Pontos deVistas

Nem relógio trabalha de graça.

Vidas verticais Anterior Seguinte

Vidas verticais

       Anterior Seguinte       

#Urbanism

Lembras-te tu do sábado passado,
Do passeio que demos, devagar,
Entre um saudoso gás amarelado
E as carícias leitosas do luar?

Bem me lembro das altas ruazinhas,
Que ambos nós percorremos de mãos dadas:
Às janelas palravam as vizinhas;
Tinham lívidas luzes as fachadas.

Não me esqueço das cousas que disseste,
Ante um pesado tempo com recortes;
E os cemitérios ricos, e o cipreste
Que vive de gorduras e de mortes!

Nós saíramos próximo ao sol-posto,
Mas seguíamos cheios de demoras;
Não me esqueceu ainda o meu desgosto
Nem o sino rachado que deu horas.

(...)

E ali começaria o meu desterro!...
Lodoso o rio, e glacial, corria;
Sentamo-nos, os dois, num novo aterro
Na muralha dos cais de cantaria.

Nunca mais amarei, já que não amas,
E é preciso, decerto, que me deixes!
Toda a maré luzia como escamas,
Como alguidar de prateados peixes.

E como é necessário que eu me afoite
A perder-me de ti por quem existo,
Eu fui passar ao campo aquela noite
E andei léguas a pé, pensando nisto.

E tu que não serás somente minha,
Às carícias leitosas do luar,
Recolheste-te, pálida e sozinha,
À gaiola do teu terceiro andar!

Excerto do poema «Noite Fechada» de Cesário Verde.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3420
Publicação: 2018-11-24
Grupo: Urbanismos
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5.6
Distância focal: 18 mm
Velocidade do obturador: 1/125 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Passa, ave, passa Tui Procuro por ti Só nós dois Questão de saúde pública É uma muralha de suficiência Imperfeito limbo Erosão costeira

  Escolha da semana

In' Pression a LUZ: {hino}
In' Pression a LUZ: {hino}

  Comentários

Existem 13 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Omar
em 2018-11-24 10:28:34

Amazing view, love to see how other people live, as here people like plants and decorate the small part of living

02
Gravatar Martine Libouton
em 2018-11-24 10:45:09

Une très belle contre plongée j'aime

03
Gravatar Steven
em 2018-11-24 14:55:48

An eye-catching PoV captured here!

04
Gravatar Omid
em 2018-11-24 17:40:36

A M A Z I N G!

05
Gravatar Willem
em 2018-11-24 18:22:29

Cool and attractive viewpoint from which this picture was taken.

06
Gravatar Alex
em 2018-11-24 19:08:10

gosto do efeito criado, mas o céu está demasiado estoirado.. e atraí demasiado o nosso olhar...

07
Gravatar Maria Antonieta
em 2018-11-24 22:17:25

Mal comecei a ler os primeiros versos e já sabia que o poema era de Cesário Verde! :) Nem acabei de ler sem vir ao fim confirmar... conheço bem o seu estilo que, aliás, é inconfundível.

Inconfundível é, também, o estilo do Remus, na fotografia... :)

08
Gravatar Lis
em 2018-11-25 10:28:51

Assim nos encontramos algumas vezes,entre janelas das gaiolas dos vizinhos conforme me lembra o poeta.
Bom domingo, Remus

09
Gravatar Roadrunner
em 2018-11-25 14:30:55

Fiquei completamente verticalizado!😋

10
Gravatar Manu
em 2018-11-25 14:36:09

Nem sempre temos o céu que queremos, mas a fota com esta perspectiva vertical ficou muito boa

11
Gravatar Elisa Fardilha
em 2018-11-26 15:22:58

Pelo que vejo andas numa de fotografares deitado no chão!!!

A foto está fabulosa!

Beijinhos.

12
Gravatar Ana Lúcia
em 2018-11-27 22:26:25

Estrondosamente original.

13
Gravatar Dida
em 2018-11-29 23:13:52

Andas de cabeça no ar procurando o buraco com água?
Está muito fixe a foto. :-)