Pontos deVistas

Quem recusa uma lisonja é porque procura ser lisonjeado duas vezes.

Foi desde sempre o mar Anterior Seguinte

Foi desde sempre o mar

       Anterior Seguinte       

#filmphoto  #Water

Foi desde sempre o mar,
E multidões passadas me empurravam
como o barco esquecido.

Agora recordo que falavam
da revolta dos ventos,
de linhos, de cordas, de ferros,
de sereias dadas à costa.

E o rosto de meus avós estava caído
pelos mares do Oriente, com seus corais e pérolas,
e pelos mares do Norte, duros de gelo.

Então, é comigo que falam,
sou eu que devo ir.
Porque não há ninguém,
tão decidido a amar e a obedecer a seus mortos.

E tenho de procurar meus tios remotos afogados.
Tenho de levar-lhes redes de rezas,
campos convertidos em velas,
barcas sobrenaturais
com peixes mensageiros
e cantos náuticos.

E fico tonta.
acordada de repente nas praias tumultuosas.
E apressam-me, e não me deixam sequer mirar a rosa-dos-ventos.
"Para adiante! Pelo mar largo!
Livrando o corpo da lição da areia!
Ao mar! - Disciplina humana para a empresa da vida!"
Meu sangue entende-se com essas vozes poderosas.
A solidez da terra, monótona,
parece-mos fraca ilusão.
Queremos a ilusão grande do mar,
multiplicada em suas malhas de perigo.

Excerto do poema «Mar Absoluto» de Cecília Meireles.

Fotografia tirada pela máquina analógica Praktica MTL 5 e com um rolo AGFA Optima II Prestige - 100, expirado em Dezembro de 2003 (15 anos e 2 meses antes da fotografia ter sido tirada).
Distância focal: 28mm

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3854
Publicação: 2020-05-10
Grupo: Água
Câmara: Praktica MTL 5
Abertura:
Distância focal:
Velocidade do obturador:
Flash:

  Mais fotografias

Voadora A ponte Obituário Gama ou sperma Caminhos sobre o mar Casa no céu Ódio Banha Mértola

  Escolha da semana

Arco-Íris Reloaded: Pequena flor
Arco-Íris Reloaded: Pequena flor

  Comentários

Existem 9 pontos de vista. Quem será o próximo?
MJSWAAMOL
01
M
Martine Libouton
em 2020-05-10 11:56:44

J'adore ton cadrage et les couleurs de ta photo! Bravo

02
J
João Menéres
em 2020-05-10 13:31:06

Ainda não tinha lido este poema de Cecília Meirelles, Remus.
E tão bonito ele é!

03
S
Steven
em 2020-05-10 17:46:41

A splendid poem to accompany this beautiful view so well layered.

04
W
Willem
em 2020-05-10 20:11:43

Thanks to the excellent composition, this is not a boring beach photo.

05
A
Ana Lúcia
em 2020-05-10 20:26:36

Apesar desses detritos de pesca serem um crime para o ambiente, as cordas laranjas fazem um belo registo com o azul do mar.

06
A
Ana Lúcia
em 2020-05-10 20:27:23

Eu e as orquídeas agradecemos o destaque da semana. :)

07
M
Manu
em 2020-05-10 20:47:07

Choca-me ver o lixo no areal, este não tanto, mas latas e plásticos tiram-me do sério :(

08
O
Omid
em 2020-05-12 18:47:12

Lovely!

09
L
Lis
em 2020-05-14 00:53:39

Alguma embarcação velha passou por essa praia e esqueceu de levar suas amarras.
O mar, sempre, Remus sempre vai estar nas nossa galeria.
E por falar em Galeria a sua é muito bem ajeitada (ou seja, organizada). Queria muito dar ao meu blog esse aspecto agradável e arrumadinho do 'pontos de vistas', no que tange a estocar fotos de forma não repeti-la. Qualquer dia te peço ajuda rs
E a poesia também gosto muito.