Pontos deVistas

Nem relógio trabalha de graça.

Secura dos nossos dias Anterior Seguinte

Secura dos nossos dias

       Anterior Seguinte       

#Fauna

      «Na natureza, uma repugnante lagarta transforma-se numa borboleta encantadora; entre os homens, ocorre o contrário; uma encantadora borboleta transforma-se numa lagarta repugnante.»

Os homens, as mulheres, e os que não são nem uma coisa nem outra (porque agora está na moda não ser uma coisa nem outra), possuem o dom de tudo destruir. E esse dom está tão enraizado, que alguns até dizem que a ideia das alterações climáticas é uma conspiração de cientistas para justificarem os seus financiamentos, ou que está por provar que as alterações climáticas têm origem na actividade humana, para não dizer que acreditam que o facto de existir mais calor e tempo mais quente, não é uma coisa má.
Expliquem isso aos animais que não possuem o que comer e beber. Não necessariamente a estes que são domésticos e que terão alguém que cuide deles, mas a todos os outros animais selvagens, que por diminuição dos seus habitats ou por falta de alimento, cada ano que passa são menos.

Série: 5 fotografias, 5 belezas ausentes: 3 de 5.

  Informação técnica

Fotografia N.º: 4565
Publicação: 2022-10-13
Grupo: Fauna
Câmara: NIKON D90
Abertura: f 8
Distância focal: 120 mm (35mm equiv.: 180 mm)
Velocidade do obturador: 1/500 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Lisas Fui apanhado? Ferrão e os amigos Podemos viajar Rodas & engrenagens Lembras-te de quando chovia? Uvas boas Grossa e constante

  Escolha da semana

A Left-Eyed View - The Tickle of Anthers and Filaments
A Left-Eyed View - The Tickle of Anthers and Filaments

  Comentários

Existem 7 pontos de vista. Quem será o próximo?
JSWALRR
01
J
Janita
em 2022-10-13 14:12:57

Sei que não sou a lagarta repugnante que se transforma em borboleta, mas também não gostaria nada que alguém me visse como a encantadora borboleta que se torna numa lagarta nojenta. :(
Sou como sou, com defeitos e penso que algumas qualidades...

Quanto ao tema inicial desta série de cinco fotografias, na ausência de beleza nesta, não há culpa do fotógrafo nem sequer das pobres ovelhas, tão pouco há culpas a deitar ao pasto.
No fundo, e contra toda a sabedoria da natureza e de Tchekhov, lagartas e borboletas não coexistem. Um casrifício de umas é o renascer de outras... Tudo e todos morremos um dia.

02
S
Steven
em 2022-10-13 17:47:05

What an impactful image showing the severe drought of the landscape! Otherwise, these animals would make great standouts. Taken with a drone?

03
W
Willem
em 2022-10-13 19:52:01

No grass to be seen, an impressive photo, climate change is happening there too.

04
A
Ana Lúcia
em 2022-10-13 20:41:55

As plantas e os animais não têm soluções.... é duro imaginar. :(

05
L
L Reis
em 2022-10-14 14:46:40

Para já, estou admiradíssima por a Ana Lúcia não ter desancado o Tchekhov por ele se ter atrevido a dizer que as lagartas são repugnantes (toda a gente sabe que ela consegue achar que toda a bicheza é fofa e linda)... deve-se ter distraído com esta tão séria ameaça das alterações climáticas, só pode.

Depois tenho a dizer que achei esta fotografia fabulosa, pois remete-nos de imediato para a aridez monocromática que nos aguarda, mais dia, menos dia... e aí não serão só os animais a desaparecerem, decerto.

06
R
Roadrunner
em 2022-10-24 23:02:22

E veremos estas 3 tranformarem-se em lagartas tchekhovianas.

07
R
Remus
em 2023-01-02 21:57:19

Muito obrigado pelos vossos comentários. Eles são sempre muito apreciados.

Steven: With a drone? No. From the top of a small hill. ;-)
Willem: Thank you.