Pontos deVistas

A melhor lente de uma câmara é o nosso olhar.

Sombras errantes Anterior Seguinte

Sombras errantes

       Anterior Seguinte       

#Black&White

Na encruzilhada silenciosa do Destino,
Quando as estrelas se multiplicavam
Duas sombras errantes se encontraram.

A primeira falou: - Nasci de um beijo
de luz; sou força, vida, alma, esplendor.
Trago em mim toda a glória do Desejo,
Toda a ânsia do Universo... Eu sou o Amor
O mundo sinto exânime a meus pés...
Sou Delírio... Loucura... E tu, quem és?

- Eu nasci de uma lágrima, sou flama
Do teu incêndio que devora...
Vivo dos olhos tristes de quem ama
Para os olhos nevoentos de quem chora.
Dizem que ao mundo vim para ser boa
Para dar do meu sangue a quem me queira
Sou a Saudade, a tua companheira
Que punge, que consola e que perdoa...

Na encruzilhada silenciosa do Destino.
As duas Sombras comovidas se abraçaram
E, desde então, nunca mais se separaram.

Poema «As duas sombras» de Olegário Mariano.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 2395
Publicação: 2015-03-14
Grupo: Preto e Branco
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 13
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/320 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Not Nº 5 Pequenos e em declínio Couve Mais adiante World Wide Web Meu quarto Um e o outro Claustro do Mosteiro de Arouca

  Escolha da semana

Sayami.de: Tage am Fluß
Sayami.de: Tage am Fluß

  Comentários

Existem 14 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Oldshutterhand
em 2015-03-14 21:31:33

Nice structure and interesting patterns.

02
Gravatar Ana Freire
em 2015-03-14 21:45:45

Na encruzilhada do Destino... nunca mais se separaram...

Duas assombrações... errantes...

Lindo Remus!!!! Uma justa homenagem ao Passos e Portas...

Duas sombras errantes... que não acertam uma... a favor de ninguém... e que continuam de pedra e cal... como a parede... e que continuarão para nos assombrar a vida, por mais algum tempo...

E não consta que se separem, tão cedo...

Excelente texto e uma imagem perfeita, para o mesmo.

Bom domingo!

Ana

03
Gravatar Ana Freire
em 2015-03-14 21:55:19

A terceira sombra... na imagem... palpita-me que seja o Costa do Castelo... é cá um feeling...

Ainda há uma sombra pequenita... Algum futuro cargo para o Marques Mendes?... Provavelmente...

04
Gravatar Manu
em 2015-03-15 10:04:13

As sombras que nos perseguem, umas mais agradáveis, outras nem por isso. Esta ficou uma sombra agradável à vista. Gostei muito da textura da parede que dá um realce especial à foto.

05
Gravatar Willem
em 2015-03-15 10:22:22

Nice textures and patterns here.

06
Gravatar Rute
em 2015-03-15 19:15:53

Lindíssimo, o poema... sabes bem a força das palavras quando se entrelaçam sabiamente. Tens as sombras na parede, derramadas e captadas depois por esse teu olhar poetico. Muito bonito, este post.
Beijinhos

07
Gravatar Elisa Fardilha
em 2015-03-15 21:36:39

Um poema belíssimo tendo como complemento uma excelente foto.

Beijinhos.

08
Gravatar Lis
em 2015-03-15 21:59:14

o sol quando ilumina provoca sombras incríveis, reflexos belíssimos.
Gosto disso Remus _ sempre que vejo algo assim dá vontade de clicar.
O muro craquelado resultou muito bem!
boa semana com meu abraço

09
Gravatar Paulo César Silva
em 2015-03-15 22:34:26

adorei o poema... não conhecia! mas já está registado na minha memória! e para um poema destes nada como uma boa ilustração... esta foto consegue isso!!!

10
Gravatar Ana Lúcia
em 2015-03-17 20:22:58

Fez-me lembrar o tecido de um vestido...

11
Gravatar Pat
em 2015-03-17 21:39:51

A shadow walks the likings of the wind

12
Gravatar Jarek
em 2015-03-18 20:29:29

The texture of the wall (?) + shadows = interesting effect

13
Gravatar Alex
em 2015-03-22 23:09:27

sombras que fogem...

14
Gravatar Remus
em 2015-03-30 09:33:54

Obrigado pelos vossos comentários e visitas.

Oldshutterhand, Willem and Jarek: Thank you.
Ana Freire: A Ana podia ir para as feiras, ler as mãos ou deitar as cartas para as pessoas. Acho que tem muito jeito para isso. Faz cada filme... :-P
Pat: Merci.