Pontos deVistas

Se queres prever o futuro, estuda o passado.

Movimento dos tostões Anterior Seguinte

Movimento dos tostões

       Anterior Seguinte       

#General

A circulação do dinheiro começa quando o dinheiro é emitido. Existem várias formas de emitir dinheiro. Uma forma, a mais clássica, é quando um governo, ou outro órgão, imprime moeda e a gasta a pagar produtos ou serviços.
Actualmente somente 3% do dinheiro em circulação são moedas e notas, ao passo que 97% é dinheiro virtual, em contas correntes, cartões de crédito, e etc..

Mas como surge todo este dinheiro?
O sistema bancário está baseado na dinâmica de "respaldo parcial". Os bancos necessitam ter um respaldo (um apoio, protecção ou neste caso: dinheiro em cofre) pelos créditos que eles emitem de cerca dez por cento. Cada país, na sua lei bancária, define a percentagem exacta; mas em termos mundiais, o valor anda à volta dos 10% nos diferentes países do mundo. Um banco se empresta 100, só tem que ter no cofre 10.

Ao ter um certo respaldo nas suas reservas, por lei, os bancos têm o direito de emitir dez vezes mais dinheiro, novo dinheiro, nascido da nada!
A maioria do crédito que é anotado nas nossas contas bancárias, é dinheiro novo que previamente não existia e está respaldado pelas jurisprudências nacionais. Os 97% mencionados da quantidade total de dinheiro é, então, crédito bancário.

O crédito que cria novo dinheiro é taxado com juros. Se pensarmos bem, isto é paradoxal: Eu empresto uma coisa que ainda nem existe, mas taxo um juro cumulativo.

Os bancos, que supostamente têm a função de facilitar o dinheiro para a economia, na realidade estão a criar continuamente a falta de dinheiro na mesma. E por isso, de vez em quando, existem as crises financeiras nos deixam de rastos.

  Informação técnica

Fotografia N.º: 5028
Publicação: 2024-05-06
Grupo: Geral
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 19.4 mm (35mm equiv.: 114 mm)
Velocidade do obturador: 1/350 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Carlinhos e amigos Iguaria de requinte Além da vertente estética Fobia a fotografias Mais curta do que a outra Agentes secretos Luz apagada Vigor e resistência

  Escolha da semana

To whom it may concern - The Netherlands, Zuid-Scharwoude
To whom it may concern - The Netherlands, Zuid-Scharwoude

  Comentários

Existem 8 pontos de vista. Quem será o próximo?
AWSLRMOR
01
A
Ana Lúcia
em 2024-05-06 13:40:17

Bem, é uma coisa que também noto no meu porta-moedas. Quando o abro quase sempre está na bancarrota...
Adorei a fotografia, os dedos a moverem-se e em contrapartida as moedas mais focadas.

02
W
Willem
em 2024-05-06 17:48:55

Fine monochrome and focusing.

03
S
Steven
em 2024-05-06 19:31:13

A narrative that almost serves as a wake-up call, particularly at the end. Thankfully, I have never run into credit card debt. Or debt for that matter. A splendid composition with great tones and movement as if to be jiggling the change.

04
L
Lis
em 2024-05-07 00:09:38

Por aqui as moedas são bem raras_ o que é lamentável,
não gosto dos papéis. não gosto_maneira de dizer_ eles que venham! :))
Interessante também a flor do leão da Ana Lúica a escolhida na semana. A gente chega a sentir um vento forte. Gosto muito dessas fora do comum.

05
R
Roadrunner
em 2024-05-07 08:54:03

Bancos só os do jardim ou da cozinha. 😠
Tostões já nem os consigo movimentar, tenho um bolso cheio e não consigo desfazer-me deles.

06
M
Manu
em 2024-05-07 11:31:04

O meu porta moedas anda cheio delas, vejo-me grega para as despachar.
A fotografia ficou um show :P

07
O
Omar
em 2024-05-09 07:22:48

it is all about... what?
may be in a few years an ancient view, real money...
a nicely made work with deep focus on the coins

08
R
Remus
em 2024-06-20 19:30:38

Obrigado pelo vosso apoio. Ele é fundamental para a continuação deste projecto.

Willem, Steven and Omar: Thank you.