Pontos deVistas

Plagiar, é implicitamente, admirar.

Um instinto de luz Anterior Seguinte

Um instinto de luz

       Anterior Seguinte       

#Experiment

Espírito que passas, quando o vento
Adormece no mar e surge a Lua,
Filho esquivo da noite que flutua,
Tu só entendes bem o meu tormento...

Como um canto longínquo - triste e lento-
Que voga e subtilmente se insinua,
Sobre o meu coração que tumultua,
Tu vestes pouco a pouco o esquecimento...

A ti confio o sonho em que me leva
Um instinto de luz, rompendo a treva,
Buscando, entre visões, o eterno Bem.

E tu entendes o meu mal sem nome,
A febre de Ideal, que me consome,
Tu só, Génio da Noite, e mais ninguém!

Poema «Nocturno» de Antero de Quental

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1613
Publicação: 2012-05-17
Grupo: Experiências
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 2.8
Distância focal: 6.3 mm
Velocidade do obturador: 1/20 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Semana maior Rede ferroviária A mais ou a menos Se nada há de novo Orar Ilustrativo Toque de Primavera Cabeça pequena, olhos grandes

  Escolha da semana

Omid: .
Omid: .

  Comentários

Existem 15 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Iris
em 2012-05-17 23:33:16

o que eu gosto da cegueira da luz. então assim em ritmo de promessa que acalenta os sentidos docemente... não se resiste :-)

02
Gravatar Adelina Silva
em 2012-05-18 08:32:11

Já diz o povo: há sempre uma luz ao fundo do túnel. A profundidade do poema do Quental tocou-me...

03
Gravatar Manu
em 2012-05-18 11:01:07

Instintivamente procuramos sempre a luz, eu encontrei-a agora aqui e pergunto-me o que haverá para além daquela porta iluminada?
O poema lindo de Quental foi uma boa escolha

04
Gravatar Fábio Martins
em 2012-05-18 19:25:12

Andas-te a ver as grutas Remus? :)
Gosto do ponto de vista fotografado... a luz também está bastante interessante

05
Gravatar Ana Lúcia
em 2012-05-18 22:53:29

Esse local e essa luz... transporta-me para um conto de fadas.
Apesar de estoirada, gosto muito da foografia.

06
Gravatar Fabrício
em 2012-05-18 23:54:24

Uma bela imagem meu amigo. Dá pra sentir do frio do chão em contraste ao calor do teto.

07
Gravatar Tossan
em 2012-05-19 00:53:22

Ainda bem que sempre existe uma luz no fundo do túnel, nesse caso duas uma quente e outra natural. Grande foto com uma textura lindíssima! O poema é muito bonito!

08
Gravatar Rute
em 2012-05-19 01:30:23

" Instinto de luz"...sem dúvida que sim, sinto a sua presença nesta tua fotografia. Apetece encostar a pele a cada fragmento seu. a textura do chão, do tecto e das pareces tornam esse apetite ainda mais forte. Adorei:)
1 beijo e um bom fim-de-semana

09
Gravatar Tiago Braga
em 2012-05-19 16:15:12

A luz nesta fotografia está qualquer coisa de muito boa, adoro como ela está azul em baixo e fica dourada e intensa em cima, Muito Bem!!
Abraço =)

10
Gravatar Domlortha
em 2012-05-19 18:01:50

Nice! Love the combination of colors: warm in the top and cold in the bottom. Clever shot.
Have a nice day.

11
Gravatar Yz
em 2012-05-20 13:08:01

beautiful play with the light temperatures

12
Gravatar Alex
em 2012-05-21 18:14:30

um corredor de luz quente, luz fria... e luz branca... o calor, o frio e a libertação... está brutal!!!

13
Gravatar Roadrunner
em 2012-05-23 22:54:05

Onde é esta catacumba, em São Bento?

14
Gravatar Remus
em 2012-05-27 11:46:19

Muito obrigado pelos vossos comentários.

Manu: Após esta luz, existe um castelo com toda a sua história. ;-)
Domlortha: Merci.
Yz: Thanks.
Roadrunner: São Bento? Não. É a entrada para um dos nossos castelos. Acho que para o Castelo de Vide, mas já não tenho a certeza absoluta.

15
Gravatar Janita
em 2017-12-12 00:02:12

Os Sonetos de Antero de Quental já são, por si só, uma fonte de luz.
Um instinto fatal, uma belíssima escolha.

Já a fotografia do Remus me parece a entrada da gruta do Ali-Babá... será? E os quarenta ladrões?... :)