Pontos deVistas

Num mundo de cegos quem tem um olho é aleijado.

Porque a motoserra mata as árvores Anterior Seguinte

Porque a motoserra mata as árvores

       Anterior Seguinte       

#Black&White

Na primeira noite, eles se aproximam e colhem uma flor de nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem, pisam as flores, matam nosso cão. E não dizemos nada.
Até que um dia, o mais frágil deles, entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.

E porque não dissemos nada, já não podemos dizer nada.

Texto do poeta russo Vladimir Maiakovski.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3242
Publicação: 2018-04-03
Grupo: Preto e Branco
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 56 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Dieta da maçã No tufo Borboletas na barriga Aroma dum fruto Ovos do coelhinho Craveiro Transparência perdida Arroz do fundo

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Egmond aan den Hoef
To whom it may concern: The Netherlands, Egmond aan den Hoef

  Comentários

Existem 14 pontos de vista. Quem será o próximo?
JOSMMLWEADORAR
01
J
JoÃo MenÉres
em 2018-04-03 18:46:19

Apreciei o poema de Vladimir Maiakovski!

02
O
Omid
em 2018-04-03 19:01:05

:(
sad story...

03
S
Steven
em 2018-04-03 19:05:03

Thankfully we have a tree preservation ordinance in place as they give us the much-needed oxygen that keeps us alive! Great tones and textures captured here!

04
M
Manu
em 2018-04-03 23:49:04

Mas eu posso dizer alguma coisa?
Detesto ouvir o barulho das motosseras, sobretudo quando a intenção é cortar árvores e se têm apenas intenções lucrativas, mas gostei muito da textura desta foto.

05
M
Martine Libouton
em 2018-04-04 09:04:37

Une très belle composition avec ce beau B&w

06
L
L Reis
em 2018-04-04 11:43:29

Hoje começo pelo texto do Maiakovski, por sempre ter achado que não se podia dizer mais, com maior simplicidade... é mesmo uma pérola da revolução.
Quando à imagem, que invoca destruição e nos deixa com os despojos daquilo que já teve vida, fico aqui com uma dúvida: a escolha do p&b. Imagino que por um lado realça a mensagem que se quer passar, pois acentua-lhe a ar desolador mas, por outro lado, fico aqui a pensar naquela folhinha plantada no meu dos destroços e no ar que esta imagem teria sem ser a p&b.
Bom... mas o Sr Remus escolheu assim e, se assim foi, é pq assim mais gostou, e se ele assim mais gostou, é porque assim fica melhor e se assim fica melhor, é porque assim é que está bem e se assim é que está bem, isto quer dizer que acabei de gastar a ponta dos dedos, a escrever coisas que, afinal de contas, não têm razão de ser, o que é uma coisa triste porque isto estava a correr tão bem para ser um comentário sério, assertivo e crítico! Não há como...

07
W
Willem
em 2018-04-04 14:11:02

Fukking chain saw, good text, nice picture.

08
E
Elisa Fardilha
em 2018-04-04 17:11:40

Magnífica foto com prenúncio de morte! Foi o que senti ao ver a foto a P&B.

Beijinhos.

09
A
Ana Lúcia
em 2018-04-04 19:57:12

Tantas e tantas vezes que não dissemos nada, que não dizemos nada e que continuaremos a dizer nada. Gostava de ter esperança na Humanidade, mas não tenho.

10
D
Dida
em 2018-04-05 00:46:35

Desta vez apetece ver uma folha a despontar no P&B - uma folhita verde.
Apetece!
O Remus quis passar uma mensagem e ela chegou forte.
As moto(qualquelcoisas) andam por aí. Nunca tanto e por tanto tempo se fizeram ouvir.
Esperemos que a "poda" dê frutos. Pena não terem sido usadas antes da "colheita".
Mas...
Eu gostei do dramático e da perspetiva escolhida.

11
O
Oldshutterhand
em 2018-04-06 21:30:01

Nature is stronger than we think.

12
R
Roadrunner
em 2018-04-08 14:45:34

Havia aí um serial Killer que não matava árvores com uma moto-serra...🤔

13
A
Alex
em 2018-04-19 15:52:41

que poema... a motoserra por vezes corta as árvores que já estão mortas... enfim... gosto imenso do grafismo da fotografia

14
R
Remus
em 2018-04-27 20:57:00

Obrigado pelas vossas visitas e comentários.

Omid, Steven, Willem and Oldshutterhand: Thank you.
Martine Libouton: Merci.
L Reis: A fotografia na sua versão original era totalmente em tons castanhos. A tal folha nesta versão em preto e branco, até tem mais destaque que na versão original.
Dida: Pois... Mas não existiam folhas verdes. Eram todas castanhas. :-)
Roadrunner: Aí? Aí a onde? Na minha santa terrinha???? Bem... Acho que não. :-D