Pontos deVistas

Um amigo sensato é um bem precioso.

O primeiro de todos os meus sonhos Anterior Seguinte

O primeiro de todos os meus sonhos

       Anterior Seguinte       

#General

o primeiro de todos os meus sonhos era sobre
um amante e o seu único amor,
caminhando devagar (pensamento no pensamento)
por alguma verde misteriosa terra

até o meu segundo sonho começar —
o céu é agreste de folhas; que dançam
e dançando arrebatam (e arrebatando rodopiam
sobre um rapaz e uma rapariga que se assustam)

mas essa mera fúria cedo se tornou
silêncio: em mais vasto sempre quem
dois pequeninos seres dormem (bonecas lado a lado)
imóveis sob a mágica

para sempre caindo neve.
E então este sonhador chorou: e então
ela rapidamente sonhou um sonho de primavera
— onde tu e eu estamos a florescer

Poema «O Primeiro de Todos os Meus Sonhos» de E. E. Cummings, in "livrodepoemas" numa tradução de Cecília Rego Pinheiro.

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 3698
Publicação: 2019-11-12
Grupo: Geral
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 5
Distância focal: 50 mm
Velocidade do obturador: 1/160 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Cercado por muralhas altas Aqueduto atribulado Somos a grande ilha do silêncio «Choeropsis Liberiensis» Labirinto urbano Magoa-me a saudade Coruchéu Angelical

  Escolha da semana

A Left-Eyed View: Intersecting Buildings?
A Left-Eyed View: Intersecting Buildings?

  Comentários

Existem 12 pontos de vista. Quem será o próximo?
AAAJSJWMLRRJ
01
A
Ana Lúcia
em 2019-11-12 22:27:51

A "cortina" de ramos não esconde o mundo mágico e tentador que está do outro lado. Cativante.

02
A
Ana Lúcia
em 2019-11-12 22:28:36

:) Obrigada pelo destaque da semana. É sempre bom ter um miminho de vez em quando.

03
A
Alex
em 2019-11-12 23:30:30

grande grafismo

04
J
Janita
em 2019-11-12 23:52:09

Então, esta fotografia obtida a partir da janela do sótão, da casa paterna, que sonho do Remus simboliza? ;)

05
S
Steven
em 2019-11-13 00:47:50

A nicely-layered composition!

06
J
João Menéres
em 2019-11-13 06:52:45

Sinto-me preso, tal mosca numa teia de aranha.

07
W
Willem
em 2019-11-13 14:26:25

A beautifully layered composition in this fall photo.

08
M
Manu
em 2019-11-14 12:11:24

Ainda longe, afastei devagarinho um pouco da ramagem e espreitei 🤔
Digamos que vim matar saudades tuas 😎

09
L
Lis
em 2019-11-14 22:42:31

Primeiro pra dizer que gostei muito da citação de hoje (97% da população não acredita nos políticos, e os outros 3% são os políticos)_ ainda bem que somos parte dos 97%, não?
E gostei também dessa ramagem 'agreste de folhas que dançam e dançando arrebatam'... e com as cores dos casarios_ a imaginação!
_o poema, bem romantiquinho!

10
R
Roadrunner
em 2019-11-16 10:15:45

Isto agora virou um tratado de poesia... 😏
Um sonho desfolhado.

11
R
Remus
em 2019-12-11 18:26:28

Obrigado por partilharem os vossos sonhos (comentários e visitas) comigo.

Janita: Simboliza que existe um mundo sempre lá fora. Pode ser um mundo bom ou um mundo mau, mas seja o que for, ele existe. E que mesmo que o mundo seja mau, nele existem boas pessoas. Assim como num mundo bom, existirão más pessoas. ;-)
Steven and Willem: Thank you.
Lis: Eu claramente não sou político. :-D

12
J
Janita
em 2019-12-20 21:44:50

Remus... Só hoje me debrucei sobre o que aqui me respondeu.
De facto, quando olhamos o mundo, lá fora, a partir da segurança das nossas quatro paredes, temos tendência para idealizar gente perfeita, num mundo onde tudo é bonito e bom. Era aí, que gostaríamos de estar, de viver, de ser, mas...

Conhece o soneto de Florbela Espanca: "Minha Culpa"?

No segundo terceto está a chave que abre a alma e a verdade de todo o ser humano. A meu ver, bem entendido.

“Sei lá quem sou? Sei lá! Cumprindo os fados,
Num mundo de maldades e pecados
Sou mais um mau, sou mais um pecador...”

Se já não "nos falarmos", desejo-lhe um Feliz Natal. :)