há flores.

Chuva abandonada Anterior Seguinte

Chuva abandonada

       Anterior Seguinte       

#Water

Cai a chuva abandonada
à minha melancolia,
a melancolia do nada
que é tudo o que em nós se cria.

Memória estranha de outrora
não a sei e está presente.
Em mim por si se demora
e nada em mim a consente

do que me fala à razão.
Mas a razão é limite
do que tem ocasião

de negar o que me fite
de onde é a minha mansão
que é mansão no sem-limite.
Ao longe e ao alto é que estou
e só daí é que sou.

Poema «Cai a Chuva Abandonada» de Vergílio Ferreira

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1464
Publicação: 2011-11-02
Grupo: Água
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.6
Distância focal: 60.8 mm
Velocidade do obturador: 1/500 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Receita de autor Mamilo Vigilância do sangue Silêncio da tua ausência «Festum omnium sanctorum» Tijolo Ponte Velha De braços abertos

  Escolha da semana

To whom it may concern: Buizerd, Buteo buteo
To whom it may concern: Buizerd, Buteo buteo

  Comentários

Existem 25 pontos de vista. Quem será o próximo?
ACHRMCMNECPFTAAWAADDDRIRJ
01
A
Adrian Laroque
em 2011-11-02 13:18:01

Excelente!

02
C
Cristina Pereira
em 2011-11-02 13:21:14

Como sempre a "a chuva" e a sua fotogenia.:)

03
H
Helder Ferreira
em 2011-11-02 14:17:12

Bonita foto e bonito poema.. :)

04
R
Rute
em 2011-11-02 14:21:23

Gosto muito desta fotografia que transmite nostalgia e também abandono...O titulo não podia estar melhor! Gostei do poema, só conhecia Vergilio Ferreira em prosa.
1 beijo:)

05
M
Manuel Hompanera
em 2011-11-02 17:59:22

Una compo fantástica es todo un acierto incluir esos matojos en primer plano.
Buen trabajo.

06
C
Cr
em 2011-11-02 19:08:49

Excelente foto para um belíssimo poema.
Abraço.

07
M
Mfc
em 2011-11-02 19:24:33

Um silêncio lindo!

08
N
Nuno Monteiro
em 2011-11-02 22:48:46

Bonita. Ainda bem que optaste pelo P&B.

09
E
Existe Um Olhar
em 2011-11-02 22:53:28

Aqui está a prova que as coisas simples dão fotos lindas e Vergílio Ferreira adornou-a da melhor maneira.

10
C
Clarice
em 2011-11-03 00:05:09

Há quem saiba tão bem escutar a chuva...
Vou ficar por aqui e deliciar-me com o pingue pingue deste (belíssimo) poema...

11
P
Paulo Pedroso
em 2011-11-03 00:20:00

gosto da melancolia entre o título e a imagem...

12
F
Fábio Martins
em 2011-11-03 00:44:03

Não consegui perceber a junção do título com a imagem mas olha que gostei dos tons escuros desse vegetação com o restante tom acinzentado mais claro da água!

13
T
Tossan
em 2011-11-03 03:15:07

Gostei muito do poema, mais ainda da foto que apresentas e do novo design do blog.
É cada vez mais espetacular o teu modo de fotografar! É de fato um ponto de vista... Do teu olhar super criativo. Obrigado por compartilhar. Abraço

14
A
Ana Lúcia
em 2011-11-03 11:12:46

Simples e poética.

15
A
Aa
em 2011-11-03 11:46:21

Estava difícil comentar aqui no "Pontos de Vistas", mas, parece que já consigo...:)
Uma foto simples e bonita, acompanhada de um belo poema!

16
W
Willem
em 2011-11-03 13:15:53

Beautiful photo with great composition and nice framing

17
A
Alex
em 2011-11-03 14:13:25

linda... suave... calma...

18
A
Ams
em 2011-11-04 11:10:23

A foto transmite-me um certo despojamento... gostei da opção p&b.

19
D
Dinis
em 2011-11-04 16:33:18

Simples mas linda, parabéns

20
D
Dalmeida
em 2011-11-04 23:46:20

Lindo poema. Não sou fã de Vergílio Ferreira, mas aqui está um poema espectacular. Amei. Não vejo é chuva nenhuma na foto:-)... Ou será esta chuva um estado de alma?

21
D
Domlortha
em 2011-11-05 14:32:05

Very nice BW. I like this!!
Have a nice day.

22
R
Rue Du Lavoir
em 2011-11-09 06:35:48

J'aime bien ce jeu d'ombres. C'est un sujet que j'apprécie. Les matières et les détails de la flore.

23
I
Iris
em 2011-11-09 12:56:55

é um poema de tensões subtis a que a fotografia amplia e prolonga a zona que abre o horizonte. uma bela união, de facto :-)

24
R
Remus
em 2011-11-10 18:22:20

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

Fábio Martins e DAlmeida: Digamos que é uma chuva metafórica. ;-)
Willem: Thanks!
DomLortha et Rue Du Lavoir: Merci!

25
J
Janita
em 2017-09-06 19:39:53

Não se ouve e mal se vê, mas sente-se; o abandono dessa chuva... abençoada! :)