Pontos deVistas

O homem que não comete erros geralmente não faz nada.

Como grades Anterior Seguinte

Como grades

       Anterior Seguinte       

#Black&White

Quando a pátria que temos não a temos
Perdida por silêncio e por renúncia
Até a voz do mar se torna exílio
E a luz que nos rodeia é como grades

Poema «Exílio» de Sophia de Mello Breyner Andresen, in "Livro Sexto".

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3484
Publicação: 2019-02-16
Grupo: Preto e Branco
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 52 mm
Velocidade do obturador: 1/250 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

O pequeno caracol Orizicultura As colunas erguem-se separadamente A velha e o garrafão Ninguém avança em linha recta Escolher a própria máscara Tendo asas, fitava o tempo Incêndios deixam marcas

  Escolha da semana

To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg
To whom it may concern: The Netherlands, Vorden, Baakseweg

  Comentários

Existem 9 pontos de vista. Quem será o próximo?
WSMAMAMOR
01
W
Willem
em 2019-02-16 12:18:15

A cool and a somewhat mysterious photo.

02
S
Steven
em 2019-02-16 20:31:10

Eye-catching and ornate wrought-iron design!

03
M
Maria Antonieta
em 2019-02-16 21:13:40

Ferro rendilhado, forjado na forja
Renda de bilros em negros fios tecida
És grade, és silêncio, és morte
És o rumor do mar, és Pátria sem vida… :P
:)

04
A
Alex
em 2019-02-16 23:23:29

esta fotografia está estranha... :) mas misteriosa...

05
M
Manu
em 2019-02-18 12:03:59

Rendas com história que ficaram aqui bem registadas

06
A
Ana Lúcia
em 2019-02-18 22:46:20

É de admirar a arte dos ferreiros. Verdadeiros mestres. Ficou bem a pb.

07
M
Martine Libouton
em 2019-02-23 11:04:28

Magnifique ce détail j'aime beaucoup

08
O
Omid
em 2019-02-26 19:23:34

Amazing!

09
R
Remus
em 2019-03-18 20:54:00

Estou muito agradecido pelas vossas visitas e palavras, os verdadeiros ferros que suportam este sítio online.

Willem, Steven and Omid: Thanks.
Martine Libouton: Merci.