Pontos deVistas

Não vemos as coisas como são: vemos as coisas como somos.

Há gente Anterior Seguinte

Há gente

       Anterior Seguinte       

#Black&White

As coisas vulgares que há na vida
Não deixam saudades
Só as lembranças que doem
Ou fazem sorrir.

Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir.

São emoções que dão vida
à saudade que trago
Aquelas que tive contigo
e acabei por perder.

Excerto da letra da música «Chuva» de Mariza

  Partilhe

  Informação técnica

Fotografia N.º: 1350
Publicação: 2011-05-28
Grupo: Preto e Branco
Câmara: KODAK DX6490
Abertura: f 3.2
Distância focal: 23.1 mm
Velocidade do obturador: 1/180 sec
Flash: Não Disparado

  Mais fotografias

Ó meu rico Senhor da Pedra Trinchar Redondos & calóricos Pérolas musicais «Ara chloroptera» Complemento Como um sorriso Momento de gula

  Escolha da semana

Omid: O
Omid: O

  Comentários

Existem 23 pontos de vista. Quem será o próximo?
Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar Gravatar
01
Gravatar Clarice
em 2011-05-28 01:34:59

"Há gente" que escolhe imagens com poemas a condizer... e por isso não se esquece. E por isso também os poemas ficam ainda maiores...porque dão passos de alma...

*adoro esta imagem, porque adoro fotografias onde as pessoas aparecem a andar... é como se as fotografias continuassem...

02
Gravatar Rute
em 2011-05-28 01:55:51

Há 'gentes' assim, que fazem toda a diferença cá neste mundo. Gostei muito da foto e também do poema que escolheste para ela.
Beijo:)

03
Gravatar Helder Ferreira
em 2011-05-28 08:00:32

Excelente composição meu caro! :) Há só um cantinho com uma massa escura no canto superior esquerdo que eu teria tentado evitar, para manter o chão todo como pano de fundo. E eu teria aumentado o EV+0,5 ou um pouco mais a luminosidade. Ficou um bocadinho escura (e desta vez tenho o monitor calibrado - prenda de anos :P). Tirando estes 2 pormenores (que são mais picuices minhas que outra coisa), tens ai uma grande foto com um grande poema a condizer! :)

04
Gravatar Pedro Alves
em 2011-05-28 09:45:20

Concordo com a Clarice. Apesar de ser um motivo estático, a pessoa a andar "dá-lhe" movimento e continuação. E acrescento que gosto de pessoas a andar e de costas...
Tb concordo com o Helder quando diz que podia estar mais luminosa.
Mas gostei principalmente do detalhe da tampa (será ?) de saneamento. Para além de bonita, quebra a monotonia da pedra e contribui para a "vida" da fotografia.

05
Gravatar Sérgio Pontes
em 2011-05-28 13:42:29

Meu caro, está magnifica, a sério!

Abraço

06
Gravatar Willem
em 2011-05-28 14:22:17

Great textures, nice editing in b/w

07
Gravatar Richard Geven
em 2011-05-28 16:22:03

A great composition Remus!! The B&W works great!

08
Gravatar Jorge Monteiro
em 2011-05-28 17:56:33

Com um enquadramento fantástico a destacar-se, esta foto é magnífica. Parabéns.

09
Gravatar Fábio Martins | Fotografia
em 2011-05-28 22:44:24

Neste caso, há falta de gente!
O vazio dá a sensação de solidão daquele ser humano.
No entanto, gosto da forma como simplificas-te este click

10
Gravatar Existe Um Olhar
em 2011-05-28 23:14:27

Gosto deste género de fotos que envolvem um certo mistério e solidão...o poema muito bem escolhido.
Excelente tranbalho!

11
Gravatar João Mourão
em 2011-05-29 07:17:59

Bem conseguida. Parabéns. Procura por Rui Palha: é o nosso embaixador deste tipo de fotos.

12
Gravatar Nuno Monteiro
em 2011-05-29 16:34:41

Bela foto. Bem escolhida a composição e o aproveitamento do chão molhado.

13
Gravatar Yz
em 2011-05-29 20:02:31

very good framing

14
Gravatar Rue Du Lavoir
em 2011-05-29 20:58:07

Le cadrage est superbe. Le sujet placé en haut à droite rend la photo dynamique et parfaite.

15
Gravatar Ams
em 2011-05-29 21:18:12

São as Gentes Diferentes... a fazer lembrar uma música do Rodrigo Leão. Gostei de tudo... grande pormenor aquele da sombra projectada no chão húmido.

16
Gravatar Iris
em 2011-05-30 00:19:25

achei que a fertilidade desse deserto lhe vinha do sol queimante das três da tarde...
linda...

17
Gravatar F3lixp
em 2011-05-30 01:40:39

Bela foto!!! ;)

18
Gravatar Alex
em 2011-05-30 22:48:46

perfeita... composição e tecnica irreprensivel...

19
Gravatar Mfc
em 2011-05-31 09:35:39

Não são precisas legendas!

Tudo é claro...

20
Gravatar Quetzal
em 2011-06-03 17:21:25

Gosto deste tipo de imagens onde se capta o movimento e ao mesmo tempo se mostra a solidão, acentuada pelo tom escuro da imagem e pelo P&B. Só tenho um pequeno reparo que já foi feito que diz respeito aquela parte escura no canto superior esquerdo, que era preferível excluir.

21
Gravatar Remus
em 2011-06-03 21:20:03

Estou muito agradecido pelos vossos comentários.

Helder Ferreira: A fotografia era mais clara, eu é que achei que com um contraste mais carregado ficaria melhor.
Pedro Alves: Sim, é uma tampa de saneamento. Esta fotografia foi tirada dentro da Casa da Música, enquadrando o pavimento de fora.
Willem, yz and Richard Geven: Thanks!
Rue Du Lavoir: Merci!

22
Gravatar Ruimnm
em 2011-06-04 17:20:20

mais uma excelente da casa.
ainda bem que não te cansas.
se eu passa-se todos os dias por ela, como tu, também tirava centenas de imagens. vício bom! ;)

23
Gravatar Sombra Momentânea
em 2011-07-04 20:18:41

"Ha gente assim", e gente assim: Nunca perde!