Pontos deVistas

De erro em erro, vai-se descobrindo toda a verdade.

O sol que aqui se põe onde nasce? Anterior Seguinte

O sol que aqui se põe onde nasce?

       Anterior Seguinte       

#Water

O pôr-do-sol em Espinho não é o pôr-do-sol
nem mesmo o pôr-do-sol é bem o pôr-do-sol
É não morrermos mais é irmos de mãos dadas
com alguém ou com nós mesmos anos antes
é lermos Leibniz conviver com os Medicis
onze quilômetros ao sul de Florença
sobre restos de inquietação visível em bilhetes de eléctrico
Há quanto tempo se põe o sol em Espinho?
Terão visto este sol os liberais no mar
ou Antero de junto da ermida?
O sol que aqui se põe onde nasce? A quem
passamos este sol? Quem se levanta onde nos deitamos?
O pôr-do-sol em Espinho é termos sido felizes
é sentir como nosso o braço esquerdo
Ou melhor: é não haver mais nada mais ninguém
mulheres recortadas nas vidraças
oliveiras à chuva homens a trabalhar
coisas todas as coisas deixadas a si mesmas
Não mais restos de vozes solidão dos vidros
não mais os homens coisas que pensam coisas sozinhas
não mais o pôr-do-sol apenas pôr-do-sol.

Poema «Literatura explicativa» de Ruy Belo.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2256
Publicação: 2014-09-12
Grupo: Água
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5.6
Distância focal: 130 mm
Velocidade do obturador: 1/3200 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

As mais ricas Trio peral Vertigem Orelhas metálicas Desce em folhedos tenros a colina Wir leben Autos Falha geológica (A)corda

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg
To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg

  Comentários

Existem 19 pontos de vista. Quem será o próximo?
PPMCJEARWDJLRMJKQAR
01
P
Photo Attraction
em 2014-09-12 19:49:16

Um poema difícil...
Da fotografia, gosto da luz e cores. Acho que podia beneficiar de uma maior profundidade de camoi.

02
P
Paulo César Silva
em 2014-09-12 20:12:44

gosto muito desta luz e deste tons dourados! faz lembrar que o verão está a acabar! se é que houve verão!!!

03
M
Manu
em 2014-09-12 21:31:55

Saudades deste mar! Os tons estão escaldantes e arrebatadores.

04
C
Chica
em 2014-09-12 21:46:00

Que beleza! Fiquei aqui a olhar essa linda foto, essa luz, esses reflexos... Louca de vontade que chegue logo o dia de meu reencontro com ele., o mar! Falta pouuuuuco! abração, chica

05
J
João Menéres
em 2014-09-12 23:23:26

Ruy Belo é sempre Ruy Belo. Seja no Douro ou no Alentejo.
Já este mar e com esta cor era capaz de o imaginar mais num fim de de tarde soalheiro em pleno Inverno...

06
E
Elisa Fardilha
em 2014-09-12 23:35:04

Apetece tomar um banho de ouro!
Uma foto genial...de artista!

Beijinhos.

07
A
Alex
em 2014-09-12 23:36:05

o sol nasce a oriente, não? :)

cores quentes... à verão... que simplesmente, já foiiiiiiii :(

08
R
Rute
em 2014-09-13 00:29:45

Que lindo... tons quentes e sensuais. Adorei.
Quanto a Ruy Belo, é outra história: morava num prédio aqui bem pertinho de mim e fui da turma de um dos filhos dele, éramos muito amigos. Actualmente, a sua viúva, Teresa Belo, vem todos os anos à nossa escola, (que entretanto agrupou) que tem o nome do seu marido, Agrupamento de Escolas Ruy Belo. Bem, mas isto tudo para dizer que ele já morreu há bastantes anos e ao mesmo tanto ainda está tão presente. Gosto muito da sua poesia.
1 beijo e obrigada por este momento de dupla poesia :)

09
W
Willem
em 2014-09-13 15:54:35

Composition and (golden) light are fabulous

10
D
Dida
em 2014-09-14 00:07:47

Se o dourado me deixasse um pouco menos "branquela"?!
Tomaria banho ao amanhecer nas águas do mar de espinho.

11
J
Jéfferson Cezimbra
em 2014-09-14 01:49:03

Belos tons do entardecer (estou certo?).
Será que encontraremos ouro nessa foto tão dourada? rsrsr
Abraços

12
L
Lis
em 2014-09-14 04:30:50

Há duas versões para a foto: um fim de tarde de verão com o sol se despedindo brilhantemente ou um amanhecer cheio de luz,prometendo...
e está convidativo _ certamente a água morninha como as nossas praias daqui.
Muito lindo!
bom domingo

13
R
Roadrunner
em 2014-09-14 14:04:12

Muito boa!

14
M
Mfc
em 2014-09-14 21:03:07

Um dourado que nos faz bem...
Além disso uma foto perfeita.

15
J
Jarek
em 2014-09-16 06:29:54

Footprint of the golden sun on the summer beach :-)

16
K
Kaipiroska
em 2014-09-16 19:16:19

Nasce no lado contrário de onde se põe.
Belo dourado e aquela pedra parece mesmo a barbatana de um tubarão ;)

17
Q
Questiuncas
em 2014-09-17 13:21:54

Gosto muito destes tons, já quanto a Espinho, lamento mas fiquei traumatizado uma vez que lá fui à praia.
Era tanta gente na praia que quase tinham de se por umas em cima das outras para lá caberem.

18
A
Ana Lúcia
em 2014-09-19 16:08:56

Um momento que convida a desfrutar, a sentir o calor do sol, a sua luz...

19
R
Remus
em 2014-09-25 21:57:07

Obrigado pelas vossas palavras.

Willem and Jarek: Thank you.
Jéfferson Cezimbra: Certíssimo. Em Portugal, cores douradas junto ao mar, só ao entardecer.
Kaipiroska: Boa associação de ideias. ;-)
Questiuncas: Tem que dar outra oportunidade a Espinho. Não para fazer praia, mas para passear... :-)