Pontos deVistas

O bom humor tem algo de generoso: dá mais do que recebe.

Essa porta há de haver... Anterior Seguinte

Essa porta há de haver...

       Anterior Seguinte       

#Black&White

Há os vãos,
Os alçapões pesados
Dos desvãos
Há os trincos,
As fechaduras
Os degredos,
Os segredos,
Há de haver...

Há um vento que surrupia
Os chãos
Ao entrarem em oressas
Às madeiras frias...

Há correntes que
Formam retas,
Erguem-se tortas
Em curvas avessas
À direção inversa da janela...

Há a pressa
De antever
O que interessa....
Que a porta balança,
Range as dobras
E logo se fecha
(Coragem de querer saber,
Há de haver...)

Há a falta de luz
E a fraca luz amarela
Que conduz
À sensação do derredor...

Há o fitar exangue,
A visão entregue
Daquele que pouco vê
E enxerga a negra cor
(Vê bem o que não vê
E crê no que pode...)

Há a porta fechada,
Lacrada
De possíveis
Impossibilidades...

Há um queixo torto
No desleixo
D’uma brecha entreaberta,
Displicente, quase entregue
À visão indisposta
Do que acontece porta afora...

Há os corpos
Muitos corpos
De carnes bem-dispostas...
Há os atos impostos
Por detrás
Das vidas decompostas
Ao longo das portas...

Toma-me o vai-e-vem
Dessas costas arcadas...
Há, sim, alegria,
E há, pois não, o desdém
Do atravessar dos batentes...

Ouço murros:
Uma porta batida
D'outro lado, ninguém...
(Uma outra bate também...)

Percebo raivas, mágoas
Fendendo portas recentes
Fincando-se nos batentes,
Nos horizontes das soleiras...
Saraivadas de emoções minhas,
Represadas, aos montes...

Há a porta de ontem
De aquém
E aquela de
Além de além-nada
Essa está estancada
Como há de ser
Esperando o tempo
Enferrujá-la...

Há de se abrir,
Por fim, uma porta festejada...
Descoberta do suor
Do meu transpor
De tantas e tantas portas...

Essa... mais do que tudo,
Mais do que nada
Ah, mesmo por ser arrombada,
Essa porta há de haver...

Poema «Todas As Portas» de Gê Muniz.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3451
Publicação: 2019-01-04
Grupo: Preto e Branco
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 50 mm
Velocidade do obturador: 1/200 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Contempla os reflexos do mundo Todo o tempo Uma tradição Falconiforme Horizonte largo Rosa e o rouxinol Metade fêmea metade mar Inculca por tulipa

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Egmond aan den Hoef
To whom it may concern: The Netherlands, Egmond aan den Hoef

  Comentários

Existem 10 pontos de vista. Quem será o próximo?
AMWAMORDOR
01
A
Ana Lúcia
em 2019-01-04 08:24:54

Tirada de algum cenário do Ali Babá e os 40 ladrões! :)

02
M
Maria Antonieta
em 2019-01-04 10:59:05

Há-de haver, sim senhor
nalgum lado ela estará
lá para os lados dos Al Garves
quiçá, no Al (ém) Tejo
essa porta se encontrará... :P

03
W
Willem
em 2019-01-04 20:21:16

Original detail shot, the shadow gives something extra to this beautiful b-w photo.

04
A
Alex
em 2019-01-05 10:29:41

essa porta há de haver... para onde for... mas não sei se irá muito longe :D

05
M
Manu
em 2019-01-05 10:43:07

Há-de haver uma fechadura algures! Ou então basta aproximarmo-nos e ela abre-se, será?

06
O
Oldshutterhand
em 2019-01-06 23:09:43

I wonder if the Sultan can fit through.

07
R
Rute Saraiva
em 2019-01-07 16:34:29

O poema é demasiado grande, é bonito mas demasiado grande, irra! Dá-me ideia que a porta por ali ficará por muito, muito tempo, fria, árida e paciente...
1 beijo

08
D
Dida
em 2019-01-08 19:15:32

Se o diz?!
Vamos acreditar.
Tem feitio de fechadura
Já porta que veja?
Nenhuma!
Camuflada, talvez?
Ter? Não tem, nenhum pedrês.
:-)

09
O
Omid
em 2019-01-08 20:11:38

such beautiful frame, lights & graphics!
Lovely!

10
R
Remus
em 2019-01-28 21:00:15

Estou grato por ter havido visitas e comentários na fotografia. ;-)

Maria Antonieta: Olhe que esta porta(?) até se situa bem a norte. Podemos encontra-la em Penafiel. ;-)
Willem, Oldshutterhand and Omid: Thanks.
Manu: Cá para nós que ninguém nos houve, até acho que não será uma porta. Mas posso estar errado e ser uma porta que só abre da parte de dentro... ;-)